Meteorologia

  • 01 DEZEMBRO 2021
Tempo
15º
MIN 6º MÁX 18º

Edição

Jorge Jesus: "Mal de mim se nesta época não houvesse espaço para títulos"

Treinador do Benfica cravou em entrevista o foco na conquista de títulos na presente temporada e ainda elogiou os treinadores rivais.

Jorge Jesus: "Mal de mim se nesta época não houvesse espaço para títulos"

Jorge Jesus concedeu uma entrevista ao diário A Bola e falou, entre vários assunto, sobre os 600 jogos na I Liga e sobre a longevidade na carreira de treinador. O técnico do Benfica confessa que sente-se cada vez mais jovem e que pretende seguir por muitos mais anos.

"Sinto-me mais velho com tantos jogos, mas cada vez estou mais jovem pois a minha paixão é a mesma. Entre este jogo 600 e o primeiro não noto diferença alguma na minha intensidade, na vontade de trabalhar todos os dias, na vontade de me levantar na cama. Se fosse possível não tinha folgas para estar sempre a treinar", disse Jorge Jesus em entrevista.

Quanto aos anos que ainda terá pela frente como treinador de futebol, Jesus tem uma meta bem definida. "Se tiver saúde para isso, e me mantiver com a mesma capacidade física que tenho, se tudo correr normalmente até aos 75 vou estar a treinador. Agora já não é a mesma coisa que era quando comecei a minha carreira. Agora sou eu que escolho os clubes que quero treinador. Não são os clubes que me escolhem", acrescentou o técnico do Benfica.

Em relação aos rivais, Jesus reconhece que fora do campo a relação é diferente e reconhece que Sérgio Conceição é um grande treinador. "Uma coisa é a rivalidade fora de campo e outra coisa é dentro do campo. O que para mim é importante é que o Sérgio hoje é um grande treinador como outros ex-jogadores meus são. Isso é que é importante. Alguma coisa ficou neles de mim. A valorização dele, como de outros, deixa-me extremamente orgulhoso. (...) O Rúben Amorim foi o jogador que mais tempo trabalhou comigo. Sete anos! Sinto-me feliz porque está ali um treinador que também trabalhou comigo vários anos e anda à procura do seu caminho e das condições para também ser um dos grandes treinador do futebol português. Já o é. E isso também me deixa orgulhoso", disse o treinador de 67 anos.

Quanto ao sucesso da atual temporada do Benfica, Jorge Jesus crava que os encarnados apontam para títulos, garantindo que pelos menos uma competição nacional terá de ganhar. "Mal de mim se não houvesse espaço para títulos. Pelo menos em Portugal há. Foi com esse objetivo que o Benfica me contratou e foi com esse objetivo que eu vim para Portugal", concluiu Jorge Jesus.

O Benfica é terceiro classificado na I Liga e está na luta pelo acesso aos oitavos de final da Liga dos Campeões. Neste sábado terá pela frente o Belenenses SAD no jogo 600 de Jorge Jesus no principal escalão do futebol português.

Leia Também: Técnico do Benfica é o terceiro a atingir 600 jogos na I Liga

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório