Meteorologia

  • 19 JANEIRO 2021
Tempo
15º
MIN 4º MÁX 15º

Edição

As notas do Rangers-Benfica: O segredo estava no banco

Águias estiveram a um passo de averbar uma derrota, mas reagiram a tempo e conseguiram arrancar um empate na visita a Glasgow.

As notas do Rangers-Benfica: O segredo estava no banco

O Benfica teve de sofrer para arrancar um empate na visita ao Rangers (2-2), em jogo disputado na noite de quinta-feira e referente à 4.ª jornada da fase de grupos da Liga Europa. As águias até estiveram a perder por dois golos aos 77 minutos, mas reagiram de forma inesperada e mostraram ter argumentos para causar estragos em Glasgow. 

Gonçalo Ramos, Diogo Gonçalves e Pizzi entraram no decorrer da segunda parte e deram outra vida ao jogo dos encarnados.

A reação dos comandados de JJ, numa altura em que Gerrard e companhia já iam fazendo as contas de uma vitória, valeu um precioso empate que deixa as duas equipas com oito pontos no grupo D da Liga Europa. 

Vamos aos protagonistas. 

A figura 

Muitas vezes acusado de não aparecer nos jogos com maior grau de dificuldade, Pizzi fica diretamente ligado a este empate e à reação enérgica das águias depois de estarem com dois golos de desvantagem. Entrou no decorrer da segunda parte e assinou o segundo golo que, diga-se, contou com alguma nota artística. Não foi o melhor jogo de Pizzi - longe disso -, mas foi ele o rosto da revolta encarnada. 

A surpresa 

Gonçalo Ramos desiludiu na Taça de Portugal, foi alvo de um reparo de Jorge Jesus mas em Glasgow não teve medo de fazer estragos. Não marcou, mas foi ele quem obrigou Tavernier a meter a bola na própria baliza. Trouxe vivacidade a um ataque muito pouco colorido e entregue a Seferovic

A desilusão 

Gilberto continua sem confirmar os créditos que fizeram com que Jorge Jesus pedisse a sua contratação junto do Benfica. O lateral brasileiro voltou a mostrar muitas fragilidades a defender e poucos argumentos para ajudar a equipa na hora de atacar. Acabou por sair e deixar o corredor direito para Diogo Gonçalves. Curiosamente, foi a partir daí que o Benfica melhorou a olhos vistos. 

Steven Gerrard 

Este Rangers é uma equipa muito bem trabalhada e Gerrard deu nova prova disso na noite de ontem. Porém, esta equipa escocesa parece acusar o passar dos minutos e relaxar quando está demasiado confortável na partida. Tal como na Luz, o Rangers esteve em vantagem e podia ter levado a vitória, mas deixou-se surpreender pela reação tardia das águias

Jorge Jesus 

Estava limitado devido às nove baixas para este jogo, mas operou uma alteração inesperada ao manter Helton Leite na baliza, ao invés do habitual Odysseas. Viu a equipa sofrer, mas mexeu bem no decorrer da segunda parte com as entradas certeiras de Diogo Gonçalves, Pizzi e Gonçalo Ramos. 

Radu Petrescu

O árbitro romeno foi controlando o jogo e por vezes usou demasiado o apito. No lance de maior discussão, quando Vertonghen tocou a bola com a mão na grande área do Benfica aos 63 minutos, decidiu nada assinalar e errou. Vale recordar que nesta fase da Liga Europa não há VAR.  

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório