Meteorologia

  • 30 NOVEMBRO 2021
Tempo
MIN 7º MÁX 12º

Edição

Neuville vence Rali da Catalunha e adia decisões dos títulos para Monza

O belga Thierry Neuville (Hyundai i20) venceu hoje o Rali da Catalunha, 12.ª e penúltima prova do Campeonato do Mundo, e adiou para a última jornada, em Monza, a atribuição dos títulos mundiais de pilotos e construtores.

Neuville vence Rali da Catalunha e adia decisões dos títulos para Monza

Neuville concluiu a prova espanhola com o tempo de 2:34.11,8 horas, deixando o britânico Elfyn Evans (Toyota Yaris) na segunda posição, a 24,1 segundos, e o espanhol Dani Sordo (Hyundai i20) em terceiro, a 35,3 segundos.

O francês Sébastien Ogier (Toyota Yaris), que precisava de ganhar sete pontos a Evans para se sagrar desde já campeão pela oitava vez na carreira, foi quarto classificado, a 42,1 segundos de Neuville, que ainda apanhou um susto quando o motor de arranque do seu i20 deixou de funcionar.

"Estou aliviado por ter chegado ao final. Foi um fim de semana duro, mas lutámos até ao final. Tivemos uma passagem limpa e tudo estava a ser perfeito quase até ao final", comentou o belga.

Neuville admitiu ter ficado "muito stressado" antes da última especial, a 'power stage', devido aos problemas no motor de arranque, pelo que, "caso contrário, o fim de semana teria sido perfeito".

Esta foi a segunda vitória da temporada para o piloto da Hyundai, que já tinha vencido em casa (rali de Ypres) e também soma o segundo triunfo consecutivo nas estradas da Catalunha.

Com estes resultados, Sébastien Ogier mantém a liderança do campeonato, agora com 17 pontos de vantagem sobre Evans (204 contra 187), com Neuville em terceiro, com 159 e já afastado da luta.

"Vamos continuar a fazer o que pudermos. Conduzimos bem, mas faltava-nos alguma velocidade", explicou Ogier.

O título de Construtores também ficou adiado para a derradeira jornada, em Monza, com a Toyota a partir em vantagem, com 474 pontos, contra os 427 da Hyundai.

Em WRC2, o norueguês Andreas Mikkelsen (Skoda Fábia) conquistou o título pela primeira vez, sem nem sequer ter alinhado nesta jornada.

O quarto lugar do compatriota Mads Ostberg (Citroën C3) nesta prova, a 1.51,8 minutos do vencedor, o italiano Eric Camilli (Citroën C3), foi insuficiente para manter a luta acesa até Monza.  

Os dois estão empatados com 126 pontos, mas, enquanto Mikkelsen ainda pode participar na prova italiana (cada piloto só pontua em sete jornadas), Ostberg já fez todas as provas a que tinha direito.

Já o finlandês Sami Pajari (Ford Fiesta) sagrou-se campeão mundial júnior, o mais novo de sempre, aos 19 anos.

O Rali de Monza disputa-se de 19 a 21 de novembro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Gosta de automóveis? Toda a informação num clique

Seja a Gasolina, diesel, elétricos, hidrogénio e dicas, acompanhe as mais recentes novidades sobre desporto motorizado

Obrigado por ter ativado as notificações de Auto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório