Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2021
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

15 minutos à B... ayern dizimaram Benfica, que obrigou Neuer a brilhar

Quatro golos, entre o minuto 70 e o minuto 85, deitaram por terra as esperanças encarnadas em conseguir somar pontos diante do gigante da Baviera. Neuer e Vlachodimos brilharam, Sané foi o homem do jogo.

15 minutos à B... ayern dizimaram Benfica, que obrigou Neuer a brilhar

O Benfica saiu goleado da receção ao Bayern Munique, por 4-0, numa partida em que foi preciso esperar pelos últimos vinte minutos para assistir a golos... válidos. Com a preciosa ajuda do vídeo-árbitro, Ovidiu Hategan invalidou dois golos aos bávaros - o primeiro por mão na bola e o segundo por fora de jogo -, que foram enchendo o balão de esperança da equipa de Jorge Jesus. 

Não fosse Neuer por um par de ocasiões  - Vlachodimos também esteve intratável - e as águias teriam saído deste encontro com mais dois golos marcados, através de iniciativas individuais de Darwin e Diogo Gonçalves. Também Yaremchuk, momentos antes do primeiro tento adversário, esteve perto de balançar as redes alemãs.

Sané, por duas vezes, um autogolo de Everton e Lewadowski foram os autores dos golos do Bayern.

Marcha-atrás para tentar chegar ao destino

Quem sabe se moralizado pela goleada ao Barcelona na passada jornada, o Benfica entrou em campo disposto a jogar olhos nos olhos com o Bayern Munique, pressionando perto da linha de meio-campo. Postura louvável, mas rapidamente alterada, não fossem os inúmeros sobressaltos defensivos por que passaram os defesas encarnados, fruto das constantes bolas nas costas, exploradas com facilidade pelos velocíssimos Coman e Sané.
O extremo alemão esteve perto de abrir o ativo, logo aos 5', mas o remate não saiu com a pontaria desejada. Três minutos depois foi Lewandowski a ganhar nas costas de Verthongen, obrigando Vlachodimos a brilhar pela primeira vez no encontro.
A equipa da casa foi equilibrando - muito por força da clarividência de Weigl e João Mário nos raros momentos em posse - e, pese embora o domínio bávaro, as águias começaram a acreditar que podiam acercar-se da grande área adversária. Na ocasião mais flagrante em todo o primeiro tempo, Darwin aproveitou uma transição ofensiva para exibir toda a sua força e velocidade perante Sule, que viu o o uruguaio ultrapassá-lo e disparar uma bola com selo de golo, não fosse Neuer estar na baliza adversária. O guardião alemão protagonizou a defesa da noite e levou tudo empatado o equador da partida. Nota ainda para o golo invalidado a Lewandowski por bola no braço do polaco em cima do intervalo.

Não foram amigos de Diogo Gonçalves

Lançado no final do primeiro tempo para ocupar o lugar do lesionado André Almeida, Diogo Gonçalves foi o elo mais fraco do concurso de oportunidades desperdiçadas pelo Bayern nos primeiros dez minutos da segunda metade. Deixado constantemente um para um com o ilusionista Coman, o lateral alentejano foi réu na jogada que originou o segundo golo anulado ao Bayern. Curiosamente, acabaria por ser o extremo francês o elemento em fora de jogo. Instantes antes, já o gigante da Baviera mostrara ao que vinha, com novo remate ao poste (intervenção decisiva de Vlachodimos, que desviou com o pé).
Espicaçado pela reprimenda de Jorge Jesus, o ala subiu à área adversária nos instantes a seguir ao lance supracitado e reencarnou Robben numa diagonal que culminou com outra defesa merecedora de estátua de Neuer.
Yaremchuk não quis ficar atrás e esteve perto do golo, depois de correr cerca de 40 metros com a sombra de Upamecano e disparar a rasar o poste direito da baliza de Neuer.
Quem não mata morre e Sané fez questão de levar à letra o ditado, abrindo o marcador de livre direto com uma execução irrepreensível. De lá para cá, o campeão alemão acentuou o domínio e foi com naturalidade que apareceu o segundo golo. Recém-entrado, Everton desviou de cabeça para dentro da própria baliza um cruzamento de Gnabry; dois minutos depois foi o inevitável Lewandowski a fazer o 3-0. Qual rajada, Sané bisou e fechou as contas da partida.

Momento do jogo

Não terá sido uma surpresa para quem acompanhou o jogo, mas o minuto 70 representou um balde de gelo em cima dos efervescentes corpos benfiquistas, entusiasmados com o (aparente) crescendo no jogo. Depois de duas oportunidades que quase deram golo, os encarnados viram Sané desenhar um golo a régua e esquadro, qual arquiteto na sua escrivaninha.

Acompanhamento

90' - Apito final na Luz. O Bayern Munique bateu o Benfica, por 4-0, e segue na liderança do Grupo E, só com vitórias. O Benfica é segundo classificado.

85' - GOOOLLLLOOOOOO do Bayern Munique. Sané bisa e dá forma a goleada.

82' - GOOOLLLLOOOOOO do Bayern Munique. Lewandowski só teve de encostar passe de Sané para fazer o 3-0.

80' - GOOOLLLLOOOOOO do Bayern Munique. Everton desviou de cabeça para dentro da própria baliza cruzamento de Gnabry.

70' - GOOOLLLLOOOOOO do Bayern Munique. Sané faz o 1-0 de livre direto.

68' - Arrancada de Yaremchuk causou o pânico nos bávaros. Avançado ucraniano correu cerca de 40 metros perseguido por Upamecano e só parou quando atirou a centímetros da baliza defendida por Neuer.

55' - Jogada individual de Diogo Gonçalves quase dá golo da jornada. Neuer tirou o pão da boca ao lateral encarnado.

52' - Vídeo-árbitro descobre nova irregularidade e golo anulado ao Bayern. Coman foi apanhado em fora de jogo no início da jogada.

48' - Vlachodimos desvia para o poste. Mais uma grande defesa do internacional grego a negar o golo dos bávaros. 

46' - Recomeça a segunda parte na Luz. Equipas regressam ao relvado sem alterações.

45' - Ovidiu Hategan apita para o final da primeira parte. Regista-se o nulo ao intervalo.

42' - Com recurso ao VAR, árbitro anula golo do Bayern. Em causa bola no braço de Lewandowski.

40' - André Almeida deixa o terreno de jogo lesionado. Entra Diogo Gonçalves para o seu lugar.

38' - Jogada individual de Sané quase dá golo. Extremo conduziu pela zona central e, de fora da área, disparou um míssil que rasou o poste direito dos encarnados.

32' - Neuer evita golo de Darwin com defesa monumental. Avançado uruguaio disparou cruzado dentro da área e guardião alemão salvou alemães.

28' - Guardião grego volta a brilhar. Desta feita a remate de Coman que tinha selo de golo.

8' - Vlachodimos evita o primeiro do Bayern com parada gigantesca. Lewandowski obrigou internacional grego a brilhar na baliza encarnada.

5' - Primeiro calafrio na Luz. Sané, isolado, atira ao lado do poste esquerdo da baliza de Vlachodimos.

0' - Ovidiu Hategan faz soar o apito inicial. Rola a bola no Benfica-Bayern Munique.

Onzes

Benfica: Vlachodimos; André Almeida, Vertonghen, Lucas Veríssimo, Otamendi e Grimaldo; Weigl e João Mário; Darwin, Yaremchuk e Rafa.

Bayern Munique: Neuer; Pavard, Upamecano, Süle, Lucas Hernández; Kimmich, Sabitzer; Coman, Müller, Sané e Lewandowski

Antevisão

O Benfica joga esta noite uma cartada decisiva na luta pelo apuramento para os oitavos de final da Liga dos Campeões e o adversário é nada mais, nada menos, que o Bayern Munique, líder do Grupo E.

Na antevisão ao encontro, Jorge Jesus deixou escapar que, na impossibilidade de vencer, o empate não seria um mau resultado - aquele que, em teoria, será o rival direto dos encarnados neste grupo, o Barcelona, sofreu a bom sofrer na receção aos alemães (derrota por 3-0).

E se a presença de Rafa no onze titular das águias é quase certa, a ausência de dois habituais titulares nos bávaros - Alphonso Davies e Goretzka - é dado adquirido. 

Não obstante a importância quase vital de somar pontos, esta partida representa ainda a possibilidade do Benfica dar um chuto no passado com o emblema germânico, uma vez que em dez partidas nunca conseguiu ultrapassar este muro de Munique.

Estão portanto reunidos todos os ingredientes para que os pupilos de Jorge Jesus possam presentear os adeptos benfiquistas com um banquete digno de uma noite europeia.

Leia Também: Jorge Jesus faz regressar os 'pesos pesados' aos convocados do Benfica

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório