Meteorologia

  • 25 OUTUBRO 2021
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 23º

Edição

O conto de fadas de Krejcikova: Roland Garros coroou uma nova 'rainha'

Krejcikova conquistou o primeiro Grand Slam da sua carreira. Há um ano estava fora do top-100.

O conto de fadas de Krejcikova: Roland Garros coroou uma nova 'rainha'

Barbora Krejcikova escreveu, neste sábado, a página mais dourada da sua história, após vencer a final feminina de Roland Garros, diante da russa  Anastasia Pavlyuchenkova, com os parciais de 6-1, 2-6 e 6-4.

A tenista checa, número 33 do ranking WTA, que há um ano estava fora do top-100, conquistou o primeiro Grand Slam da carreira, a nível individual, depois de já ter conquistado dois Grand Slams em pares femininos e três em pares mistos.

Barbora Krejcikova impôs-se no primeiro set de forma contundente  no primeiro set, com um parcial de 6-1, para depois ser a russa, número 32 da hierarquia mundial, deixar a checa em sarilhos, levando a melhor por 6-2.

Com queixas físicas já no final do segundo parcial, Anastacia Pavlyuchenkova acabou por sucumbir, de forma decisiva, ao sétimo jogo, com Krejcikova a levar em branco o serviço da rival.

E foi mais uma vez no serviço de Pavlyuchenkova, que a tenista de 25 anos, com 5-3 no marcador, a ter a oportunidade de fechar o encontro, beneficiando de dois match points, porém a partida só ficaria encerrada no jogo seguinte, no jogo de serviço da checa. Ao cabo de duas horas, Krejcikova tocou mesmo no céu do court Philippe Chatrier.

Leia Também: Presença de Nadal em Wimbledon em risco: "Agora tenho 35 anos"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório