Meteorologia

  • 31 MAIO 2020
Tempo
27º
MIN 19º MÁX 29º

Edição

Luiz Phellype taxativo: "Prefiro que a temporada termine"

Avançado brasileiro do Sporting defende final da presente temporada para que não se complique a seguinte.

Luiz Phellype taxativo: "Prefiro que a temporada termine"

Luiz Phellype revela-se preocupado com o momento atual que a saúde mundial atravessa por conta do novo coronavírus. O avançado brasileiro do Sporting considera que em Portugal a pandemia já está mais controlada, mas recorda que ao início se desvalorizou a Covid-19, encontrando semelhanças com o que aconteceu, mais tarde, no Brasil. 

"Aqui o clima ainda é de tensão. Tudo começou antes, ficou tudo pior antes. No começo, não deram tanto valor, o que acredito que tenha acontecido no mundo todo, não valorizaram tanto. Só que as coisas ficaram sérias e houve um choque de realidade. As pessoas já não saem mais, só vão às ruas para ir ao supermercado e voltam. E têm que entrar com senha, três de cada vez. Não sei até quando isso vai durar. Está muito difícil", começou por contar Luiz Phellype, em entrevista à Gazeta Esportiva, prosseguindo.

"Pelo que acompanhei, vi que no Brasil, assim como aqui em Portugal, as pessoas demoraram a perceber o que realmente estava a acontecer, para a gravidade da coisa. Também não deram muito valor, com praias e bares lotados. As pessoas têm que se cuidar, senão a tendência é piorar, não tem jeito. No Brasil costuma ter muito mais aglomeração de pessoas do que na Europa. O cenário melhorou porque todos passaram a ter maior noção. O que estamos vivendo é muito sério, não é uma brincadeira",explicou. 

Luiz Phellype é o único jogador do Sporting que está autorizado a deslocar-se à Academia do Sporting em Alcochete para realizar a recuperação física após ter sido sujeito a uma intervenção cirúrgica por conta de uma lesão no ligamento cruzado anterior do joelho direito. O avançado brasileiro explica o processo de recuperação e defende o fim desta temporada para que a próxima seja iniciada sem complicações. 

"A minha recuperação segue normal porque só eu estou autorizado a vir ao centro de treinos, justamente para poder dar seguimento à minha fisioterapia, que preciso fazer todos os dias. Só eu e o fisioterapeuta. Venho, faço meu treino e volto para casa. Os restantes jogadores estão todos em casa, fazendo treino por vídeo", frisou, antes de prosseguir. 

"Sinceramente, prefiro que a temporada termine, que arranjem uma maneira da melhor forma possível, até para não termos complicações na próxima temporada. Debate vai existir, uns serão contra e outros a favor, mas acho que é o melhor. O plano deles parece que é mesmo encerrar o campeonato", rematou Luiz Phellype

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório