Meteorologia

  • 17 OUTUBRO 2019
Tempo
20º
MIN 18º MÁX 22º

Edição

Benfica - Veja os últimos golos e lances polémicos

Mais vídeos

"Títulos europeus? Acredito no caminho e projeto do Benfica"

Técnico do Benfica faz esta sexta-feira a antevisão da deslocação ao reduto da equipa de Moreira de Cónegos.

"Títulos europeus? Acredito no caminho e projeto do Benfica"

Bruno Lage, treinador do Benfica, fez esta sexta-feira, a antevisão da partida das águias frente ao Moreirense, encontro a contar para a 6.ª jornada da I Liga.

Depois de uma derrota a meio da semana com o Leipzig, os encarnados tentam regressar aos bons resultados a nível interno, mas o tema da conferência do técnico das águias versou, sobretudo, pela prestação dos seus pupilos e as suas opções técnicas.

Confira o essencial da conversa do treinador com os jornalistas.

Seferovic ansioso por causa das críticas?: Nunca senti ninguém ansioso. Estamos cá é para trabalhar e dar confiança aos nossos jogadores. Primeiro a responsabilidade que todos têm de ter ao representar o Benfica e ansiedade normal do que é cada um de nós querer fazer o seu melhor. Responsabilidade e controle emocional tem de ser a base para todos os jogos.

Luta por títulos europeus com este plantel é real?: Eu acredito muito nisso. Acredito no caminho e projeto do Benfica. Vejam o passado recente. Com grande parte destes jovens fomos a duas finais da Youth League. Isto são indicadores que nos levam há 15 anos atrás. E nessa altura construímos o centro de estágios. Tem-se falado em o Benfica ser grande na Liga dos Campeões e estamos a dar os primeiros passos. Há 15 anos atrás também disseram que não eram possível ser campeão com jovens da formação. Acredito muito nisto: eu meti aquela que na minha opinião era a melhor equipa para vencer. Cervi, porque é que jogou? Porque é o melhor a pressionar. Segundo a vossa opinião jogou bem. Se tivesse marcado golo era o herói da partida. Nós que vamos vivendo o dia-a-dia é que temos de viver com estas opções. Há o projeto, há o caminho e há o acreditar muito nestes jogadores.

Transição defensiva e ausência de Gabriel (setor a melhorar): Veja quantas oportunidades de transição ofensiva demos ao nosso adversário. Não é tanto a reação ao momento quando perdemos a bola, mas quando não temos jogadores que têm essa características se calhar temos de ter mais pessoas atrás da linha da bola. Há as características de cada jogador, há uns que têm umas, outros outras e há quem tenha mais que os outros.

Gesto de Seferovic (dedo em posição de silêncio): É uma situação com a qual ele tem de aprender a viver. Ainda não falei com ele sobre o assunto. O que eu sinto é que olhamos para ele e ele parece uma pessoa fechada, para o público. Mas não, é um indíviduo muito tranquilo, que em termos pessoais está a viver um momento muito bom. Acabou de ser pai. Os adeptos têm um carinho muito grande por ele. O gesto do Seferovic não é tanto para os adeptos. Estive ao lado dele na conferência e também tenho as minhas opiniões. É claro que é uma reação que não deve ter para os adeptos e para ninguém, mas este é o momento em jeito de brincadeira que foi o empregado do mês e depois levou, por queimar as batatas, uma 'dura' do chefe. Há que olhar para o que ele dá à equipa e os golos que ele consegue marcar na nossa liga. Estou muito satisfeito com o trabalho dele, mas ele tem de aprender a conviver com a crítica. Os adeptos também têm de perceber a pressão que recai sobre os jogadores.

Alterações frente ao Leipzig (gestão com prioridades): Eu acho que já expliquei muito bem essa questão. Eu não faço gestão do plantel. O que eu faço é em função da nossa forma de jogar e o momento do jogador, colocar o melhores em campo. Até determinado momento fomos utilizando sempre a mesma equipa, quando jogamos de três em três dias eu tenho de decidir. Muito tempo sem competir do André Almeida, por isso leva mais tempo a recuperar entre jogos. Com o jogo com o Gil Vicente, pensámos em substituí-lo, mas com o 2-0, sem controlar o jogo com bola, fizemos depois sem bola, entendemos tirar o RDT. Não o fizemos com o André porque sentimos que a equipa precisava dele. Não estava a 100% no jogo seguinte. Isto não é o plano A ou B, é vermos o que é melhor em cada momento. Esta é a nossa forma de pensar. Olhar para o momento e decidir em função disso. Há uma interpretação errada de analisar as minhas opções para a Champions Queremos honrar a dimensão europeia do Benfica, mas temos de perceber o momento atual do clube e quais são os seus objetivos. Qual foi a diferença entre o Tomás e o André? Eu não senti a diferença. Não nos tirem a exigência, nós queremos fazer uma campanha europeia à dimensão do Benfica. No mercado, neste momento, para contratar um jogador com o valor destes atletas, custa 60 milhões de euros. Quanto custa um atleta para substituir um jogador com o André Almeida? Este é o nosso caminho e o nosso projeto. É importante que as pessoas percebam isto. Não fizemos uma exibição que envergonhasse os benfiquistas

Moreirense: É uma equipa muito competitiva e organizada. Será um jogo muito difícil por ser fora de portas, num campo mais pequeno do que é habitual. Têm um registo muito bom em sua casa, ainda não sofreram qualquer golo em casa. Temos de estar ao nosso melhor nível para conquistar os três pontos.

Registe-se na Betano e aproveite o Bónus de 50% até 50€ no primeiro depósito! Jogue no Casino e ganhe Rodadas Grátis!

 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório