Meteorologia

  • 28 FEVEREIRO 2020
Tempo
MIN 8º MÁX 20º

Edição

Lobos assustaram, mas Liverpool venceu e Mourinho... sorriu

Equipa de Nuno Espírito Santo assinou uma grande exibição diante dos reds, mas Salah desmontou a defensiva aos 84 minutos e permitiu que Firmino garantisse o triunfo fora de portas.

Lobos assustaram, mas Liverpool venceu e Mourinho... sorriu

O Wolverhampton averbou uma derrota caseira diante do Liverpool (1-2), em jogo realizado esta quinta-feira e referente à 24.ª jornada da Premier League. Os lobos de Nuno Espírito Santo até assinaram uma grande exibição perante os seus adeptos, mas a magia de Salah e a eficácia de Roberto Firmino acabaram por resolver o jogo a favor dos reds. 

A derrota dos lobos de NES acaba por fazer sorrir Mourinho, uma vez que assim o Tottenham, que ontem venceu o Norwich (2-1), garante a continuidade no sexto lugar da tabela classificativa. 

Por seu turno, o Liverpool amealhou a 14.ª vitória consecutiva na Premier League e elevou para 67 os pontos que consolidam uma liderança isolada. 

Filme do jogo

O primeiro golo da partida aconteceu logo aos oito minutos. Trent Alexander-Arnold assistiu na sequência de um canto, Jordan Henderson apareceu sozinho e solto de marcação para bater Rui Patrício e inaugurar o marcador no Molineux

Os wolves tentaram responder ao longo da primeira parte, mas as iniciativas de Pedro Neto e de Raúl Jiménez acabavam sempre por ser resolvidas pela defensiva do Liverpool comandada por Van Dijk

Aos 33 minutos, surgiu um duro revés para Jurgen Klopp que viu Sadio Mané lesionar-se e ser substituído pelo reforço Minamino

A segunda parte continuou a ser palco de um ritmo de jogo frenético e aos 51 minutos o Wolverhampton conseguiu chegar ao empate. Raúl Jiménez pegou na bola, começou por deixar Robertson 'no bolso', lançou Traroé na velocidade e foi até à grande área subir ao primeiro andar e bater Alisson em grande estilo com um golpe de cabeça. 

O golo deixou os comandados de Nuno Espírito Santo ainda mais motivados e o Liverpool 'desapareceu' do jogo, tornando Rui Patrício quase num mero espetador, até aos... 84 minutos. Salah abriu o livro, fez uma maldade do tamanho do mundo a Rúben Neves, antes da bola sobrar para Roberto Firmino que fuzilou Rui Patrício e fixou o resultado final. 

Com este resultado, o Liverpool consolida a liderança isolada, ao passo que o Wolverhampton falha o assalto aos lugares europeus, não aproveitando o deslize do Manchester United que ontem perdeu diante do Burnley

Portugueses em ação 

Rui Patrício (Wolverhampton) - Não se pode dizer que esteve mal no lance do golo de Henderson. No entanto, fica a sensação de que reagiu tarde ao remate do capitão do Liverpool. Na segunda parte, teve menos trabalho do que o esperado, mas aos 84 minutos não conseguiu suster o remate de Roberto Firmino que ditou o resultado final. 

Rúben Neves (Wolverhampton) - Mais uma exibição de bom nível do jovem médio português. Inteligente a ocupar espaços e a fazer circular a bola, nomeadamente no que toca a mudar o centro de jogo. Parece ter um gosto especial por jogos, mas acabou com os olhos trocados graças a uma finta do terrível Salah

João Moutinho (Wolverhampton) - Ficou ligado ao golo por ter falhado na marcação a Henderson, mas nem isso lhe tirou a concentração para o resto do jogo. É o maestro do meio-campo dos lobos e na segunda parte exibiu-se a grande nível. Aos 33 anos está numa forma invejável. 

Pedro Neto (Wolverhampton) - Foi uma constante dor de cabeça para Van Dijk e companhia ao longo do tempo em que esteve em campo. Melhorou substancialmente na segunda parte, altura em que foi para o corredor e que trocou as voltas a Trent Alexander-Arnold. É sempre uma fonte de perigo e conquista os adeptos jogo após jogo. Saiu esgotado aos 77 minutos para dar o lugar ao regressado Diogo Jota

Diogo Jota (Wolverhampton) - Voltou a jogar depois de ter falhado os últimos quatro jogos devido a lesão e acusou alguma falta de ritmo. Falhou um golo cantado já nos descontos. 

Classificação 

1.º Liverpool, 67 pontos

... 

5.º Manchester United, 34 pontos

6.º Tottenham, 34 pontos 

7.º Wolverhampton, 34 pontos

Onzes iniciais 

Wolverhampton: Rui Patrício, Dendoncker, Coady e Saïss; Dorherty, Moutinho, Neves e Jonny; Neto, Traoré e Jiménez.

Liverpool: Alisson, Arnold, Gomez, Van Dijk e Robertson; Henderson, Wijnaldum e Chamberlain; Salah, Mané e Firmino. 

Wolverhampton vs Liverpool
 46% Posse de bola  54%
 3 Remates à baliza  6
 5 Remates para fora  1
 11 Livres  8
 2 Cantos  4
 2 Foras de jogo  0
 6 Faltas  11
 480 Passes  566

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório