Meteorologia

  • 23 FEVEREIRO 2024
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 14º

As notas do Vitória SC-Sporting: Dani Silva entrou para resolver

Exibição muito completa da equipa de Álvaro Pacheco fez tombar o líder do campeonato.

As notas do Vitória SC-Sporting: Dani Silva entrou para resolver
Notícias ao Minuto

07:38 - 10/12/23 por Francisco Amaral Santos

Desporto Análise

O Vitória SC fez tombar o Sporting (3-2), na tarde de sábado, em jogo da 13.ª jornada da I Liga. Os leões chegaram a Guimarães de olho na liderança ainda mais isolada, por conta do tropeção do Benfica na véspera, diante do Farense, mas acabaram traídos pelo conjunto vitoriano, que fez de tudo para chegar ao triunfo. 

A partida foi de alta intensidade do primeiro ao último minuto e não faltaram golos numa tarde em que também a chuva foi presença notada. Entre os remates certeiros de Tiago Silva, André Silva e Dani Silva, do lado do Vitória, e de Gonçalo Inácio e Nuno Santos, do lado visitante, foram várias as figuras que deram nas vistas no Estádio D. Afonso Henriques. 

Antes de passarmos aos protagonistas, é justo lembrar que na próxima jornada há um embate que pode ditar um novo líder do nosso campeonato. O Sporting recebe o FC Porto, que ontem venceu o Casa Pia, e ambos partilham, neste momento, o mesmo número... de pontos. 

Agora, sim, vamos aos destaques da tarde de sábado. 

A figura

Dani Silva saltou do banco de suplentes para tabelar com Ricardo Mangas e assinar o golo que valeu os três pontos ao Vitória diante do líder do campeonato. Havia sido riscado do onze inicial, em detrimento de Tiago Silva, e precisou de apenas um minuto para fazer 'estragos' e estrear-se a marcar na presente temporada. E que altura para o fazer. Decisivo. 

A surpresa

Quem o viu e quem o vê. Borekovic chegou a estar totalmente arredado do plantel do Vitória SC, mas ganhou 'nova vida' em Guimarães e vai provando o valor que lhe era reconhecido aquando vestia a camisola do Rio Ave. Assinou uma exibição quase perfeita, não fossem os dois golos marcados pelo Sporting. Comandou a defesa e foi expedito a resolver muitas situações de maior perigo. 

A desilusão 

Quem não assistiu à partida pode nem acreditar, mas Viktor Gyokeres foi presa fácil para o trio de centrais formado por Borekovic, Jorge Fernandes e Tomás Ribeiro. O avançado sueco nunca conseguiu criar grandes lances de perigo junto da baliza de Bruno Varela, nem 'apareceu' a desequilibrar naqueles lances em velocidade que tantas vezes ajudam a partir as defensivas contrárias. Uma noite desinspirada do homem-golo de Alvalade. 

Os treinadores

Álvaro Pacheco

Teve o mérito de montar uma equipa com capacidade para defender e chegar à frente com relativa facilidade, tirando máximo proveito da qualidade de passe dos três médios escolhidos para iniciar o encontro. Na segunda parte também não teve receio de arriscar, em resposta ao que vinha do lado adversário, e foi certeiro ao lançar Dani Silva para arrecadar a vitória.

Rúben Amorim

Tentou sempre ir em busca da vitória e talvez por aí se explique o tropeção do Sporting em Guimarães. Confuso? Pois bem, com o jogo empatado, depressa Amorim mexeu e deu maior volume ofensivo à equipa, retirando unidades defensivas que seriam, à partida, importantes no momento de maior aperto. Ainda assim, também há mérito do adversário. 

O árbitro 

Noite agitada para João Pinheiro. A grande penalidade assinalada contra o Sporting, em cima do intervalo, é tudo menos esclarecedora até porque as imagens não ajudam. De resto quase sempre decidiu bem nos lances mais complicados. 

Leia Também: Tomás Handel e o triunfo: "Isto tem de ser normal no Vitória"

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório