Meteorologia

  • 26 NOVEMBRO 2020
Tempo
MIN 8º MÁX 15º

Edição

"O Matheus bate 10 penáltis no treino e marca 10. Falhou, como eu falho"

FC Porto defronta esta terça-feira o Olympiacos na 2.ª jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

"O Matheus bate 10 penáltis no treino e marca 10. Falhou, como eu falho"

O FC Porto entra novamente em campo esta terça-feira diante do Olympiacos, no estádio do Dragão, num jogo referente à 2.ª jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Numa partida que marca o regresso dos adeptos portistas ao Dragão, a equipa azul e branca procura a vitória depois da derrota em Manchester, frente ao City de Pep Guardiola.

Sérgio Conceição e Tecatito fizeram a antevisão do encontro com o Olympiacos esta segunda-feira e os dois concordaram na importância de conquistar os três pontos neste jogo em casa.

Sérgio Conceição

Importante vencer em casa: Obviamente que é importante, apesar de não ficar nada decidido. Mas é sem dúvida um jogo que tem o seu peso.

Equipa confortável neste novo modelo: Se eu não estivesse confortável ou sentisse que a equipa não estivesse confortável não o faria. Os jogadores têm de se sentir bem. Se me perguntar se esta forma de jogar tem sido habitual, não tem. Mas trabalhamos sistemas alternativos aos que utilizamos mais, nomeadamente o 4-4-2 e o 4-3-3. Tudo passa por uma dinâmica e uma identidade que não muda, é importante realçar.

Luís Diaz e Otávio aptos?: Ainda estão em dúvida e não sabemos se contamos com eles. Não são lesões graves e por isso mantém-se a dúvida até à hora do jogo.

Regresso do público: É com muito gosto que vejo o regresso do público, que peca por tardio. Se calhar tem noutros eventos tem havido público de uma forma não tão segura como num estádio de 50 mil pessoas virem 3.750 pessoas.

O que espera do Olympiacos: Conhecendo o que é o Pedro [Martins] e as suas equipas, acho que não vai mudar muito. A equipa está habituada a estes palcos, a Federação Grega protege as equipas para estes jogos. Olham muito para a Europa e a equipa pode dar uma resposta diferente depois de ter sido adiado o jogo com o PAOK. É uma equipa experiente e bem orientada por um treinador que conhecemos. Em sete jogos não tem derrotas e é uma boa equipa. Ganhou ao Marselha, vamos ter as nossas dificuldades, mas obviamente que eles também vão ter dificuldades impostas pelo FC Porto. Hoje em dia há tanta informação para cada equipa esteja bem informada sobre o adversário, neste caso sobre o Olympiacos.

Estratégia em termos posicionais/bolas paradas: Nós temos de olhar para nós e levar o jogo para onde queremos. Não posso partilhar estratégias convosco, mas centramos todas as atenções naquilo que podemos fazer para ganhar o jogo. Nós trabalhamos sempre as bolas paradas. O Alex Telles foi embora, era exímio, mas teremos outros jogadores. As bolas paradas são sempre um momento importante e nós vamos continuar a trabalhar esse aspeto.

Reforços prontos para entrar no 11?: Dentro da falta de tempo, temos que dar tempo a estes jogadores e temos de os incluir na equipa e onde se sintam confortáveis. O Sarr foi incluído na equipa porque em França ele jogou numa linha de cinco durante dois anos e dava-me boas indicações para o jogo com o City, que era um jogo de elevado grau de dificuldade. Aos poucos é preciso dar tempo, sem ter muito tempo para trabalhar.

Fábio Vieira: É um jogador da equipa principal, não o olho como jogador da formação. Olho para todos os jogadores do plantel e escolho o melhor onze. 

Marcador de penáltis: Há uma ordem de jogadores para bater. O Matheus [Uribe] bate 10 penáltis e marca os 10 nos treinos. No jogo falhou, acontece. É como um avançado não marcar, um defesa falhar, faz parte do jogo errar. Eu também erro muito.

Tecatito Corona

Importância de vencer o Olympiacos depois da derrota com o City: Acho que não é muito diferente o jogo de amanhã. Não gostamos de perder e é assim que vamos olhar para o jogo de amanhã.

Jogo com público: Estamos felizes por isso, de voltar a ver o Dragão com adeptos. Estamos ansiosos e temos que dar uma boa resposta para todas essas pessoas também.

Principais dificuldades impostas pelo Olympiacos: Vai ser um jogo muito importante para nós e para eles, mas temos de olhar para o que nós vamos fazer. É assim que vamos olhar para o jogo.

Olympiacos conhece melhor o FC Porto, é um problema?: Como disse antes, acho que temos de olhar mais para aquilo que temos fazer. É assim que vamos entrar no jogo de amanhã.

Novo sistema contra o Gil Vicente: Trabalhamos com uma vontade enorme e acho que todo o grupo se sentiu muito bem. Trabalhamos para isso.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório