Meteorologia

  • 14 NOVEMBRO 2019
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Crise económica no Manchester United? Há números que assustam

Os dirigentes do clube mais rico de Inglaterra admitem que os bilhetes irão baixar o preço pela primeira vez em dez anos.

Crise económica no Manchester United? Há números que assustam

O Manchester United atravessa uma grave crise de desportiva, com não há memória na última década.

No próximo domingo, os red devils recebem o Liverpool, líder da Premier League, num duelo que se não sorrir de feição ao emblema de Ole Gunnar Solskjaer pode condenar o Manchester United para lugares de descida.

As coisas não correm da melhor maneira a nível desportivo, mas também na variante económica há dados que devem preocupar a direção liderada por Ed Woodward.

Os dirigentes do emblema de Manchester reconheceram ao Financial Times que ao cabo desta temporada sofreram a primeira queda de bilhetes em mais de uma década: até 10%.

A Chevrolet, o patrocinador que assinou por sete anos num acordo que rondou os 500 milhões de euros, não quer renovar o compromisso que conclui em 2022. A Adidas, que assinou um acordo de 860 milhões de euros por uma década, ameaça em exercer a cláusula de penalização, que consiste em resgatar 21 milhões de euros por cada época que os red devils fiquem fora da Champions. É caso para dizer que o insucesso do United pode começar a sair caro. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório