Meteorologia

  • 24 JULHO 2021
Tempo
19º
MIN 16º MÁX 26º

Edição

Caravela lusa não se afundou no Danúbio e entra de proa levantada no Euro

Raphael Guerreiro fez o primeiro do encontro, antes de Cristiano Ronaldo bisar no encontro. Portugal entra com o pé direito na defesa do título de campeão europeu.

Caravela lusa não se afundou no Danúbio e entra de proa levantada no Euro

Portugal entrou com o pé direito no Euro'2020, ao vencer a Hungria, por 3-0, em jogo da primeira jornada do Grupo F.

Raphael Guerreiro abriu o marcador já nos dez minutos finais, antes de Cristiano Ronaldo bisar e descansar as hostes portuguesas. Portugal entra com o pé direito na competição.

Filme do jogo:

Tal como se previa antes do apito inicial, Portugal teve o domínio completo do encontro, sempre com mais posse de bola do que os húngaros, que quase se limitaram a jogar atrás da linha de meio-campo.

Até ao intervalo, a equipa nacional criou oportunidades suficientes para inaugurar o marcador, mas pecou sempre na hora de finalizar, ora por grandes defesas de Gulácsi, ora por más decisões de alguns dos jogadores. No entanto, o vigente campeão europeu sentiu sempre grandes dificuldades para jogar dentro do bloco húngaro, optando quase sempre por atacar pelos corredores laterais.

E foi mesmo pelas alas que surgiu a primeira oportunidade de Portugal logo aos cinco minutos. Diogo Jota conduziu a bola para uma zona central do terreno, e atirou para uma boa defesa de Gulácsi, a primeira de várias na etapa inicial.

A seleção húngara, sempre muito recuada, foi tendo dificuldades em sair a jogar, e socorreu-se do seu guarda-redes para evitar o primeiro golo luso, negando, por exemplo, um golo de Ronaldo, mas o português estava em posição irregular.

O capitão luso, que fez história ao ser o primeiro jogador a participar em cinco Europeus, teve mais duas oportunidades para inaugurar o marcador. Primeiro, à passagem da meia-hora, o avançado não conseguiu direcionar um bom cruzamento de Bernardo. Depois, e de forma inacreditável, o português atirou por cima quando, na cara de Gulácsi, tinha tudo para marcar. Pelo meio das oportunidades de Ronaldo, Diogo Jota viu Gulácsi a negar-lhe o golo com mais uma grande defesa.

O segundo tempo trouxe uma Hungria mais afoita que, apesar de não atacar muito, foi conseguindo criar momentos de perigo junto da área portuguesa, sobretudo em remates de longe que testaram a atenção de Rui Patrício.

Portugal, por seu turno, foi cometendo alguns erros que não tinha cometido na primeira parte, faltando alguma criatividade na hora de finalizar. Em 20 minutos do segundo tempo, a única oportunidade de golo foi criada por Pepe que, na sequência de um canto de Bruno Fernandes, atirou para defesa de Gulácsi.

Se a Hungria foi explorando as costas da defesa do campeão europeu, a maior parte das vezes através de bolas longas, a equipa das quinas tentou os remates de longe para quebrar o nulo. Bruno Fernandes tentou a sua sorte, aos 68 minutos, mas Gulácsi conseguiu atirar para a linha de fundo.

Aos 75 minutos, Cristiano Ronaldo ficou a pedir uma grande penalidade que não foi marcada pela equipa de arbitragem, e o mesmo aconteceu com o golo anulado à Hungria. Schon, acabado de entrar, atirou para o fundo das redes de Rui Patrício, mas o lance acabaria anulado.

Fernando Santos percebeu que tinha de lançar no encontro algumas peças que mexessem com o encontro, e decidiu colocar em campo Rafa Silva e Renato Sanches, dois jogadores que deram um novo ânimo ao ataque luso, com o jogador do Benfica a estar em destaque neste período final.

E foi mesmo preciso esperar pelos instantes finais da partida para o marcado da Puskás Arena começar a funcionar. Em 15 minutos, Portugal fez aquilo que não conseguiu fazer nos restantes 75', marcando três golos em dez minutos diabólicos, quebrando a defensiva magiar que tinha fechado os caminhos até então.

O primeiro do encontro foi marcado por Raphael Guerreiro aos 84 minutos. Rafa Silva fugiu pela direita, e cruzou para o coração da área onde estava o lateral que, com alguma sorte à mistura, atirou para o fundo das redes adversárias. A bola desvia em Orbán antes de entrar na baliza de Gulácsi.

Rafa Silva voltou a estar em evidência quando, aos 85 minutos, 'cavou' uma grande penalidade que foi convertida por Cristiano Ronaldo. O capitão luso voltou a marcar, já nos descontos, após uma grande lance individual, ficando a apenas três golos do iraniano Ali Daei.

Portugal arranca, assim com uma vitória rumo à defesa do título de campeão europeu, ficando à espera do que se irá passar no encontro desta noite entre Alemanha e França.

Momento do jogo: O golo de Raphael Guerreiro, aos 84 minutos, acabou com a resistência húngara, seguindo-se depois mais dois golos que construíram uma tranquila vitória dos campeões europeus.

Acompanhamento:

90+5' - Apito final em Budapeste

90+2' - ROOOOOOOONALDOOOOO! É O BIS DO CAPITÃO PORTUGUÊS! Entrou na pequena área, driblou Gulácsi e atirou para o fundo das redes.

90' - Cinco minutos de descontos.

89' - Mudança na Hungria. Saída de Fiola para a entrada de Kevin Varga.

88' - João Moutinho lançado no encontro. Sai Bruno Fernandes. 

87' - GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOLOOOOOOOOOOOOO DE PORTUGAL! MARCA CRISTIANO RONALDO! Capitão luso converte a grande penalidade.

86' - Cartão para Orban.

85' - Grande penalidade para Portugal!

84' - GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOLOOOOOOOOOOOOO DE PORTUGAL! MARCA RAPHAEL GUERREIRO! Rafa coloca na área e Guerreiro, com alguma sorte à mistura, atirou para o fundo das redes.

80' - Dupla alteração também em Portugal. Saem Jota e William Carvalho para as entradas de André Silva e Renato Sanches.

79' - Golo anulado à Hunrgia.

76' - Dupla mexida na Hungria. Schon e David Sige entram para os lugares de Roland Sallai e Kleinheisler, respetivamente.

75' - Cristiano Ronaldo pede mão na bola por parte de Fiola, mas o árbitro e o VAR mandam seguir.

74' - Szalai remata de longe, mas a bola sai ao lado da baliza de Patrício.

70' - Primeira alteração de Fernando Santos. Sai Bernardo Silva e entra Rafa Silva.

68' - Bruno Fernandes tenta o remate de longe, mas Gulácsi defende para canto.

65' - Primeira mexida na partida. Sai Andras Schäfer na Hungria e entra Loic Négo.

59' - Rúben Dias e Szalai estão pegados, e o árbitro chama-os à parte. 

57' - Remate de Sallai termina nas luvas de Rui Patrício.

49' - Szalai remata à figura de Patrício.

47' - Canto batido por Bruno Fernandes com Pepe a cabecear para uma grande defesa de Gulácsi!

46' - Arranca o segundo tempo!

45+1' - Termina a primeira parte em Budapeste!

45' - Um minuto de compensação.

43' - Que perdida de Ronaldo! Bruno Fernandes cruzou e o capitão português apareceu na cara de Gulácsi a atirar por cima da baliza!

40' - Gulácsi volta a brilhar na baliza húngara.  Semedo cruza para Diogo Jota que domina, roda e vê o húngaro defender!

38' - Cartão amarelo para Rúben Dias.

37' - Primeiro sinal de perigo dos húngaros. Sallai tira o cruzamento e Ádám Szalai cabeceou para as mãos de Rui Patrício.

33' - Portugal está instalado no meio-campo adversário. Rui Patrício tem sido um espectador na partida até ao momento.

30' - Belo trabalho de Bernardo Silva na esquerda! Extremo cruza na direção de Ronaldo, mas o capitão não consegue direcionar o cabeceamento para a baliza.

27' - Semedo cruza, mas ninguém aparece a desviar.

25' - Bernardo Silva derrubado na área, e fica a pedir penálti. O árbitro manda seguir.

22' - Pontapé de canto para Portugal, mas a bola é afastada pela defesa magiar.

18' - Grande bola de Pepe para Ronaldo! O português aparece a desviar na cara de Gulácsi, mas havia fora de jogo do capitão de Portugal. 

17' - Fiola e Nélson Semedo chocam de cabeça. Tudo bem com os dois jogadores. 

12' - Iniciativa de jogo é feita por Portugal. A equipa húngara atrás da linha da bola.

11' - Bruno Fernandes tentou lançar Guerreiro, mas o lateral não conseguiu dominar a bola.

10' - Nota para um dado histórico de Cristiano Ronaldo. Português é o primeiro jogador a jogar em cinco Europeus.

9' - Livre batido por Bruno Fernandes! Diogo Jota atira muito por cima.

5' - Grande remate de Diogo Jota para defesa de Gulácsi! É o primeiro sinal de perigo.

1' - Rola a bola em Budapeste!

0'- Jogadores escolhem campo ou bola. Partida inicia-se dentro de minutos.

16h54: Já se ouve A Portuguesa cantada a plenos pulmões por adeptos e jogadores na Puskás Arena.

16h52: As três equipas já estão no túnel de acesso para subirem ao relvado.

16h51: Adeptos portugueses em festa na Puskás Arena.

16h48: O capitão Cristiano Ronaldo cumprimentou todos os companheiros de equipa antes de regressar ao balneário.

16h47: Jogadores já recolheram aos balneários para ouvir as últimas indicações.

16h46: André Gomes, outro dos campeões europeus em título, deseja sorte aos comandados de Fernando Santos.

16h25: Arrepiante: Já se ouve a voz de 'todos' os portugueses na Puskás Arena.

16h15: Equipa das quinas também já está no relvado.

16h13: Seleção húngara entra no relvado para o aquecimento.

16h05: Loucura total em Budapeste: Milhares de húngaros ao redor do estádio.

16h03: Ainda antes de serem revelados os onzes iniciais, a segurança obrigou Cristiano Ronaldo a apresentar acreditação.

16h00: João Palhinha, Diogo Dalot, e Gonçalo Guedes ficam de fora do encontro.

Equipas iniciais:

Hungria: Gulácsi; Botka, Orbán e Szalai; Lovrencsics, Kleinheisler, Nagy, Schafer e Fiola; Szalai e Sallai.

Suplentes: Dibusz, Bogdán, Lang, Kecskés, Nego, Bolla, Cseri, Sigér, Roland Varga, Kevin Varga, Nikolics, Schön.

Portugal: Rui Patrício, Nélson Semedo, Pepe, Rúben Dias, Raphael Guerreiro, Danilo Pereira, William Carvalho, Bernardo Silva, Bruno Fernandes, Diogo Jota e Cristiano Ronaldo.

Suplentes de Portugal: Anthony Lopes, Rui Silva, José Fonte, Nuno Mendes, Sérgio Oliveira, João Moutinho, Rafa, Renato Sanches, Rúben Neves, Pedro Gonçalves, João Félix e André Silva

15h38: Apoio português já se começa a sentir na Hungria. Confira as imagens.

15h29: Puskás Arena já está pronta para receber o encontro entre Hungria e Portugal.

15h28: Seleção da Hungria também já chegou ao estádio onde vai decorrer o encontro.

15h26: Ricardo Quaresma, campeão europeu em 2016, deixou uma mensagem de apoio à equipa das quinas.

15h15: Campeões europeus em título já estão na Puskás Arena, onde irá decorrer o encontro.

15h07: Confira a antevisão ao encontro feita pelo Desporto ao Minuto.

15h04: Já faltam menos de duas horas para a estreia de Portugal no Euro'2020.

Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por Portugal (@portugal)

Antevisão:

Hoje é dia de Portugal no Euro'2020. A seleção nacional inicia esta terça-feira a defesa do título de campeão europeu conquistado em 2016, e pela frente terá a Hungria, num jogo relativo ao grupo F do Euro'2020.

Este será um reencontro com a equipa magiar, também adversário de Portugal na estreia no Euro'2016. Na altura, as duas seleções também se encontraram na fase de grupos da competição, num jogo que terminou com um empate 3-3.

O encontro terá lugar na Puskás Arenas, em Budapeste, onde são esperados cerca de 67.000 espetadores, cerca de cinco mil dos quais portugueses. O apito inicial do turco Cuneyt Çakir está agendado para as 17h00 (hora de Lisboa).

Pode acompanhar, em direto, todas as incidências e lances do encontro na página do Desporto ao Minuto.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório