Meteorologia

  • 19 AGOSTO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 18º

Edição

'Debandada' de verão já custou quase 50 milhões aos cofres do FC Porto

Foram vários os jogadores que saíram a custo zero este verão. Além disso, Marcano voltou depois de sair como jogador livre e Óliver foi vendido por um valor bem mais baixo do que aquele pelo qual foi contratado.

'Debandada' de verão já custou quase 50 milhões aos cofres do FC Porto

O FC Porto foi habituando os seus adeptos à realização de grandes negócios, isso é ponto assente. A direção de Pinto da Costa pareceu sempre uma especialista no mercado de transferências e o clube azul e branco potenciou inúmeros jogadores.

Porém, este verão alguns negócios não terão saído como desejado à direção portista – apesar de terem sido também realizados bons negócios, como os de Militão e Filipe - e foram vários os jogadores que saíram sem dar qualquer retorno aos dragões. Além disso, Marcano e Óliver também ficaram na lista dos piores negócios deste ano, por razões distintas.

Não se pode afirmar que o central espanhol não foi uma má contratação do ponto de vista desportivo, mas foi-o do ponto de vista financeiro. Quando chegou ao Dragão, o FC Porto tinha desembolsado 2,65 milhões de euros por Marcano – foi este o valor pago ao Rubin Kazan – e na temporada passada acabou por sair a custo zero. Ora, o espanhol de 32 anos não só não deu retorno, como agora voltou a custar 3 milhões de euros.

Já Óliver Torres acabou por ser vendido por 8 milhões de euros a menos, quando comparado ao seu valor de custo para o FC Porto. Recorde-se que o médio foi contratado em definitivo ao Atlético de Madrid em 2017, por 20 milhões de euros.

Por fim, há que fazer contas aos jogadores que saíram a custo zero como Brahimi, Herrera ou Ádrian López. O FC Porto pagou pelo argelino 6,5 milhões de euros, pelo mexicano 11 milhões e pelo avançado espanhol outros 11. Além disso, Hernâni tinha custado 2,9 milhões de euros e Fabiano 1,2 e ambos também saíram sem dar qualquer retorno às finanças dos dragões. Somando todo o dinheiro que o FC Porto acabou por perder obtemos a soma de 46,25 milhões de euros.

Fique com a lista dos piores negócios de 2019/20:

JogadoresCustoVendaAno de chegada
Iván Marcano2,65 M€ e 3 M€0 M€2014 e 2019
Hector Herrera11 M€0 M€2013
Óliver Torres20 M€12 M€2017
Yacine Brahimi6,5 M€0 M€2014
Ádrian López11 M€0 M€2014
Fabiano1,2 M€0 M€2012
Hernâni2,9 M€0 M€2014

Registe-se na Betano e aproveite o Bónus de 50% até 50€ no primeiro depósito! Jogue no Casino e ganhe Rodadas Grátis!

 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório