Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2021
Tempo
11º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

"Nunca pensei que me quisessem quase aos 37 anos"

Antigo internacional português confessa ainda que a sua maior mágoa na carreira é "só ter dois títulos pelo Sporting".

"Nunca pensei que me quisessem quase aos 37 anos"

João Pereira, atual treinador-adjunto dos sub-23 do Sporting, concedeu uma extensa entrevista à mais recente edição do jornal Sporting, na qual analisou como têm sido os primeiros tempos fora das quatro linhas.

O antigo internacional português confessou ainda que a sua "maior "mágoa na carreira é "só ter dois títulos pelo Sporting".

"O título de 2020/21 foi dos mais especiais da carreira, porque passei cá três vezes e, infelizmente, só tinha uma Supertaça. Nunca tinha correspondido com títulos ao que o Sporting me proporcionou: ir à Seleção e disputar a que para mim é a melhor liga do mundo, a espanhola; e foi o clube que me deu a mão quando rescindi. Retribui dentro de campo e dei sempre o melhor de mim, mas espremido só havia um título e isso deixava-me muito triste", começou por dizer João Pereira.

"Consegui alterar isso na última oportunidade, mas só dois títulos pelo Sporting é uma das maiores mágoas da minha carreira", acrescentou.

O lateral, que pendurou as chuteiras no final da época passada após 20 anos de carreira, afirmou ainda que ficou surpreendido quando recebeu a chamada para regressar ao Sporting, clube com o qual assinou em janeiro deste ano, a tempo de ser campeão nacional na época transata.

"Não estava nos meus planos dizer adeus no Sporting. Nunca pensei que me quisessem aos 36 anos, quase a fazer 37 - e já cá estava o Porro! Claro que gostava, mas tinha de ser racional; imaginava-me a acabar no Trabzonspor. A vida deu uma volta de 180 graus e num dia passei de titular e capitão a dispensado e proibido de treinar nas instalações do clube pelo treinador", lembrou.

"Rescindi, queria voltar de Portugal, mas estava longe de pensar no Sporting, porque sabia que era difícil. Nem nos meus melhores sonhos ia acontecer: vir para Portugal, para Lisboa, que é a minha casa, para o meu clube e ser campeão nacional. Foi um conto de fadas. Não havia melhor maneira de acabar e isso também me ajudou a fazê-lo", finalizou.

Leia Também: "Até eu acho estranho quando os miúdos me tratam por mister"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório