Meteorologia

  • 17 JUNHO 2024
Tempo
19º
MIN 16º MÁX 22º

"Não tenho noção do feito que alcancei. Ainda tenho 19 anos"

Diogo Ribeiro recebido em festa, esta segunda-feira, na chegada ao Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa.

"Não tenho noção do feito que alcancei. Ainda tenho 19 anos"
Notícias ao Minuto

11:39 - 19/02/24 por Notícias ao Minuto

Desporto diogo ribeiro

Diogo Ribeiro é o novo menino bonito do país. Conquistou duas medalhas de ouro, recentemente, nos 50 e nos 100 metros mariposa, e pôs pela primeira vez A Portuguesa a soar em Mundiais da natação.

Na chegada ao Aeroporto Humberto Delgado, no decorrer da manhã desta segunda-feira, o atleta de 19 anos falou aos jornalistas e não escondeu que dormiu com as medalhas "debaixo da almofada".

“Para mim é um orgulho conseguir mais duas medalhas para Portugal e ainda por cima de ouro. Eu diria que, se me dissessem nos anteriores Mundiais, que ia ganhar duas medalhas de ouro nos Mundiais, provavelmente acharia que estava a sonhar. Ainda tenho 19 anos e felizmente sei que ainda tenho muito a melhorar. Eu ainda quero atingir melhores coisas”, começou por dizer Diogo Ribeiro, antes de relatar alguns momentos sobre a prova que lhe conduziu ao ouro nos 100 metros mariposa.

“Nos 100 metros não fiquei tão surpreso. Antes da competição, provavelmente estaria mais surpreso, mas nas eliminatórias, e com os resultados que tinha somado nas meias-finais, sabia que tinha uma grande chance de ganhar na final. Ainda não tenho noção do feito que alcancei. Ainda tenho 19 anos [risos]", acrescentou, antes de revelar um curioso momento que passou em Doha, no Qatar.

"As medalhas são um pouco pesadas. Dormi com elas debaixo da almofada, mas no dia a seguir, a dos 50 metros, estava partida. Deve ter sido uma das empregadas da limpeza que, provavelmente, foi lá e acabou por deixá-la cair. Mas, felizmente, depois deu para trocar [risos]”.

Já sobre os Jogos Olímpicos, o atleta do  Benfica não esconde a ambição: "Claro que sim, o sonho de ganhar uma medalha está lá. Pode é acontecer que um dia esse sonho transforme-se em objetivo. Agora, não nos podemos precipitar. Cada vez que ganho uma medalha, não vou deixar de trabalhar. O meu objetivo passa mesmo por ganhar uma medalha olímpica". Diogo Ribeiro dedicou as medalhas ganhas ao pai, que faleceu quando tinha 4 anos de idade. "Tenho falado bastante com ele durante a noite".

Leia Também: Presidente da AR felicita Diogo Ribeiro: "Incentivo para os portugueses"

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório