Meteorologia

  • 28 NOVEMBRO 2020
Tempo
15º
MIN 9º MÁX 17º

Edição

Lito Vidigal pede ainda mais "humildade" frente ao Portimonense

O treinador do Marítimo, Lito Vidigal, afirmou hoje na conferência de antevisão ao encontro com o Portimonense, que a sua equipa precisa de ser ainda mais "humilde", no embate da quarta jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Lito Vidigal pede ainda mais "humildade" frente ao Portimonense
Notícias ao Minuto

15:11 - 16/10/20 por Lusa

Desporto Declarações

"Nós temos de encarar este jogo com ainda mais humildade, porque foi o que nos fez obter uma vitória histórica no 'Dragão'. Apesar de serem jogos diferentes, se respeitarmos o Portimonense como respeitámos o FC Porto podemos ganhar", sublinhou o técnico, referindo-se ao encontro da jornada transata, em que os 'verde rubros' venceram o FC Porto, por 3-2.

O timoneiro dos madeirenses desvaloriza o facto de o encontro ser dentro de portas, defendendo que a "vontade de vencer" tem de prevalecer em qualquer ocasião.

"Nós temos de jogar em casa e fora da mesma forma, com intenção de vencer, independentemente do adversário e dos campos onde nós vamos jogar. O nosso objetivo é vencer, sempre", salientou.

Lito Vidigal defende que a equipa atravessa um bom momento, após as duas vitórias consecutivas para o campeonato, em casa frente ao Tondela (2-1) e na última jornada na deslocação ao 'Dragão' (3-2), mas enaltece que "não há jogos fáceis".

"É importante trabalhar sobre vitórias, porque isso dá-nos mais confiança e motivação para continuar aquilo que começámos. Não há jogos fáceis na I Liga, as equipas são muito parecidas e a sua qualidade é idêntica, à exceção de três ou quatro clubes, que são os possíveis campeões, com orçamentos diferentes dos nossos", afirmou o técnico de 52 anos.

Espera um "adversário difícil" na receção à formação de Portimão, que na sua opinião, em termos de qualidade, "é muito semelhante" ao Marítimo.

"A qualidade do Marítimo e do Portimonense é semelhante, vai depender da forma como nós vamos encarar o jogo. Temos de ser mentalmente fortes, ter a solidariedade que tivemos no último jogo, e, acima de tudo, ser inteligentes na gestão do jogo. Se tivermos isto tudo a possibilidade de vencermos é maior."

O técnico dos 'leões do Almirante Reis' despediu-se de duas peças fundamentais da equipa, Nanu, foi vendido ao FC Porto, após a vitória sobre os 'azuis e brancos', enquanto Getterson rumou à Arábia Saudita para representar o Al Ain, recém-promovido ao principal escalão do futebol saudita.

"Foram jogadores importantes para o Marítimo. É claro que a equipa ao perder dois elementos fica mais limitada, mas a saída desses jogadores também alimenta o projeto, e o Marítimo é um projeto. Cabe-nos a nós, dentro daquilo que é o projeto sub-23 e equipa B encontrar soluções para colmatar essas saídas, sei que vai ser difícil, mas não posso deixar de estar feliz por estes jogadores", referiu. 

No papel de anfitrião, o Marítimo recebe o Portimonense, para a quarta jornada da I Liga portuguesa, sábado, às 15:30, no Estádio do Marítimo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório