Meteorologia

  • 24 JUNHO 2021
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 32º

Edição

Governo não prevê presença de público na final da Taça de Portugal

Ministra de Estado e da Presidência sublinha que, para já, "a única previsão de eventos-teste são os jogos da última jornada da I Liga".

Governo não prevê presença de público na final da Taça de Portugal

A ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, anunciou, esta quinta-feira, durante a conferência de imprensa que se seguiu ao Conselho de Ministros, que não está prevista a presença de público na final da Taça de Portugal.

A responsável política sublinhou que, para já, "a única previsão de eventos-teste são os jogos da última jornada da I Liga", pelo que não há indicação de que o mesmo possa suceder no Sporting de Braga-Benfica, que se encontra agendado para as 20h30 (hora de Portugal Continental) do próximo dia 23 de maio, no Estádio Cidade de Coimbra.

"Aquilo que vai acontecer na última jornada deste campeonato é um evento-teste. Nós não podemos dizer que vai haver um regresso aos estádios. São um conjunto de eventos-teste que, como os estádios têm caraterísticas diferentes, será feito em todos aqueles onde haverá jogos na última jornada. Não é nada mais do que isso. Têm existido eventos-teste de outra natureza e noutras atividades", afirmou.

"O Governo não definiu regras específicas para nenhum destes eventos. Existe um procedimento quando há eventos fora dos eventos normais, que passa por um contacto com as forças de segurança, com as autoridades de saúde, com os municípios. Este não é o único evento que existe, há outros que têm estas movimentações", acrescentou.

Mariana Vieira da Silva defendeu, ainda, que a mudança da final da Liga dos Campeões para o estádio do Dragão, no Porto, "é um sinal das condições epidemiológicas que Portugal tem neste momento, e é um bom sinal".

"Existe uma lista de requisitos muito fechada. Obviamente que as pessoas que possam vir de avião - sendo que, neste momento, os voos ainda têm limitações - cumprem as regras que estiverem definidas, e, obviamente, o dispostivio de segurança que terá que ser montado, como foi no ano passado, na cidade de Lisboa. Aquilo que importa é garantir que as pessoas que são o público deste jogo cumprem estas regras de viajar em bolha, de entrar e sair dentro de 24 horas, de virem todas testadas e de não terem um contacto com a população em geral", concluiu.

Leia Também: UEFA confirma final da Champions no Dragão com 12 mil adeptos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório