Meteorologia

  • 09 DEZEMBRO 2022
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 17º

Amorim e os 11 pontos para o líder: "Não vale a pena fazer contas"

Treinador do Sporting fez a antevisão ao duelo contra o Gil Vicente.

Amorim e os 11 pontos para o líder: "Não vale a pena fazer contas"
Notícias ao Minuto

12:52 - 29/09/22 por Notícias ao Minuto

Ao Minuto Desporto Rúben Amorim

Rúben Amorim, treinador do Sporting, fez na manhã desta quinta-feira a conferência de imprensa de antevisão ao jogo contra o Gil Vicente, a contar para a oitava jornada do campeonato português (20h30 de sexta-feira).

O treinador dos verde e brancos falou na "recuperação das tropas" após a última derrota contra o Boavista, dizendo ainda que os jogadores não podem fazer contas à distância pontual para o Benfica.

Rúben Amorim foi ainda questionado sobre a possível orientação de uma seleção no futuro, sublinhando que, nesta altura da carreira, pretende fazer trabalho diário no relvado.

Fique com o essencial das declarações do técnico.

É mais difícil tirar o Edwards ou o Trincão do onze para meter o Paulinho

Rodrigo Querido | há 1 mês

Rúben Amorim: Depende deles. Durante a semana tudo conta, o rendimento atual conta. O dia a dia e as características da equipa também pesam. Com tantas lesões, temos de ter uma gestão mais cuidada dos jogadores. É difícil tirá-los todos porque todos dão o máximo. Quem está melhor nessa semana tendo em conta as características do jogo irá a jogo.

Treinar uma seleção está nos seus planos para o futuro?

Rodrigo Querido | há 1 mês

Rúben Amorim: Neste momento passa-me pela cabeça ganhar ao Gil Vicente porque estou preocupado com o meu lugar e com a exigência de termos de ganhar jogos. O campeonato é o reflexo do treinador, o meu foco está ai. No futuro não sei. Seria difícil neste momento, sendo tão jovem, trabalhar só de vez em quando no campo, sendo tão jovem.

Comentário sobre Portugal fora da Liga das Nações

Rodrigo Querido | há 1 mês

Rúben Amorim: Perdemos com uma grande seleção, acontece. O futebol é assim, jogamos contra a Espanha, é preciso não perder noção disso. A Espanha, com mais posse de bola, matou o jogo. Acontece.

Recuar Pote para o meio campo e Paulinho na frente?

Rodrigo Querido | há 1 mês

Rúben Amorim: Se eu tivesse essa certeza, teríamos mais pontos. Nunca tenho a certeza, apenas ideias. Isso pode acontecer, mas o Paulinho e o Pote também podem jogar os dois na frente, complementam-se bem. Há dinâmicas que trabalhámos nesta semana e nesse aspeto deu para fazer um trabalho com os jogadores da frente. O Edwards também pode jogar no meio.

Fatawu a bom nível na seleção do Gana

Rodrigo Querido | há 1 mês

Rúben Amorim: A realidade dele é diferente da nossa. Jogou contra a Nicarágua. É preciso ver a diferença competitiva. Não teve a escola do Mateus Fernandes e está a fazer essa transição. Daí passar pela equipa B para o treinador ensinar coisas básicas. Está a passar por esse momento, tem competências fantásticas, mas há coisas básicas que precisa. Acreditamos nele, é para hoje e amanhã. Fico feliz por marcar um golo mas precisa de tempo. Tem momentos de grande capacidade.

Boletim clínico

Rodrigo Querido | há 1 mês

Rúben Amorim: Coates, Porro e Neto não recuperam. O St. Juste não pode jogar de início. Vai ser convocado, mas não de início. O Jovane não recupera.

Ainda acredita no título?

Rodrigo Querido | há 1 mês

Rúben Amorim: São 11 pontos, são muitos pontos. Estamos na sétima jornada e não vale a pena estarmos a fazer contas. No ano passado, estávamos a fazer contas com três pontos de atraso e senti a equipa muito ansiosa por ter de os recuperar, portanto, não vou estar a falar em títulos. O Sporting é sempre candidato a títulos, quando iniciámos a época dissemos que queríamos os títulos todos, mas sabemos do momento em que estamos. Não vale a pena pensar em títulos, no fim fazemos as contas e toda a gente vai assumir a responsabilidade e eu serei o primeiro. Mas isto ainda não acabou. Ainda há muitos pontos e títulos em disputa. Não há que pensar na tabela, é ganhar todos os jogos daqui para a frente.

Objetivos após esta paragem

Rodrigo Querido | há 1 mês

Rúben Amorim: Temos noção completa do momento em que estamos. Objetivos são ganhar todos os jogos até ao fim do campeonato e depois fazemos as contas. A paragem não é boa quando o último jogo é uma derrota. Sabemos da nossa e da minha responsabilidade. Temos sempre a mesma ideia. Estamos muito atrasados em relação ao que podemos fazer.

Marsà pode ser opção para este encontro

Rodrigo Querido | há 1 mês

Rúben Amorim: É um jogador que pode iniciar o jogo, também não temos muitas opções. Relembrar a pré-época que ele fez. É para isso que os jogadores da equipa B estão cá, uns que poderiam ter oportunidades nestes jogos foram emprestados para rodar porque não podem estar dependentes de um jogo e condição para muitas lesões. O Marsà está cá para estes momentos, está preparado para ser titular na equipa principal e fez uma excelente pré-época.

Proíbe os jogadores de olhar para a classificação?

Rodrigo Querido | há 1 mês

Rúben Amorim: Não podemos podemos ficar nervosos com a tabela classificativa, mas temos noção. Se durante dois anos fomos tão exigentes e consideramos a época passada escassa, temos de ter noção. Temos de ganhar jogos, é o nosso futuro e o do clube, mas temos de manter a consistência exibicional, temos de melhorar os resultados. Mais vale jogar mal e ganhar, como aconteceu no primeiro ano. Andamos a jogar bem e por vezes não ganhamos.

Recuperar as tropas para esta nova fase no campeonato

Rodrigo Querido | há 1 mês

Rúben Amorim: Já passámos por esta situação. Sabemos que são situações difíceis, principalmente por estarmos num clube grande, mas já demos a volta. Já tivemos derrotas e vitórias seguidas, ganhámos no campeonato e na Liga dos Campeões. Temos sido pouco consistentes nos resultados, mas nas exibições temos mantido um bom nível. Se olharmos aos jogos que perdemos, o resultado foi injusto, mas isso vale o que vale. Trabalhámos durante a semana com os jogadores que tivemos, trabalhámos bem, aproveitámos todos os minutos para alterar coisas que temos de alterar, relembrar coisas que aconteceram no Boavista, olhamos para esses lances. E ajudámos o Arthur a entrar na nossa dinâmica.

Derrota com o Boavista e impacto no grupo de trabalho

Rodrigo Querido | há 1 mês

Rúben Amorim: Não tem sido um início de época fácil. Conseguimos melhorar um pouco nos últimos jogos, mas com a derrota frente ao Boavista volta tudo ao início. Como clube grande sentimos muito isso na paragem. Queríamos ter trabalhado neste período com uma vitória , mas não foi possível. Trabalhámos aquilo que tivemos de fazer e estamos preparados.

Como foi o período das seleções em Alcochete

Rodrigo Querido | há 1 mês

Rúben Amorim: Tivemos alguns jogadores que não foram para as seleções e outros que foram, como o Sotiris, que faziam fatla para integrar a dinâmica da equipa e para treinar. Não temos muita opção com os miúdos e esta é uma boa fase para os vermos, mas a maioria foi para as seleções e não tivemos oportunidade para treinar esses jogadores que são o futuro do nosso clube. Tivemos a lesão do Porro que está fora deste jogo, mas trabalhámos outros jogadores como o Marsà e o Arthur. Aproveitamos todos os minutos que temos para os melhorar e estão todos preparados para voltar ao campeonato.

Aí vem Rúben Amorim

Rodrigo Querido | há 1 mês

Treinador dos verde e brancos entra na sala de imprensa para antever o jogo com o Gil Vicente.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório