Meteorologia

  • 20 SETEMBRO 2021
Tempo
20º
MIN 17º MÁX 27º

Edição

Sporting em contrarrelógio para a Supertaça e com muito por resolver

Campeões nacionais em título tentam 'arrumar' o plantel antes do arranque da temporada.

Sporting em contrarrelógio para a Supertaça e com muito por resolver

O Sporting continua a preparar o arranque da nova época com a Supertaça na mira, mas ainda há muitas dúvidas em torno do plantel que vai estar às ordens de Rúben Amorim na defesa do título nacional conquistado em 2020/21. Até ao momento, apenas três reforços foram garantidos e há muitos jogadores apontados à porta de saída.

Primeiro do que tudo, há a salientar que a pré-época está a correr de feição aos leões. Em oitos jogos particulares, os leões venceram sete e empataram um, marcando um total de 28 golos e sofrendo oito. Ao todo, Rúben Amorim teve à disposição 34 jogadores e o jogo com o Lyon, disputado no domingo e que serve de apresentação, será o derradeiro teste antes da Supertaça frente ao Sp. Braga. 

Este é, pois claro, um número muito elevado de jogadores para a equipa principal. Alguns deles vão rodar pela equipa B e de sub-23 e outros podem sair a título definitivo ou por empréstimo. Vamos por partes. 

Mercado do Sporting

Possíveis vendas: Luís Maximiano, Jovane Cabral, Matheus Nunes e Nuno Mendes.

Excendentários por resolver: Renan, Tiago Ilori, Valentin Rosier, Eduardo, Doumbia, Rodrigo Battaglia, Rafael Camacho, Matheus Oliveira, Diaby e Sporar. 

Dúvidas: Plata, Pedro Marques, Eduardo Quaresma, Rodrigo Fernandes, Bruno Paz e Antunes.  

Ativos a segurar: Pedro Gonçalves e João Palhinha.

Entradas: Ricardo Esgaio (5,5M), Rúben Vinagre (emprestado pelos Wolves) e Gonçalo Esteves (a 'custo zero').

Possíveis entradas: Ugarte (Famalicão). 

Jovens que podem ser chamados por Rúben Amorim ao longo da época: Tiago Ferreira, Gonçalo Esteves, Joelson Fernandes, Geny Catamo e José Marsà. 

A grande incógnita passa pela realização de grande encaixe financeiro que o Sporting poderá fazer neste mercado de verão. A entrada na Liga dos Campeões deixa os leões mais folgados, mas uma transferência de elevado valor significaria mais saúde financeira. 

Neste sentido, Nuno Mendes seria, à partida o grande ativo na montra, mas o Manchester City não está na disposição de avançar com 50 milhões de euros pela sua contratação. Com Rúben Amorim a querer segurar Pote e João Palhinha, a solução da SAD leonina poderá passar pelas saídas de Jovane Cabral ou Matheus Nunes. 

Também Luís Maximiano está no mercado, mas o possível valor encaixado com o jovem guardião será manifestamente mais baixo em comparação com Jovane Cabral ou Matheus Nunes. 

Por seu turno, Rúben Amorim também conta com mais um reforço a caminho. Depois de Ricardo Esgaio e Rúben Vinagre, o uruguaio Ugarte deverá mesmo ser o quarto reforço dos leões para a nova época. O ainda jogador do Famalicão testou positivo à Covid-19 no início desta semana e adiou, por isso, a formalização da transferência. 

No domingo Rúben Amorim deve apresentar um onze titular mais próximo daquilo que será o seu onze base ao longo da nova temporada, precisamente uma semana antes da Supertaça frente ao Sp. Braga. Até lá muitas novidades podem surgir no universo leonino. E, claro, não esquecer que ainda há mais de um mês de mercado pela frente. 

Leia Também: Sporting regressa ao trabalho em Alcochete com uma única baixa

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório