Meteorologia

  • 16 ABRIL 2021
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 23º

Edição

Há um novo Renault Captur e já tem preço para Portugal

Versão desportiva R.S. Line foi agora revelada.

Depois dos modelos, Clio e Mégane, é a vez do Renault Captur passar a estar disponível (também) com a desportiva linha de equipamento R.S. Line. Ou seja, uma imagem inspirada no ADN desportivo da Renault e transversal às motorizações TCe 95, TCe 140, TCe 140 EDC, TCe 160 EDC e E-Tech híbrido Plug-In 160.

Exteriormente é imediatamente percetível a imagem desportiva do Renault Captur R.S. Line, com os logos identificativos da versão presentes nas laterais, mas igualmente na mala. Por sua vez, o design musculado é sublimado pela carroçaria em dois tons e pelas aplicações metalizadas escurecidas. E se a dianteira recebe uma proteção inferior específica, com a já icónica e distintiva lâmina aerodinâmica F1, inspirada no mundo da competição; na traseira, destaque para as proteções inferiores exclusivas e para as duas estilizadas saídas de escape.

E como uma imagem desportiva não fica completa sem umas jantes a condizer, o Captur R.S. Line é equipado com umas exclusivas jantes de 18 polegadas, com “corte em diamante”, devidamente identificadas com o logo R.S. Line.

No interior do Captur R.S. Line somos imediatamente remetidos para um ambiente desportivo, mas igualmente sofisticado.

O revestimento negro do teto, o volante em pele perfurada com o logo R.S. Line, os pedais desportivos em alumínio, a sofisticada consola central com “pespontos” em vermelho, os exclusivos e envolventes bancos desportivos com tiras vermelhas, as saídas de ventilação no mesmo tom, as aplicações tipo carbono na consola e nos painéis das portas, bem como a assinatura “Renault Sport” nas soleiras das portas são pequenos grandes detalhes exclusivos deste nível de equipamento.

Sob o capot, o Captur R.S. Line oferece uma alargada gama de evoluídos motores, com a eficiência e o dinamismo como denominadores comuns.

Esta seleção inclui os motores a gasolina TCe 95, TCe 140, TCe 140 EDC e TCe 160 EDC, os dois últimos associados à caixa EDC de dupla embraiagem, que conta com patilhas de seleção no volante, para uma condução ainda mais desportiva e entusiasmante.

Mas natural destaque para as propostas híbridas dotadas da tecnologia E-TECH, que beneficia da experiência da equipa Renault DP World F1® e que proporciona uma elevada eficiência e prazer de condução.

Com efeito, o Captur R.S. Line também está disponível com a tecnologia E-TECH Híbrido Plug-in 160. Com 158 cavalos de potência, assenta num motor a gasolina com 1.6 cc de cilindrada e 91 cavalos, bem como em dois motores elétricos: um de tração, com 67 cavalos (49 kW), associado a uma bateria de 10.4 kWh (345V) e um segundo motor elétrico que mais não é do que um Alternador Gerador de Alta-Voltagem (HSG) para os arranques e alimentação em modo elétrico.

Ainda este ano está previsto o lançamento do Renault Captur E-Tech híbrido 140, precisamente com o sistema híbrido já disponível no modelo Clio.

O Renault Captur R.S. Line chega em maio, mas já pode ser encomendado por um preço a partir de 24.890 euros.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório