Meteorologia

  • 28 NOVEMBRO 2020
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

As notas do Paredes-Benfica: Baixo ritmo, mas com cabeça... de um grego

Equipa encarnada mostrou pouco em relação ao que se esperava para este encontro e fez os mínimos para passar. Paredes não conseguiu rivalizar com a superioridade das águias e ameaçou a baliza de Helton... apenas uma vez.

As notas do Paredes-Benfica: Baixo ritmo, mas com cabeça... de um grego

O Benfica carimbou o passaporte para a 4.ª eliminatória da Taça de Portugal, depois de vencer o União de Paredes pela margem mínima. Samaris fez a diferença num jogo onde o onze encarnado esteve quase irreconhecível , e que ficou também ele marcado pelas estreias na equipa das águias.

Helton Leite, João Ferreira, Daniel dos Anjos, Tiago Araújo e Morato estrearam-se na formação principal do Benfica, Ferreyra voltou a ser titular após 22 meses de ausência, e Cervi, Jardel, Ferro e Samaris foram titulares, quando quase não somaram minutos esta temporada.

As mudanças foram muitas e o Benfica sentiu-as. Apesar de um início de jogo muito dominador, o conjunto de Jorge Jesus soube ter calma e esperar pelo momento certo. Samaris inaugurou o marcador aos 26 minutos e a partir desse momento o Paredes deixou única e exclusivamente de se limitar a defender.

A equipa de Eurico Couto tentou soltar-se e jogar mais alargado no terreno, mas os argumentos para esse objetivo foram muito fracos. Só por uma ocasião, Helton Leite foi realmente colocado à prova. O Paredes fez pouco para seguir em frente, mas a verdade é que o Benfica, que podia (e devia) fazer mais também não o fez.

Muita posse de bola, isso sim, mas com pouca acutilância. Depois de uma primeira parte com algumas oportunidades, os segundos 45 minutos foram fracos e as substituições também não vieram ajudar, antes pelo contrário. No final do jogo, o próprio Jorge Jesus referiu isso mesmo.

O que é certo é que com ou sem brilho, valeu a cabeça de Samaris para colocar o Benfica na próxima eliminatória da Taça de Portugal. O grego que acabou por ser, sem grande dificuldade, um dos melhores em campo.

Figura do jogo: Não houve uma exibição de gala, longe disso. No entanto, a  tranquilidade e a segurança dada no meio-campo por Samaris é de salientar e o golo, claro, fez a diferença num encontro que poderia ter sido bem mais difícil se o grego não tivesse feito balançar as redes aos 26 minutos.

Surpresa: Como já dissemos, ninguém fez um jogo brilhante em Paredes. Ainda assim, e sobretudo no primeiro tempo, Chiquinho parecia estar em quase todo o lado. Foi o médio que mais tentou criar situações de perigo e o mais inspirado.

Desilusão: Se encararmos este jogo como uma oportunidade, Facundo Ferreyra pode ter desperdiçado uma das últimas para convencer Jorge Jesus. Dois cabeceamentos à baliza foi o melhor que o argentino conseguiu em 69 minutos em campo. Esperava-se, ou exigia-se, mais de um avançado com a tarimba de Ferreyra.

Jorge Jesus: Pagou caro todas as mudanças. Percebe-se a intenção de fazer descansar os jogadores mais utilizados para a ronda infernal de jogos que o Benfica terá pela frente. Contudo, não se pode isentar de culpas perante uma exibição pobre diante de um rival que pouco fez durante os 90 minutos.

Eurico Couto: Até ao golo encarnado, o Paredes foi uma equipa que se limitou a defender. Foi a única preocupação durante a primeira meia hora de jogo. A equipa tentou soltar-se, mas acabou por sentir grandes dificuldades durante toda a partida. Eurico Couto poderia ter puxado mais pelos seus jogadores e aproveitar o facto da exibição do Benfica ter sido pouco conseguida.

Árbitro Vítor Ferreira: Critério muito apertado. Não houve lances de difícil análise e acabou por passar despercebido no encontro. No fundo, o que se pede a um árbitro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório