Meteorologia

  • 15 AGOSTO 2020
Tempo
21º
MIN 17º MÁX 26º

Edição

Minuto 12 da Taça será usado para protestar contra cartão do adepto

Em 26 de junho foi publicada, em Diário da República, uma portaria que regula o novo cartão do adepto, documento que visa "o registo e a identificação dos seus titulares" tendo em vista a "promoção da segurança e do combate ao racismo, à xenofobia e à intolerância nos espetáculos desportivos" e cuja utilidade a APDA refutou hoje em comunicado.

Minuto 12 da Taça será usado para protestar contra cartão do adepto
Notícias ao Minuto

22:30 - 31/07/20 por Lusa

Desporto protesto

O minuto 12 da final da Taça de Portugal de futebol, entre Benfica e FC Porto, vai ser utilizado para protestar contra a implementação do cartão do adepto, revelou hoje à Lusa a Associação Portuguesa de Defesa do Adepto (APDA).

O protesto irá decorrer no sábado, em Coimbra, onde se realiza o encontro decisivo da prova 'rainha' do futebol português, assim como em vários outros locais do país, e será divulgado nas redes sociais de "todos os que se juntaram em prol deste manifesto nacional, respeitando sempre todas as regras" de distanciamento social, tendo em vista prevenção da covid-19, garantiu a presidente da APDA, Martha Gens.

Em 26 de junho foi publicada, em Diário da República, uma portaria que regula o novo cartão do adepto, documento que visa "o registo e a identificação dos seus titulares" tendo em vista a "promoção da segurança e do combate ao racismo, à xenofobia e à intolerância nos espetáculos desportivos" e cuja utilidade a APDA refutou hoje em comunicado.

"Trata-se de um conceito importado de meia dúzia de países europeus, porém, totalmente ultrapassado. Mas por cá, como já é hábito, gostamos de andar na cauda da Europa, seguindo e copiando medidas que entretanto já foram abolidas nos poucos países que caíram no erro de as adotar", critica a APDA.

A associação refere, ainda, que a medida é "altamente contraproducente" e que não produz "o efeito pretendido", uma vez que "não são pedaços de papel que mudam as pessoas e a sua natureza", além de que resultará na "perda de adeptos num campeonato já com poucos", como a I Liga portuguesa de futebol.

"Implementa a ideia da separação entre adeptos 'bons' e 'maus', um ato que potencia gravemente a discriminação e facilmente se torna numa ferramenta de repressão direta e indireta em massa para um grupo de pessoas que têm sido gratuitamente estereotipadas ao longo de vários anos", critica o comunicado dos adeptos.

O documento lamenta, ainda, que o país, "no segmento social desportivo, seja norteado por gente que não sabe ou não quer saber realmente o que está a fazer ao desporto" e afirma que a implementação do cartão do adepto "torna-se paradoxal numa sociedade que, de peito cheio, exalta valores como a própria liberdade" de todos os cidadãos.

"Por todos aqueles que realmente vivem o desporto em Portugal, por oposição à festa dos que vivem do desporto e que pouco preocupados estão com o que devia ser visto como o maior ativo do futebol, os adeptos, nós dizemos não ao cartão. Divididos nas cores, unidos nos valores", conclui o comunicado da APDA.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório