Meteorologia

  • 31 MARçO 2020
Tempo
12º
MIN 6º MÁX 14º

Edição

"É inadmissível sofrer cinco golos de bola parada"

Emanuel Ferro explica a eliminação europeia do Sporting com "erros individuais e coletivos".

"É inadmissível sofrer cinco golos de bola parada"
Notícias ao Minuto

21:23 - 27/02/20 por Notícias Ao Minuto 

Desporto Emanuel Ferro

Emanuel Ferro lamentou, esta quinta-feira, a derrota na visita ao Basaksehir, por 1-4, que atirou com o Sporting para fora da Liga Europa. Em declarações prestadas na zona de entrevistas rápidas, o treinador-adjunto de Jorge Silas desvalorizou, ainda, uma eventual demissão devido à crise de resultados.

Análise: Era um jogo diferente, sabíamos disso. O adversário ia ter mais iniciativa, baixámos um pouco as linhas, se calhar demasiado e demonstrámos alguma incapacidade de pressionar. Os golos que sofremos foram de bola parada. Acabámos por sofrer da iniciativa do adversário. Na segunda parte entrámos bem, dominámos o jogo, marcámos, ficámos por cima da eliminatória, tivemos situações de golos e sofremos em cima do final do jogo, de forma injusta, a nosso ver. Tínhamos sido superiores no conjunto das duas mãos. O prolongamento foi mais do mesmo. É inadmissível que tenhamos permitido cinco golos de bola parada no conjunto das duas mãos. Fomos superiores, podíamos ter matado a eliminatória, mas acabámos por sofrer com as bolas paradas.

Entrada de Doumbia: Fizemos o que achávamos que devíamos fazer, resultou bem, podíamos ter matado o jogo, não baixamos as linhas, apenas conseguimos estancar mais o ataque adversário e num canto acabámos por sofrer o terceiro golo. As decisões do jogo são de momento, temos sempre uma intenção positiva. Consideramos que o jogo melhorou com a entrada do Doumbia, ajudou.

Falta de Bruno Fernandes: Vimos de uma vantagem de 3-1 contra um bom adversário e depois desta eliminação podemos arranjar todos os argumentos para justificar, mas o que sentimos é que cometemos erros individuais e coletivos. A equipa que foi eliminada hoje também foi a mesma que ganhou 3-1 a casa. Não passámos, assumimos a responsabilidade disso, mas isso não altera nada o cariz da equipa.

Demissão: O que quero é que os jogadores recuperem, foi uma viagem difícil. O essencial é trabalharmos de forma comprometida e séria.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório