Meteorologia

  • 17 NOVEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 11º MÁX 17º

Edição

Revelados novos detalhes da morte de Reyes: "Um acidente inevitável"

Afinal o ex-jogador do Benfica não circulava em excesso de velocidade como inicialmente se estipulou.

Revelados novos detalhes da morte de Reyes: "Um acidente inevitável"

José Antonio Reyes morreu no passado dia 1 de junho, na sequência de um acidente de viação que ocorreu numa estrada na Andaluzia, em Espanha.

Inicialmente referiu-se que o ex-jogador do Benfica [o Extremadura foi o último clube que representou] circulava o seu veículo a 237 km/hora, todavia nenhuma dos radares da estrada em que Reyes circulava captou que o carro do ex-sevilhano excedesse os limites de velocidade, segundo avançou o programa Espejo Público, da Antena 3.

A perita Miriam Moya, em declarações a este meio de comunicação espanhol, assinalou ainda que a roda direita da traseira do veículo de Reyes apresentava problemas, que podiam estar relacionados com a suspensão.

"Somando as velocidades de derrapagem e de travagem estima-se que o carro circulasse a uma velocidade entre os 111 e os 128km/hora, com uma margem de erro de 10%", referiu Miriam Moya, que sublinhou que o acidente foi resultado de um "contratempo inevitável".

"Nota-se que Reyes tinha perícia ao volante e que tentou evitar o acidente. Tentou-o com todas as suas forças, mas foi impossível", lamentou a perita.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório