Meteorologia

  • 17 JANEIRO 2020
Tempo
14º
MIN 11º MÁX 14º

Edição

CA explica por que não houve infração no golo de André Santos ao FC Porto

Organismo liderado por José Fontelas Gomes reforça que "não existe qualquer infração ou irregularidade no lance" que deu a vantagem ao Belenenses SAD.

CA explica por que não houve infração no golo de André Santos ao FC Porto

O Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol quebrou, esta segunda-feira, o silêncio no seguimento das críticas dirigidas pelo FC Porto à equipa de arbitragem liderada por João Pinheiro, no empate a uma bola com o Belenenses SAD.

O organismo liderado por José Fontelas Gomes reforça que "não existe qualquer infração ou irregularidade no lance" que culminou com o golo de André Santos, apesar das queixas de Sérgio Conceição e Francisco J. Marques.

"Importa avaliar se a ação do jogador Show é faltosa e merecedora de intervenção do VAR para anular o golo. Para essa análise devemos aferir se a ação de bola na mão constitui infração", pode ler-se no documento reproduzido pelo jornal Record.

"Ora, de acordo com as Leis de Jogo existe infração se a bola bater na mão do jogador e de imediato for obtido golo ou criada oportunidade de golo. Como é percetível, nenhuma das situações ocorreu. Acrescente-se ainda que o jogador Show tem o braço junto ao corpo e que este não foi um ato deliberado para jogar a bola com a mão", completa.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório