Meteorologia

  • 28 JANEIRO 2022
Tempo
17º
MIN 9º MÁX 17º

Edição

"Não disse que não quero ser selecionador alemão. Disse que não posso"

Jurgen Klopp assume que "seria uma grande honra" mas reforça o compromisso com o Liverpool.

"Não disse que não quero ser selecionador alemão. Disse que não posso"

Jurgen Klopp voltou, esta quarta-feira, a deixar bem claro que, neste momento, não lhe passa pela cabeça de assumir o comando técnico da seleção alemã, face ao já anunciado 'adeus' de Joachim Low após o Campeonato da Europa.

Em entrevista concedida ao jornal germânico Sport Bild, o treinador assumiu, ainda assim, que "seria uma grande honra" ocupar o cargo: "Não disse que não quero ser selecionador, mas sim que não posso".

"Não posso. Lamento muito se as pessoas ficaram desiludidas com isso, mas não posso abandonar as minhas responsabilidades", referiu o técnico, que tem ainda mais três anos de contrato com o Liverpool.

Jurgen Klopp afirmou, ainda, que Hans-Dieter Flick seria uma escolha "excelente" para tomas as rédeas da seleção alemã, mas sublinhou que acredita que este irá "continuar no Bayern Munique", pelo que a sua 'aposta' é outra.

"Penso que Ralf Rangnick é um treinador extraordinário, especialmente para uma Federação que há anos tem tentado mudar coisas (...). Existe uma nova sede em Frankfurt. O Ralf podia agilizar muitas coisas. Penso que seria uma escolha muito boa", completou.

Leia Também: Klopp fala da lesão de Rui Patrício: "Foi horrível"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório