Meteorologia

  • 10 DEZEMBRO 2019
Tempo
MIN 6º MÁX 15º

Edição

FC Porto - Não perca os últimos golos e lances polémicos

Mais vídeos

"Daqui a uns tempos, Loum vai ser peça imprescindível no FC Porto"

Rui Santos, treinador de 43 anos, sabe aquilo que Loum é capaz de fazer em campo e prevê o melhor dos futuros ao médio senegalês que tem estado em destaque no Dragão.

"Daqui a uns tempos, Loum vai ser peça imprescindível no FC Porto"

Por esta altura, Mamadu Loum é um nome que agrada aos adeptos do FC Porto. O internacional senegalês chegou ao Dragão no início do ano, mas apenas esta temporada tem sido utilizado com maior regularidade por Sérgio Conceição. Rui Santos cruzou-se com Loum no Sporting de Braga e garante não estar surpreendido pela forma como o médio de 22 anos se impôs no onze titular do FC Porto assim que lhe foi dada oportunidade. O treinador de 43 anos destaca o lado guerreiro de Loum e prevê um futuro risonho para o jogador portista no Dragão.

"O Loum tem tido uma evolução muito positiva. Tem sido um grande lutador e um grande guerreiro. Sabemos que o seu percurso no FC Porto tem sido atormentado por algumas lesões. Ele nunca virou a cara à luta, continuou a acreditar nas suas qualidades e esperou pelo momento certo. Quando esse momento apareceu, o Loum deu uma resposta cabal e muito positiva", começa por dizer Rui Santos, em entrevista ao Desporto ao Minuto. 

O momento mais alto de Loum ao serviço do FC Porto aconteceu na noite da passada segunda-feira, altura em que inaugurou o marcador na receção ao Paços de Ferreira (vitória por 2-0), em jogo da 12.ª jornada da I Liga. Rui Santos acredita que o golo, apontado em pleno Estádio do Dragão, é um prémio mais que merecido para o internacional senegalês. 

"Já no jogo anterior, ele já tinha tentado chegar ao golo. Falhou por escassos milímetros nas bolas paradas do FC Porto. Com a persistência que o caracteriza, desta vez conseguiu marcar um golo que é fruto do seu trabalho", sublinha. 

Rui Santos vai mais longe e refere que Loum possui todas as condições e qualidades para se transformar num titular indiscutível na equipa orientada por Sérgio Conceição, ainda que existam outras opções de qualidade no plantel azul e branco. Pelo meio, destaca também outro atleta que joga atualmente no Moreirense e que tem um perfil semelhante ao do médio do FC Porto. 

"O Loum e o Ibrahima, que está no Moreirense, são dois jogadores com qualidade de passe e com um porte atlético muito elevado. Têm uma enorme vontade de singrar e estão na montra da Europa. No caso do Loum, tenho a certeza absoluta de que ele vai dar conta do recado e que daqui a uns tempos vai ser uma peça imprescindível no esquema tático do FC Porto e no onze titular", explica o treinador que foi coordenador técnico no Sporting de Braga. 

"O Loum tem condições para se assumir como titular. Como Conceição já referiu, ele é um lutador. Independentemente de jogar ou não jogar, ele também é um homem de trabalho e nunca vira a cara à luta. Cria um bom espírito dentro do grupo. É um miúdo pacífico. Mas quando é para trabalhar, podemos contar com ele para todas as eventualidades. Vai afirmar-se no FC Porto, tenho a certeza. Estando no FC Porto e ambientando-se à grandeza daquele clube, vai tornar-se numa peça muito importante no plantel", vaticina. 

Danilo é rival ou parceiro? 

A opção por parte de Sérgio Conceição em utilizar Loum e Danilo no mesmo onze tem gerado muita discussão, uma vez que ambos os jogadores pisam os mesmos espaços dentro de campo. Para Rui Santos, o internacional português e o médio senegalês podem "coabitar" dentro do mesmo esquema tático, apontando, para isso, as tarefas que podem ser exigidas por Sérgio Conceição. 

"Melhor do que eu, Sérgio Conceição saberá a reposta. É ele quem trabalha com os jogadores todos os dias e se tem apostado em ambos no meio-campo… pode dizer-se que Danilo poderá ter missões mais defensivas. O Loum também terá missões desse cariz, mas eu acho que ele tem qualidade técnica para acrescentar mais em termos ofensivos. Ou seja, o Danilo numa vertente mais defensiva e o Loum numa vertente mais ofensiva. Os dois têm muita qualidade. O Danilo é um jogador de seleção, tal como o Loum. Podem coabitar no mesmo sistema. O Loum pode fazer aquela ligação do setor defensivo para o setor ofensivo porque tem visão estratégica e qualidade de passe. Quem o conhece sabe que ele é um jogador muito inteligente e que acrescenta qualidade ao processo ofensivo do FC Porto", defende.

A importância de Loum nos lances de bola parada 

Rui Santos destaca também que Loum é, por esta altura, uma das principais fontes de perigo do FC Porto nos esquemas táticos ofensivos dos dragões, tal como Danilo, Aboubakar ou Marega

"O FC Porto é uma das equipas que trabalha bem os esquemas táticos ofensivos e tem sabido retirar dividendos disso. Estes esquemas são cada vez mais importantes, e o Loum, com aquela altura e aquele porte físico, pode fazer a diferença, tal como Danilo, Marega e Aboubakar. Além disso, ele é muito inteligente na procura pelo espaço certo. Ele é um miúdo muito inteligente e sabe que pode criar situações de golos neste tipo de lances", conclui. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório