Meteorologia

  • 27 JUNHO 2022
Tempo
23º
MIN 15º MÁX 23º

Meio-campo do Sporting: Quem fica, quem sai e os que estão na incerteza

De salientar que nesta quinta-feira Eduardo deixou de ser opção para Amorim, uma vez que foi cedido ao Crotone, e Daniel Bragança mereceu voto de confiança, após a renovação de contrato. Mas há outros casos ainda por resolver.

Meio-campo do Sporting: Quem fica, quem sai e os que estão na incerteza

O Sporting realiza, neste domingo, o derradeiro jogo de preparação para a temporada 2020/21, diante do Napoli, relativo ao troféu Cinco Violinos, tendo já também no horizonte a estreia oficial na I Liga, contra o Gil Vicente, a 19 de setembro.

A prova do 'contrarrelógio' fica, desta forma, cada vez mais apertada e torna-se urgente lapidar as últimas entradas e saídas para que Rúben Amorim saiba com o que vai poder contar daqui em diante.

E olhando para todos os setores do plantel verde e branco, a linha intermédia parece ter, porque ainda muito pode acontecer na presente janela de transferências, os contornos mais bem delineados.

Curiosamente esta quinta-feira trouxe duas certezas no que diz respeito a este capítulo, uma das quais relacionada com Eduardo e a outra outra com Daniel Bragança.

O médio brasileiro, de 25 anos, vai rodar na Serie A, ao serviço do Crotone, até ao final da presente temporada. Eduardo não se conseguiu afirmar de leão ao peito, tendo contabilizado 22 jogos na temporada passada, apenas 11 a titular.

Por sua vez, Daniel Bragança, jovem formado na Academia de Alcochete, e que na temporada transata esteve emprestado ao Estoril (22 jogos e quatro golos), mereceu um voto de confiança da SAD verde e branca que renovou com o médio (por um período não revelado), ficando agora com uma cláusula de rescisão de 45 milhões de euros.

Todavia, as certezas também dão lugar a algumas dúvidas...

Uma delas prende-se com João Palhinha. Começou por ser dado como jogador transferível no presente mercado de verão (e esse cenário não está descartado) e se chegar uma proposta de 15 milhões de euros o Sporting não descarta fazer negócio. Porém, o médio que esteve cedido ao Sporting de Braga na passada época deve não só ficar, como renovar contrato com o emblema de Alvalade, estando aqui subjacente uma melhoria salarial.

Quem não tem definitivamente lugar certo no plantel leonino são Matheus Oliveira, Doumbia e Miguel Luís. O primeiro não contabilizou qualquer minuto nos jogos de pré-época. Aliás, na temporada transata também não somou qualquer minuto, tendo integrado o plantel apenas e só quando Rúben Amorim assumiu o comando técnico.

Doumbia também não entra nos planos do treinador verde e branco, sendo que o desejo da direção leonina passa por um empréstimo ou uma venda a título definitivo. Relembrar que o costa-marfinense de 22 anos não chegou a ser utilizado em qualquer dos três testes efetuados no Algarve, com Farense (à porta fechada), Portimonense e Belenenses SAD.

Por sua vez, Miguel Luís também é outro dos excedentários que pode até permanecer no plantel da equipa principal, mas sem estar descartada a opção de rodar num outro clube da I Liga para ganhar mais tarimba (o médio português de 21 anos ainda não teve qualquer experiência fora de Alcochete, sendo que na época passada só foi opção em sete ocasiões).

Dois 'diamantes' para lapidar e dar lustro à nova pele do leão

Na lista das certezas e com lugar no plantel do Sporting 2020/21 aparecem dois médios, ainda com muita 'barba por crescer', mas que trabalham já o músculo para serem opção para Rúben Amorim: falamos de Matheus Nunes e Rodrigo Fernandes.

O médio brasileiro que já tinha contabilizado 10 encontros na temporada transata foi uma das 'cartas' mais utilizadas por Amorim na pré-época, rubricando 337 minutos distribuídos por cinco encontros de preparação.

Um pouco mais atrás no período de maturação aparece o luso Rodrigo Fernandes, que mais escondido na temporada 2019/20, apareceu no arranque de trabalhos com vontade de gritar 'presente' ao seu treinador. E Amorim não se deixou incomodar pela idade que Rodrigo tem no cartão de cidadão (19 anos) e soltou-o às 'feras' em todos os jogos de preparação realizados no Algarve.

O médio que impressiona e o médio que Amorim não quer largar 

Pedro Gonçalves chegou do Famalicão com rótulo de craque, afinal os números assinados no emblema minhoto na temporada anterior eram já um bom cartão de apresentação (sete golos em 40 jogos), todavia, e como muitas vezes acontece, quando um futebolista se transfere para um dos 'grandes' da I Liga as pernas, às vezes, tendem a tremer.

As de Pote, assim conhecido no mundo dos relvados, não tremeram, assumindo-se desde já como um dos baluartes do miolo leonino. E, para adoçar ainda mais a boca, Pedro Gonçalves já fez questão de balançar as redes, desta feita diante do Belenenses SAD, no estágio realizado no Algarve.

Por fim, mas não menos importante, aparece a situação de Wendel, um dos futebolistas considerados essenciais no esquema táctico de Amorim, mas que poderá abandonar Alvalade se os cifrões que chegarem rondarem os 35 milhões de euros. De outra forma, e pelo que se avança na imprensa lusa, o médio brasileiro está de corpo e alma no recinto leonino. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório