Meteorologia

  • 02 JULHO 2020
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 25º

Edição

Sporting de bom nível 'empata' campeão europeu Liverpool

Este foi o quatro desafio de preparação dos 'leões' e também o quarto sem triunfar, depois da derrota (1-2) diante do FC Rapperswill-Jona e dos dois empates, ambos a dois golos, com St. Gallen e o Club Brugge (derrota nas grandes penalidades, por 4-3).

Sporting de bom nível 'empata' campeão europeu Liverpool

O Sporting empatou na quarta-feira a dois golos com os ingleses do Liverpool, atuais campeões europeus de futebol, num encontro particular em que se apresentou a bom nível e conseguiu discutir o resultado.

No Yankee Stadium, em Nova Iorque, a equipa portuguesa inaugurou o marcador aos cinco minutos, por intermédio de Bruno Fernandes, os ingleses operaram a reviravolta, através do Belga Divock Origi, aos 20, e do holandês Wijnaldum, aos 44, anulada pelo brasileiro Wendel, aos 54.

Este foi o quatro desafio de preparação dos 'leões' e também o quarto sem triunfar, depois da derrota (1-2) diante do FC Rapperswill-Jona e dos dois empates, ambos a dois golos, com St. Gallen e o Club Brugge (derrota nas grandes penalidades, por 4-3).

Frente ao campeão europeu e vice-campeão inglês, o técnico holandês Marcel Keizer apresentou um 'onze' em '4x4x2', que não deverá andar longe daquele que vai lançar no encontro da Supertaça, frente ao Benfica, em 04 de agosto, no Estádio Algarve.

Renan foi o escolhido para a defender as redes 'leoninas', Tiago Ilori, central de raiz, ocupou a lateral direita, a dupla de centrais ficou entregue ao reforço Luís Neto e a Mathieu, e Borja manteve-se como defesa esquerdo.

De resto, Doumbia, depois da saída de Gudelj no defeso, foi o eleito para jogar na posição mais recuada do meio-campo, atrás de Wendel, Bruno Fernandes e Raphinha descaídos nas alas e com Luiz Phelyppe e a outra contração do mercado, Luciano Vietto, na frente de ataque.

Nos 'reds', de Jürgen Klopp, as ausências de jogadores chave como Mohamed Salah, Roberto Firmino, Sadio Mané e Alisson Becker não passaram despercebidas, mas, ainda assim, o técnico alemão apostou numa equipa forte, com vários jogadores habitualmente titulares.

A formação 'leonina' entrou no jogo, praticamente, a vencer, graças à contribuição crucial do guarda-redes Mignolet, ao abordar mal um remate forte do 'meio da rua' do internacional português Bruno Fernandes e a colocar a bola dentro da baliza.

Apesar do bom começo, a iniciativa pertenceu quase sempre aos britânicos, que jogavam simples e sabiam definir no momento certo, ao contrário do Sporting, com dificuldades iniciais na construção e, principalmente, no último passe, que tardava em chegar aos homens da frente.

O cabeceamento do central holandês Van Dijk de encontro à defesa decisiva de Renan, aos 18 minutos, deu o mote para o Liverpool restabelecer a igualdade, instantes depois, num lance em que o mal posicionamento de Tiago Ilori deixou a equipa descompensada e permitiu ao belga Origi bater o guardião 'leonino', que ainda susteve um primeiro remate de Henderson.

O Sporting cresceu no jogo, no entanto foi, novamente, através da meia distância, agora de Wendel, que voltaria a ameaçar os 'reds', com a bola a embater no poste, aos 35 minutos. Na sequência, Ilori teve uma boa chance para se redimir, mas encolheu-se no cabeceamento.

O Liverpool acabaria por conseguir a reviravolta em cima do intervalo, perante novo erro de Tiago Ilori, displicente na abordagem ao corte que ofereceu o golo fácil a Wijnaldum na cara de Renan, ainda traído por um desvio em Luís Neto.

A primeira parte não terminou sem que Mignolet negasse o golo a Vietto, por duas vezes, no mesmo lance, contudo já não conseguiu ter mãos na segunda parte para anular a conclusão eficaz de Wendel a passe de Bruno Fernandes, naquela que foi a melhor jogada do Sporting.

O central Van Dijk poderia ter colocado o Liverpool outra vez na frente do marcador, mas voltou a estar azarado ao cabecear ao poste, na última grande ocasião da partida, que perdeu alguma qualidade com as várias substituições em ambas as formações.

No domingo, o Sporting disputa o troféu cinco violinos, frente ao Valência, no Estádio José Alvalade.

Jogo no Yankee Stadium, em Nova Iorque.

Liverpool -- Sporting, 2-2.

Ao intervalo: 2-1.

Marcadores:

0-1, Bruno Fernandes, 05 minutos.

1-1, Origi, 20.

2-1, Wijnaldum, 44.

2-2, Wendel, 54.

Equipas:

- Liverpool: Mignolet, Alexander-Arnold (Gomez, 62), Matip (Van den Berg, 89), Van Dijk (Brewster, 77), Robertson (Kent, 62), Fabinho, Henderson (Lovren, 77), Wijnaldum (Lallana, 76), James Milner, Oxlade-Charmberlain (Wilson, 62) e Origi (Jones, 76).

(Suplentes: Lonergan, Atherton, Lovren, Gomez, Lallana, Brewster, Kent, Lewis, Phillips, Jones, Hoever, Duncan, Woodburn, Wilson e Van den Berg).

Treinador: Jürgen Klopp.

- Sporting: Renan Ribeiro, Tiago Ilori (Eduardo Quaresma, 84), Luís Neto (Coates, 61), Mathieu (Nuno Mendes, 76), Borja (Thierry Correia, 46), Doumbia (Miguel Luís, 76), Wendel (Eduardo, 84), Bruno Fernandes (Daniel Bragança, 84), Raphinha (Gonzalo Plata, 84), Luciano Vietto (Jovane Cabral, 61) e Luiz Phellype (Bas Dost, 61).

(Suplentes: Max, Coates, Eduardo, Gonzalo Plata, Miguel Luís, Bas Dost, Nuno Mendes, Thierry Correia, Daniel Bragança, Eduardo Quaresma e Jovane Cabral).

Treinador: Marcel Keizer.

Ação disciplinar: cartão amarelo para Luís Neto (30) e Fabinho (88).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório