Meteorologia

  • 17 AGOSTO 2019
Tempo
21º
MIN 20º MÁX 22º

Edição

'Procura-se': Ao quarto jogo de pré-época, rugido do leão não aparece

Club Brugge derrotou o Sporting no desempate por grandes penalidades.

'Procura-se': Ao quarto jogo de pré-época, rugido do leão não aparece

Após o empate com o St. Gallen e as derrotas com FC Rapperswil-Jona e Estoril, o Sporting voltou, esta sexta-feira, a escorregar na pré-temporada. Desta feita, ao perder com o Club Brugge no desempate por grandes penalidades.

Os leões entraram a perder no encontro de cariz particular, fruto de um golo de Okereke, mas conseguiram chegar à reviravolta graças aos tentos de Bruno Fernandes e Jovane Cabral. Aos 62 minutos, Vanaken fez o gosto ao pé e atirou a partida para o duelo nos 11 metros, onde os belgas foram mais fortes.

Sinais preocupantes

Sim, é verdade que este Club Brugge está mais adiantado na pré-temporada. E sim, também é verdade que, sem Sebastián Coates, Stefan Ristovski e Valentin Rosier, e com Cristian Borja recém-regressado, Marcel Keizer não tem tarefa facilitada na construção da defesa.

No entanto, as dificuldades denotadas ao longo da primeira parte, tanto na construção de jogo como na organização defensiva, são, no mínimo, preocupantes para um Sporting que terá o seu primeiro jogo oficial da época, diante do Benfica, para a Supertaça, dentro de pouco mais de duas semanas.

Tirando uma ou outra iniciativa, sempre com origem em Bruno Fernandes – que ainda pode partir, o que também é (muito) preocupante – o Sporting mostrou-se uma equipa previsível, que acabou por sofrer um golo na primeira oportunidade de que o Club Brugge dispôs.

Aos 16 minutos, a defesa leonina ficou toda ela a ‘dormir’ e deixou que a bola fosse parar aos pés de David Okereke, que, isolado frente a Renan Ribeiro, atirou para o golo que desbloqueou o nulo no estádio Jan Breydel, em Brugge.

Os belgas por pouco não dilataram a vantagem aos 40 minutos, quando Dennis Bonaventure deixou para trás Abdu Conté – que teve sempre muitas dificuldades, em parte pela falta de apoio de Luciano Vietto – e acertou em cheio no poste.

Foi então que, a fechar a primeira parte, o Sporting conseguiu chegar ao empate. Raphinha foi derrubado por Eduard Sobol na grande área e o árbitro apontou de imediato para a marca de grande penalidade, de onde Bruno Fernandes (quem mais?) atirou a contar.

Segundo tempo melhor não chegou

Na segunda parte, o jogo, que chegou a roçar os limites da agressividade antes do intervalo, baixou de ritmo, e a opção de Marcel Keizer em retirar do jogo o pouco influente Vietto para dar lugar a Jovane Cabral rapidamente se mostrou acertada.

Apenas oito minutos depois de entrar, o avançado de 21 anos, a passe de Bruno Fernandes (sempre ele) colocou a bola no fundo das redes à guarda de Ethan Horvath. Seguiram-se algumas boas arrancadas do luso-cabo-verdiano, até que, aos 62 minutos, acabou por ‘borrar a pintura’.

Jovane Cabral desceu no terreno para auxiliar Abdu Conté no lado esquerdo da defesa, mas acabou por cometer falta e grande penalidade sobre Clinton Mata, que Hans Vanaken aproveitou para repor a igualdade.

Com a igualdade no marcador, foi preciso recorrer ao desempate por grandes penalidades para decidir o vencedor. Luís Maximiano ainda defendeu uma tentativa belga, mas os falhanços de Miguel Luís, Eduardo e Daniel Bragança ditaram a derrota.

Registe-se na Betano e aproveite o Bónus de 50% até 50€ no primeiro depósito! Jogue no Casino e ganhe Rodadas Grátis!

 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório