Meteorologia

  • 21 NOVEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 12º MÁX 16º

Edição

O hacker Rui Pinto, a eliminação do Sporting e a morte de Jordão

Sérgio Conceição fez a antevisão ao duelo frente ao Coimbrões.

O hacker Rui Pinto, a eliminação do Sporting e a morte de Jordão

Depois da paragem para os compromissos das seleções, o futebol a nível doméstico está de regresso e com as emoções da Taça de Portugal.

O FC Porto, finalista derrotado da última edição da prova rainha do futebol português, entra em prova na 3.ª eliminatória diante do Coimbrões [clube que milita no Campeonato de Portugal], numa partida que está agendada para o próximo sábado, a partir das 12h30.

Sérgio Conceição fez a antevisão a esta partida, na tarde desta sexta-feira, no centro de treinos do Olival, onde pediu "respeito" pelo adversário.

Numa conferência onde lamentou a morte de Jordão, Conceição questionou ainda o hacker Rui Pinto se nos mais recentes emails revelados mora a"a estratégia para ganhar ao Coimbrões".

Confira abaixo as declarações do técnico azul e branco:

Análise ao adversário: Olhamos para o seu trajecto e verificamos que eles vão fazer um jogo diferente por se tratar de uma competição diferente. Acredito que o adversário se vai ajustar à forma de nós jogarmos. Mas, sublinho desde já, temos a obrigação de passar esta eliminatória.

Há espaço para rotatitividade, tendo em conta o exemplo do Sporting: O campeonato para e há lugar aos jogos das seleções. Ou seja sucede-se um longo período de treinos que leva o treinador a tomar outras opções. Nós temos de olhar para o que os jogadores que cá estão fazem, para aqueles que estão fora quantos minutos fizeram e quantos minutos de viagem têm nas pernas. Eu não gosto de olhar para a rotatividade, mas para os jogadores que me dão melhores garantias. Eu não gosto de olhar para dois jogos em simultâneo e terei sempre o cuidado de abordar um jogo de cada vez.

Rui Pinto terá tido acesso a emails privados de Sérgio Conceição. Que comentário isso lhe merece? Não quero falar sobre isso, nem sei a que tipo de emails ele teve acesso e que eu saiba não estão nesses emails a estratégia de como devemos ganhar ao Coimbrões.

Três jogadores no departamento clínico (Marega, Baró e Corona): Um comentário simples. Corona continua lesionado, Marega tem feito treino condicionado e amanhã será difícil estar no jogo. Baró já entrou no treino e pode integrar a convocatória.

Morte de Rui Jordão. Que memórias guarda dele? Lamento a morte e envio um forte abraço para a família. Estamos a falar de um ex-grande jogador que aprendi a apreciar no Sporting e na Seleção. Veio à baila também uma notícia sobre o Fernando Gomes e gostava de enviar um forte abraço para ele. Vai correr tudo bem.

Há um favorito para este jogo. Que desafios o FC Porto tem para esta prova? Fazer melhor do que há dois anos e no ano passado, ou seja chegar à final e ganhar.

Sete jogos em 21 dias. A sua estratégia passa por jogadores menos utilizados amanhã? Já tive oportunidade de responder a essa questão. Tenho de olhar para todos os jogadores e avaliar o plantel como um tudo. Todos são fundamentais nesta estratégia. Alguns têm menos minutos do que outros, mas uma resposta positiva desses jogadores até os pode vir a permitir a terem mais minutos no futuro. Os treinos são uma boa janela para todos os jogadores se mostrarem e amanhã vou iniciar o onze que considero o melhor.

Eliminação do Sporting diante do Alverca: Quem é conhecer do futebol e eu vejo habitualmente jogos da II Liga, Campeonato de Portugal e distritais eu sei o que vale o Coimbrões, o Alverca, entre outras equipas. Aprende-se muito a ver jogadores dos escalões inferiores, muitos deles formados em clube de topo. Fala-se muitos dos erros cometidos pelo Sporting, mas esquecem-se de valorizar o trabalho de grande mérito feito pelo Alverca

A vitória de amanhã começa a construir-se no respeito pelo adversário? O respeito pelo adversário e pelas pessoas é fundamental e quem não se rege dessa forma costuma ter surpresas desagradáveis na vida. Eu gosto que os meus jogadores conheçam o nome dos adversários, a forma como jogam e como interagem entre eles. Eu quero que os meus jogadores conheçam o adversário, tal como eu o conheço. Isso é o primeiro passo para respeitar o adversário e ganhar um encontro.

Maior dificuldades dos 'grandes' neste tipo de encontros: Agora já não há jogos fáceis. Há 20 anos havia esse tipo de discrepâncias, agora não. Nós temos de entrar, respeitando o adversário, mas com vontade de o vencer.  O conhecimento das individualidades do adversário é o primeiro passo a ter para evitar qualquer tipo de surpresas. Para ganhar um jogo é preciso ter todos os níveis de jogo no máximo. Hoje, os jogadores dos escalões inferiores têm mais qualidade do que tinham há 20 anos. 

Dificuldades de adaptação do Saravia: O Saravia e todos os Saravias do plantel. Como também já ouvi falar das dificuldades de adaptação do Loum. O Saravia esteve num jogo com o Krasnodar e não foi ele o culpado dessa derrota, foi o plantel, foram todos, começando por mim. Há jogadores que tendo em conta a sua juventude e a frma como gerem as carreiras têm algumas dificuldades mais acrescidas. O Saravia teve dificuldades a nível defensivo, mas está a progredir e acredito que vai ser importante no decorrer da época.  

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório