Meteorologia

  • 28 JULHO 2021
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 29º

Edição

18 dias para o Euro: Finlândia faz a estreia nos grandes palcos

Conjunto finlandês está inserido no grupo B e terá de medir forças com Dinamarca, Bélgica e Rússia.

18 dias para o Euro: Finlândia faz a estreia nos grandes palcos

Mais um dia, mais uma seleção em foco no Desporto ao Minuto nesta contagem decrescente para o Euro'2020. Hoje é a vez de lhe apresentarmos a seleção da Finlândia. Sim, bem sabemos que os finlandeses estão longe de ser uma potência no futebol europeu, mas desenganem-se quem pensar que esta seleção vai apenas marcar presença no Campeonato Europeu. 

Ainda assim, vale ressalvar que esta é a primeira presença da seleção da Finlândia na fase final de uma grande competição de seleções. Não é, por isso, estranho o facto de grande parte dos jogadores não serem conhecidos do grande público, mas isso não quer dizer que falta qualidade a esta seleção. De todo o modo, a missão dos finlandeses não será fácil. Inseridos no grupo B, a Finlândia terá que lutar com Dinamarca, Bélgica e Rússia por uma vaga na fase seguinte. 

Figura

Teemu Pukki é a grande esperança de todos os finlandeses. O experiente avançado de 31 anos assinou uma época brilhante ao serviço do Norwich, que foi campeão do Championship e subiu à Premier League, e chega a este Euro'2020 com a moral em alta e com 26 golos apontados. Com a grande oportunidade de representar a seleção numa grande competição, Pukki será a maior ameaça para qualquer adversário dos finlandeses. Conta com 90 internacionalizações nas quais apontou 30 golos. 

Joker 

É verdade que os finlandeses precisam de golos, mas não menos importante é a segurança defensiva. Para isso na baliza a aposta deve recair em Lukas Hradecky, guardião do Bayer Leverkusen que chegou a ser colocado na rota do Benfica há um par de épocas. Com um 1,92 de altura, Hradecky promete ser a última barreira da Finlândia e pode ser precioso em alguns jogos de maior aperto defensivo. 

Sistema tático 

A Finlândia será sempre uma equipa muito mais defensiva do que atacante. Sendo uma da seleções teoricamente mais fragilizadas, o conjunto orientado por Markku Kanerva alinha sempre com uma linha defensiva reforçada com cinco elementos e com foco nos equilíbrios a meio-campo. Na frente de ataque, os extremos estão encarregues de oferecer golos a Pukki. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório