Meteorologia

  • 07 FEVEREIRO 2023
Tempo
12º
MIN 6º MÁX 14º

Mafra assustou no Dragão, mas FC Porto reagiu e salvou empate

Mafrenses 'vingaram' derrota na Taça de Portugal e conseguiram estar a vencer por 2-0 no Dragão. FC Porto reagiu no segundo tempo e alcançou o empate. Grupo regista só empates após a primeira jornada.

Mafra assustou no Dragão, mas FC Porto reagiu e salvou empate

O FC Porto empatou, na noite desta sexta-feira, na receção ao Mafra (2-2), em jogo da primeira jornada do grupo A da fase de grupos da Taça da Liga. Alguns dias depois dos portistas terem afastado a formação mafrense da Taça de Portugal, os lisboetas foram até ao Dragão, onde até estiveram a vencer.

Ença Fati e Gui Ferreira marcaram os golos que deixaram a equipa orientada por Ricardo Sousa a vencer o atual campeão em título da I Liga, mas os comandados de Sérgio Conceição reagiram a tempo e conseguiram arrancar a igualdade graças a golos de Pepê e Toni Martínez.

Filme do jogo:

Depois do encontro na região Oeste a contar para a Taça de Portugal, e que os portistas venceram por 3-0, as duas equipas voltaram a encontrar-se na noite desta sexta-feira para a estreia de ambas na fase de grupos da Taça da Liga.

Nesta noite fria a norte do país, a equipa de Sérgio Conceição registou, de forma natural, várias alterações, não só devido a lesões, mas também pela ausência dos internacionais que estão no Mundial'2022. Já o Mafra apresentou-se no Dragão personalizado e a praticar bom futebol.

No que ao jogo diz respeito, o FC Porto procurou sempre assumir a iniciativa, mas raramente teve lucidez para criar situações de perigo. Os azuis e brancos povoaram mais o meio-campo contrário, mas sem conseguir o impacto desejado na hora de assustar a baliza à guarda de Samu.

Por seu turno, o Mafra conseguiu conter a equipa de Sérgio Conceição neste arranque de partida e surpreendeu as bancadas do Dragão com um golo à passagem do minuto 16. Depois de uma grande arrancada de Lucas Rodrigues que deixou para trás a defesa portista, este cruzou rasteiro para a área e Ença Fati apareceu ao segundo posto para encostar. Os portistas reagiram de pronto a esta desvantagem e Wendell colocou a bola no fundo das redes dos mafrenses, mas a lance acabaria anulado por fora de jogo.

O FC Porto não conseguia pressionar alto e obrigar o adversário a errar na saída de jogo como tanto gosta de fazer e a formação de Ricardo Sousa ia aproveitando os contra-ataques para tentar ferir os dragões. E foi mesmo numa situação de contra-golpe que os mafrenses aumentaram a contagem aos 42 minutos para surpresa dos adeptos no Dragão. Chamado a converter um penálti assinalado por mão de Bruno Costa, Gui Ferreira não desperdiçou e deixou a formação lisboeta com uma vantagem mais tranquila. Em dois remates enquadrados, o Mafra fez dois golos. Cem por cento de eficácia.

Ainda no primeiro tempo, o FC Porto reclamou a marcação de uma grande penalidade. Na sequência de um livre batido por Bruno Costa, a bola acabou por desviar em Diogo Almeida, mas o árbitro Miguel Nogueira mandou seguir depois de ouvir as indicações do VAR.

Descontente com a prestação dos jogadores na primeira etapa do jogo, Sérgio Conceição operou duas alterações ao intervalo e colheu frutos logo no início do segundo tempo graças ao brasileiro Pepê. Após um lance de envolvimento do FC Porto, com uma tabela entre Danny Loader e Uribe, a bola acabou por sobrar para o brasileiro que fez o primeiro dos portistas aos 48 minutos.

Os azuis e brancos carregavam à procura do empate e nos minutos seguintes, com uma atitude totalmente diferente da apresentada no primeiro tempo, tiveram várias oportunidades para alvejar a baliza à guarda de Samu. Toni Martínez, com um grande cabeceamento, obrigou o guardião mafrense a uma enorme intervenção. Mais tarde foi Galeno a atirar à figura. Pelo meio destas ocasiões, Ença Fati, um dos mais inconformados do lados dos mafrenses, e Pedro Pacheco também tiveram nos pés a ocasião de aumentar a vantagem da equipa que viajou desde a região Oeste.

Ainda assim, e fruto de uma maior pressão na zona ofensiva, o FC Porto acabou mesmo por alcançar o empate aos 70 minutos. O avançado espanhol Toni Martínez ganhou o ressalto à entrada da área e disparou um fortíssimo remate para o fundo das redes. Estava resposta a igualdade inicial.

A reta final do encontro mostrou um FC Porto à procura do golo do empate. Os mafrenses defendiam-se como podiam, mas encontraram um revés no caminho para segurar a igualdade. Em cima do minuto 90, o brasileiro Matheus Oliveira viu o segundo amarelo por travar Galeno à entrada da área e acabou expulso por Miguel Nogueira. Na cobrança do respeito livre, Uribe atirou para uma defesa a dois tempos de Samu. Foi o último lance da partida.

Feitas as contas, e fechada a primeira jornada do grupo A, Vizela, FC Porto, Mafra e Desportivo de Chaves têm todos apenas um ponto. Na próxima ronda, o conjunto da zona Oeste recebe o Vizela, ao passo que os portistas vão até Trás-os-Montes defrontar a equipa de Vítor Campelos.

Momento do jogo: O golo madrugador de Ença Fati, após um grande contra-ataque, carimbou o bom início de jogo dos mafrenses.

Equipas iniciais

Onze do FC Porto: Cláudio Ramos, Rodrigo Conceição, Fábio Cardoso, Marcano, Wendell, Bruno Costa, Uribe, Galeno, Toni Martínez e André Franco.

Suplentes do FC Porto: Samuel Portugal; David Carmo, Manafá, Namaso, João Mário, Wendel Silva, Gonçalo Borges, Bernardo Folha e Marcus Abraham. 

Onze do Mafra: Samu, Gui Ferreira, Pedro Pacheco, Diomande, Pedro Barcelos, Ença Fati, Leandrinho, Léo Cordeiro, Pedro Lucas, Lucas Silva, Diogo Almeida.

Suplentes do Mafra: Renan, Mattheus Oliveira, Pité, Bility, Rodrigo Gui, Diga, Edwin Vente, João Goulart e Obule Moses.

Antevisão

O FC Porto recebe esta sexta-feira, no Estádio do Dragão, o Mafra, em jogo a contar para a primeira jornada do grupo A da Taça da Liga. Azuis e brancos e mafrenses voltam a reencontrar-se, desta feita mais a norte do país, isto depois dos portistas terem eliminado a equipa da região Oeste em jogo a contar para a Taça de Portugal.

Na altura, a equipa portista venceu em Mafra por expressivos 3-0 e seguiu para os oitavos de final da competição. Agora, a equipa comandada por Sérgio Conceição procura começar a Taça da Liga com o pé direito.

Porém, a formação orientada do Ricardo Sousa irá, certamente, procurar fazer uma pequena gracinha no Estádio do Dragão, procurando beneficiar do facto dos portistas irem a jogo sem alguns dos habituais titulares.

O encontro entre FC Porto e Mafra,  que contará com arbitragem de Miguel Nogueira, tem apito inicial agendado para as 20h45 e poderá acompanhar as principais incidências na página do Desporto ao Minuto.

Leia Também: FC Porto fecha preparação da receção ao Mafra com quatro baixas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório