Meteorologia

  • 22 JUNHO 2021
Tempo
23º
MIN 15º MÁX 23º

Edição

"Temos uma vontade enorme de dar uma alegria aos portugueses"

Selecionador nacional disse que "o mais importante agora é preparar o próximo jogo".

"Temos uma vontade enorme de dar uma alegria aos portugueses"

O selecionador nacional Fernando Santos falou ao canal 11 na chegada da equipa das quinas à unidade hoteleira em Budapeste, na Hungria, onde Portugal vai ficar hospedado neste Campeonato da Europa.

O treinador português garantiu que o título de campeão europeu "não cria mais pressão" a Portugal, e mostrou-se convicto de que a seleção terá uma boa prestação no Euro'2020.

"Não sou muito de sonhar, sou mais de convicções. Claro que também sonho, mas no futebol temos de ter convicção, se não tivermos convicção, o sonho vai-se desvanecer. Acho que vimos bem preparados, a equipa está coesa, o grupo está muito unido, com muita vontade. Trabalhámos bem, vamos continuar a trabalhar aqui na Hungria e preparar o próximo jogo, que esse é o mais importante agora", começou por dizer Fernando Santos.

"Temos mais quatro dias para trabalhar com serenidade e estou convencido de que nos vamos apresentar em boa condições com a Hungria, perante um adversário forte, como os outros que virão a seguir", acrescentou, antes de falar do apoio dos adeptos à chegada.

"Acredito que vão estar mais portugueses do que pensávamos, isto abriu um pouco, há pessoas a quererem vir, por aquilo que sei. Em França já foi assim. Vamos estar aqui com eles e com todos os que estão em Portugal a apoiar", atirou, deixando ainda uma garantia no que toca ao estatuto de campeão europeu.

"A única diferença é essa, até aí nunca tínhamos vencido um Europeu. Agora somos os detentores do título, mas não aumenta a pressão, a nossa ambição é a mesma, ir jogo a jogo e chegarmos longe", sublinhou.

Sobre a promessa de deixar de fumar se Portugal revalidar o título de campeão europeu, Fernando Santos explicou as suas palavras.

"Eu não disse isso, muitos amigos meus mandaram-me mensagem a dizer que deixavam de fumar comigo, mas eu não disse isso. Eu respondi a uma pergunta, se para vencer o Campeonato da Europa, eu deixava de fumar e eu disse que sim e disse as duas que não deixava de fazer. Eu não faço promessas, aquilo que deixo aos portugueses é que temos uma forte convicção e uma vontade enorme de dar uma alegria aos portugueses", concluiu.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório