Meteorologia

  • 12 ABRIL 2024
Tempo
23º
MIN 15º MÁX 27º

Noite descontrolada só podia dar 'Azi(z)a'. As notas do Rio Ave-Sporting

'Bis' do avançado ganês travou os leões, naquele que será recordado como um dos jogos da época.

Noite descontrolada só podia dar 'Azi(z)a'. As notas do Rio Ave-Sporting
Notícias ao Minuto

07:20 - 26/02/24 por Carlos Pereira Fernandes

Desporto Análise

O Estádio dos Arcos, em Vila do Conde, foi, este domingo, palco de um jogo que será, certamente, recordado como um dos mais entusiasmantes de toda a temporada 2023/24 da I Liga, que terminou com um empate a três bolas.

As duas equipas mostraram, desde cedo, ao que vinham. De tal maneira que, ao fim de seis minutos, já os vilacondenses tinham marcado, graças a uma bela iniciativa de Úmaro Embaló, e os lisboetas respondido, com um remate violento, de primeira, de Morten Hjulmand, à entrada da grande área.

Aos 31 minutos, Úmaro Embaló desperdiçou um 'golo cantado', na sequência de uma saída em falso de Antonio Adán, e, instantes depois, Fábio Ronaldo atirou ao poste. Quem não marca, arrisca-se a sofrer... e foi, precisamente, o que aconteceu.

Amine Oudrhiri perdeu a bola em ‘zona proibida’, e Viktor Gyokeres aproveitou para fazer o gosto ao pé. Mas o conjunto verde e branco não soube resguardar-se, e o 2-2 surgiu ainda antes do intervalo, por intermédio de Yakubu Aziz, na conversão de uma grande penalidade.

A 'loucura' estava para ficar, e prosseguiu, no segundo tempo. Aos 67 minutos, Yakubu Aziz bisou, a partir da marca dos 11 metros, e, na resposta, Sebastián Coates foi à frente para selar o resultado final, com um cabeceamento imperial.

Feitas as contas, o Sporting passa a somar 56 pontos, o que o deixa na segunda posição, a dois pontos do líder, o Benfica, que tem uma partida a mais e que, recorde-se, no próximo fim de semana, vai medir forças com o terceiro classificado, o FC Porto, no Dragão.

O Rio Ave, por seu lado, leva 22 pontos, e é 15.º classificado, em igualdade com o Portimonense, a equipa que mora imediatamente abaixo da 'linha de água', depois da pesada derrota sofrida na Luz, horas antes, diante do Benfica, por 4-0.

Figura

Yakubu Aziz foi a face mais visível da autêntica 'dor de cabeça' que este Rio Ave representou para o Sporting. Incansável, o avançado ganês marcou dois golos, na conversão de duas grandes penalidades, sendo que a segunda foi conquistada pelo próprio, numa abordagem negligente de Antonio Adán.

Surpresa

Aos 22 anos, e depois de passagens pouco felizes por Países Baixos e Espanha, Úmaro Embaló regressou a Portugal para explicar por que lhe era augurado tanto potencial, nas camadas jovens do Benfica. Nem sempre esteve bem, mas protagonizou momentos de 'magia', como aquele que desfez o nulo, em Vila do Conde.

Desilusão

Jogo pouco feliz de Geny Catamo, no dia em que recuperou a titularidade a Ricardo Esgaio. Com bola, foi útil, especialmente, para ultrapassar a primeira linha de pressão do Rio Ave, mas, defensivamente, foi constantemente ultrapassado, pelo que surpreendeu a resistência de Rúben Amorim em substitui-lo.

Treinadores

Luís Freire: O treinador do Rio Ave demonstrou, uma vez mais, que, apesar das dificuldades na tabela, sobram motivos para acreditar noutros patamares. Surpreendeu o Sporting ao trocar os extremos, tendo estes combinado para o golo inaugural, de Úmaro Embaló, que serviu de 'trampolim' para uma exibição recheada de personalidade.

Rúben Amorim: Aquele Sporting que 'certinho', que tinha sofrido apenas dois golos nos seis últimos jogos, desapareceu completo. Tal como já tinha ocorrido no triunfo sobre o Moreirense, os leões voltaram a deixar o encontro 'partir' com demasiada facilidade, e, desta vez, pagaram as consequências.

Árbitro

A exibição de André Narciso fica, invariavelmente, ligada ao polémico lance que culminaria na lesão de Francisco Trincão. Miguel Nóbrega derrubou o ex-Sporting de Braga, na grande área, aos 29 minutos, ao deslizar para impedir um remate. Incompreensivelmente, o juiz não foi, sequer, chamado ao VAR para reavaliar uma jogada (muito) discutível, que se juntou a uma série de outras, entre elas, a do lance que origina o primeiro golo do Rio Ave, que parece começar com uma falta de Amine Oudrhiri sobre Pedro Gonçalves.

Leia Também: Polémica em Vila do Conde. Trincão cai na área, mas o árbitro manda jogar

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório