Meteorologia

  • 07 DEZEMBRO 2022
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 16º

Adán estragou sorriso inicial e atirou o leão para o abismo de Marselha

Leões somaram a primeira derrota na fase de grupo da Champions num jogo em que ficaram em inferioridade numérica aos 23 minutos.

Adán estragou sorriso inicial e atirou o leão para o abismo de Marselha

O Sporting somou a primeira derrota na fase de grupos da Liga dos Campeões, esta terça-feira, ao perder na deslocação ao reduto do Olympique Marseille (4-1), num jogo que era o 'tout ou rien' para os franceses e que ficou marcado por uma exibição extremamente infeliz de Antonio Adán.

O início de jogo até chegou a parecer um conto de fadas para os leões, com o golo de Trincão aos 51 segundos, mas um duplo erro de Adán culminou na reviravolta dos franceses, assinada por Sánchez e Harit. Numa tarde para esquecer, o guardião espanhol acabou expulso e nem Franco Israel evitou que a diferença aumentasse, com o terceiro golo a surgir ainda dentro da primeira meia hora

Sem adeptos nas bancadas devido a sanção aplicada pela UEFA ao emblema do Vélodrome, os leões regressaram para a segunda parte com quatro mexidas e, apesar de terem tentado ameaçar reduzir a desvantagem, acabaram por sofrer o 4-1 final, apontado pelo ex-FC Porto Mbemba.

O que se passou Adán?

Rúben Amorim optou por fazer apenas duas alterações por comparação ao triunfo diante do Gil Vicente (3-1) e fez entrar St. Juste e Marcus Edwards para substituir Marsà e Paulinho, respetivamente, num jogo que começou com um atraso de 15 minutos devido ao atraso da chegada dos leões ao Vélodrome, por falta de policiamento.

Ainda não estava decorrido o primeiro minuto de jogo e já Francisco Trincão tinha causado estragos no sul de França, com um golo madrugador aos 50 segundos, num remate certeiro à entrada da área, pleno de intenção, resultando também no golo mais rápido dos leões no atual formato da prova milionária.

A verdade é que o conjunto da casa reagiu e contou com a ajuda de... Antonio Adán. Em dose dupla ou até mesmo tripla. Em apenas três minutos, o experiente guardião espanhol permitiu que Alexis Sánchez empatasse ao pressionar um alívio, beneficiando de um toque na perna, tendo ainda oferecido o segundo golo a Harit numa má reposição de bola, à passagem do minuto 16.

Depois de dois erros altamente penalizadores, Adán encerrou a prestação em Marselha com um vermelho direto aos 23 minutos, altura em que decidiu sair entre os postes e socar uma bola com as mãos... fora da área.

Franco Israel entrou de imediato na partida e não tardou em sofrer o terceiro golo dos leões, numa saída precipitada que não evitou o cabeceamento de Belerdi após pontapé de canto, à passagem do minuto 28. Apesar de tudo, o Sporting podia ter ido para o intervalo com uma diferença maior, mas até foi o jovem guardião uruguaio a conseguir travar essa possibilidade.

Alterações estancaram ritmo de jogo

Rúben Amorim decidiu promover quatro alterações no regresso dos balneários, com Marsà, Sotiris, Nazinho e Paulinho a renderem St. Juste, Pedro Gonçalves, Ugarte e Nuno Santos, respetivamente.

A formação verde e branca tentou ir em busca de um golo que relançasse a partida, porém, a inferioridade numérica em campo acabou por ser uma dificuldade acrescida, embora a formação da casa poucas oportunidades tenha criado.

Apesar de tudo, depois de uma investida de Nuno Tavares, foi mesmo o ex-FC Porto Chancel Mbemba a fechar o 4-1 final, num lance de insistência aos 84 minutos.

Com este resultado, o Sporting mantém-se na liderança do grupo D, com seis pontos, enquanto o Olympique Marseille, além de marcar os primeiros golos, faz também os primeiros três pontos, oito dias antes de novo duelo entre portugueses e franceses.

Momento do jogo: Se a exibição de Adán já estava a ser um desastre com os dois golos que 'ofereceu' num espaço de quatro minutos, pior ficou com a expulsão aos 23 minutos, ao tocar com a mão na bola fora da grande área. A inferioridade numérica penalizou (e muito) os leões.

Leia Também: Franco Israel entrou para render Adán... e não tardou em sofrer

Leia Também: Noite para esquecer: Depois de oferecer golo, Adán acaba expulso

Leia Também: Harit operou a cambalhota em Marseille e o leão mergulhou no inferno

Leia Também: Para ver e rever: A oferta escandalosa de Adán no golo do Marseille

Leia Também: Trincão rubricou um golo para a história do leão na Champions

Pré-jogo

17h40: Partida terá início às 18 horas.

17h25: Jogo entre Olympique Marseille e Sporting retardado por 10 minutos devido à chegada tardia dos leões ao estádio, algo que poderá ter sido provocado pela falta de policiamento na chegada ao Vélodrome, de acordo com a imprensa francesa.

Onzes

Marseille: Pau López; Leonardo Belerdi, Chancel Mbemba, Eric Bailly;; Nuno Tavares, Jonathan Clauss, Mattéo Guendouzi, Jordan Veretout, Amine Harit; Cengiz Under e Alexis Sánchez.

Sporting: Antonio Adán; Matheus Reis, St. Juste, Gonçalo Inácio; Ricardo Esgaio, Manuel Ugarte, Hidemasa Morita, Nuno Santos; Pedro Gonçalves, Francisco Trincão e Edwards.

Antevisão

O Sporting desloca-se até França, esta terça-feira, para defrontar o Olympique de Marseille, num jogo a contar para a terceira jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões, que não contará com a presença de adeptos nas bancadas por sanção aplicada pela UEFA aos gauleses.

'Embalados' por duas vitórias em dois jogos no grupo D, os leões chegam a território francês com a possibilidade de passarem a somar nove pontos e, assim, continuarem com o estatuto de líderes isolados.

Em sentido inverso, o conjunto da cidade de Marselha ainda não somou qualquer ponto e, além disso, também ainda não conseguiu marcar qualquer golo, em função das derrotas com Tottenham (2-0) e Eintracht Frankfurt (0-1).

O conjunto de Rúben Amorim conta com o registo de cinco golos marcados - três na Alemanha, diante do Eintracht Frankfurt, e dois na receção ao Tottenham - e nenhum sofrido, salientando-se, uma vez mais, a perspetiva dos dois extremos opostos.

Sem contar com algumas unidades importantes para a sua estratégia, o técnico dos verdes e brancos terá de fazer alguns reajustes à equipa, tal como aconteceu no último jogo, diante do Gil Vicente (3-1).

O jogo do Vélodrome tem início agendado para as 17h45, será ajuizado pelo italiano Davide Massa e poderá acompanhar as incidências da partida, em direto, no Desporto ao Minuto.

Leia Também: Rúben Amorim e o Wolverhampton: "É a mesma resposta de outras situações"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório