Meteorologia

  • 28 MAIO 2022
Tempo
25º
MIN 16º MÁX 27º

O 'menino' entrou para rasgar o guião. As notas do Sporting-Sp. Braga

Gorby Baptiste saltou do banco e marcou o golo que permitiu aos arsenalistas colocar ponto final numa série de cinco derrotas diante dos leões.

O 'menino' entrou para rasgar o guião. As notas do Sporting-Sp. Braga

Após cinco derrotas consecutivas, eis que o Sporting de Braga conseguiu, por fim, rasgar o guião e regressar às vitórias diante do Sporting, e logo no estádio de Alvalade, por 2-1, num encontro a contar para a 19.ª jornada da I Liga, que contou com um final dramático.

Os leões foram 'donos e senhores' da partida durante o primeiro tempo, quando conseguiram colocar-se em vantagem à boleia do inevitável Pedro Gonçalves, que, após um passe genial de Matheus Nunes, recebeu, rodou e colocou a bola por entre as pernas de Matheus Magalhães, quando o relógio contava 25 minutos.

O internacional português esteve à beira de bisar pouco depois, mas o 'chapéu' ao guarda-redes adversário saiu ligeiramente ao lado. E, como quem não marca arrisca-se a sofrer, os minhotos entraram para a segunda parte a acreditar que era possível 'sonhar' com outro resultado.

Segundos após o regresso dos balneários, Wenderson Galeno 'cavou' uma grande penalidade a Matheus Reis e assumiu ele próprio a responsabilidade de atirar a partir da marca dos onze metros, de onde não tremeu e fez o gosto ao pé.

O jogo partiu, com oportunidades de lado a lado, mas o impasse manteve-se até aos... 90+7 minutos. Gorby Baptiste, acabado de entrar para o lugar de Ricardo Horta, 'disparou' de fora da grande área, bateu Antonio Adán e selou o resultado final na casa do campeão nacional.

O Sporting mantém-se na segunda posição da I Liga, com 47 pontos, mas, este domingo, vê-se 'obrigado' a torcer pela surpresa do Famalicão no estádio do Dragão, uma vez que, caso contrário, passará a ver o líder, o FC Porto, a uma distância de seis pontos.

Quanto ao Sporting de Braga, reforçou o quarto lugar da tabela. Os homens de Carlos Carvalhal somam 35 pontos ao cabo de 19 jornadas, menos nove do que o terceiro classificado, o Benfica, que visitou e derrotou o Arouca, por 2-0.

Figura

Fabiano vestiu o 'fato de gala' e assumiu uma preponderância fundamental no triunfo do Sporting de Braga, em Alvalade. Se Matheus Reis e Pablo Sarabia pouco conseguiram fazer na ala esquerda do ataque leonino, em muito o devem ao lateral brasileiro, que também deu nas vistas no ataque, nomeadamente quando assistiu Abel Ruiz, que tirou Antonio Adán do caminho e atirou ao lado.

Surpresa

Uma distinção que não pode ir para outro jogador que não Gorby Baptiste. O 'menino' francês de apenas 19 anos saiu do banco aos 88 minutos para o lugar do capitão Ricardo Horta e não se deixou intimidar, nem pelo ambiente, nem pelo adversário. Nove minutos depois, pegou na bola, afinou a mira, e, de longe, atirou para o fundo das redes à guarda de Antonio Adán.

Desilusão

Uma noite completamente incaraterística de Gonçalo Inácio. O jovem defesa-central dos leões cometeu dois erros inadmissíveis. No primeiro, Antonio Adán ainda conseguiu emendar com uma finta sobre Wenderson Galeno, mas, na segunda, teve mesmo de meter a mão à bola e entregar um livre direto ao adversário dentro da grande área, que podia ter custado caro.

Treinadores

Rúben Amorim: O Sporting foi, claramente, a melhor equipa em campo na primeira parte, mas, na segunda, deixou-se 'encostar às cordas' pelo Sporting de Braga. A partir do momento em que os arsenalistas conseguiram encurralar Matheus Nunes (de longe o melhor dos 45 minutos iniciais), os leões perderam todo o fulgor ofensivo e o resto sucedeu naturalmente.

Carlos Carvalhal: O Sporting de Braga soube reagir a um primeiro tempo em que foi 'amassado' pelo campeão nacional e partiu sem medo para cima do adversário no segundo. A grande penalidade logo após o regresso dos balneários empolgou os minhotos, que chegaram à reviravolta com toda a justiça... mesmo sem Galeno cuja substituição por Rodrigo Gomes acabou por surpreender.

Árbitro

Hugo Miguel quis, desde bem cedo, assumir-se como protagonista de um jogo que não precisava de mais estrelas, apitando faltas atrás de faltas e interrompendo o natural desenrolar dos acontecimentos. A grande penalidade assinalada por falta de Matheus Reis sobre Galeno deixa algumas dúvidas. Já o pontapé dos 11 metros pedido dos leões num lance entre Paulinho e Diogo Leite não tem qualquer fundamento.

Leia Também: O golo de Gorby que valeu a vitória ao Sp. Braga em Alvalade

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório