Meteorologia

  • 18 AGOSTO 2019
Tempo
21º
MIN 20º MÁX 22º

Edição

O mítico Corolla está de volta, é híbrido e nós contamos-lhe tudo

O automóvel mais vendido do mundo regressou. Pode adquirir um dos mais icónicos modelos da Toyota por um preço desde 21.299 euros.

“Não queremos fazer mais carros enfadonhos”, disse Akio Toyoda, responsável da Toyota. Uma promessa cumprida com a 12.ª geração do Corolla, que chegou em março a Portugal. 53 anos depois, os japoneses voltam assim a apostar no modelo que já vendeu 45 milhões de unidades em todo o mundo.

Disponível em três carroçarias diferentes – Hatchback, Touring Sports e Sedan – o Desporto ao Minuto fez-se à estrada com o Corolla Hatchback com a oferta híbrida mais potente que traz um motor de 2.0 litros.

Já lhe explicamos tudo sobre esta nova gama do Corolla, mas primeiro analisemos este hatchback que surge de 'cara completamente lavada' . 

Exterior

A Toyota descontinuou o Auris e apostou no ícone Corolla. E é caso para dizer que na imagem houve uma revolução. Focando-nos no modelo que tivemos à disposição, o hatchback de cinco portas, ele é provavelmente o mais ‘jovem’ das três carroçarias.. 

Feito a pensar num público mais novo, as linhas mais desportivas saltam à vista. Os faróis dianteiros em LED, rasgados, entram em simbiose com uma linha preta que se junta no meio do veículo e a grelha escurecida confere ao Corolla um ar mais ‘racing’. A parte traseira, também com os faróis bastantes finos, acaba por oferecer um design mais musculado a este hatchback.

O Corolla vinha equipado com umas jantes de 17 polegadas, maquinadas em liga leve, e os vidros traseiros escurecidos, a combinar com os retrovisores pintados a piano black, tal como o teto. Uma verdadeira revolução se pensarmos no antigo Auris.

E para encerrarmos as comparações é preciso apenas dizer que o Corolla ganhou espaço interior com o aumento de comprimento (40 mm) e com o facto de estar mais baixo (25 mm).

Notícias ao Minuto© Notícias ao Minuto

Interior

Começando por aquilo que achamos que a Toyota ainda pode melhorar, falemos do sistema de infoentretenimento. Contém o novo Toyota Touch2, está intuitivo e fácil de operar, nisso não há nada a apontar. Porém, em comparação com outras propostas, principalmente as alemãs, os japoneses podiam ter aprimorado um pouco mais. O novo Corolla merecia mais... O ecrã é de oito polegadas, com reconhecimento por voz e touch, e dispõe de tudo aquilo a que já nos habituamos nos modelos mais recentes: ligação ao telefone, Bluetooth, USB, etc.

No habitáculo, o espaço é suficiente – lá atrás viajam bem duas pessoas - , a qualidade dos materiais é bastante satisfatória, e os bancos adaptam-se ao condutor e oferecem-lhe uma boa posição de condução.

O painel de instrumentos é de sete polegadas, digital, e coloca-nos à disposição uma quantidade enorme de informação. O volante em pele transmite-nos boas sensações e, além de possuir comandos centrais, tem na sua parte de trás os seletores de velocidade, caso queiramos optar pela mudança de velocidades de forma sequencial.

Mas vamos ao mais interessante e à grande novidade deste Corolla.

A proposta híbrida... mais potente

Equipado com a plataforma TNGA, a Toyota reduziu o centro de gravidade do Corolla, diminuiu em 40% a fricção da suspensão, ao mesmo tempo que lhe concedeu um aumento da rigidez de 60%. Traduzindo isto por ‘miúdos' ficamos com uma condução mais agradável, mais estável e com menos vibrações. No fundo, tudo foi melhorado para oferecer uma melhor experiência ao condutor. 

O Corolla não tem versão diesel e, antes de falarmos da nossa experiência com o hatchback de 2.0l de 180 cv, fique com toda a oferta da Toyota neste novo modelo:

  • 1.2 Turbo — 116 cv; consumo combinado 6,2-6,7 l/100 km; emissões de CO2 141-153 g/km
  • 1.8 Hybrid — 122 cv; consumo combinado 4,4-5,0 l/100 km; emissões de CO2 101-113 g/km
  • 2.0 Hybrid — 180 cv; consumo combinado 5,2-5,3 l/100 km; emissões de CO2 118-121 g/km

Falando do modelo ensaiado, este Corolla hatchback traz um dos motores a gasolina mais eficiente do mercado. 2.0 litros com quatro cilindros em linha, este motor dispõe de uma eficiência térmica de 41%. Quanto ao motor elétrico, a potência é de 48 kW e 202 Nm de binário máximo.

Combinados, estes dois motores oferecem ao Corolla uma potência de 180 cv. A velocidade máxima que se pode atingir é de 180 km/h (limitada eletronicamente), podendo ir dos 0 aos 100 km/h em apenas 7,9 segundos.

Neste modelo em particular podemos contar com baterias de hidretos metálicos de níquel, ao contrário de outros modelos da gama, onde a Toyota colocou baterias de iões de lítio. Tudo porque a marca japonesa acredita que a potência extra desta motorização permite disfarçar o aumento de peso das baterias.

Notícias ao Minuto© Notícias ao Minuto

Segurança e tecnologia

A principal novidade é a inclusão do Toyota Safety Sense. Isto oferece ao condutor uma variedade de sistemas de segurança: pré-colisão, cruise control adaptativo, alerta de saída da faixa, reconhecimento dos sinais de trânsito e sistema de máximos automático.

O Safety Sense introduz ainda um assistente de condução inteligente (LTA) para ajuda avançada à condução. O condutor conta ainda com monitor de ângulos mortos com alerta de tráfego transversal traseiro, radar de espaço inteligente, controlo de arranque e um conjunto completo de sistemas de travagem e de controlo de tração.

Na estrada

Quando ficamos atrás do volante de um Corolla, a expectativa é grande. O peso de sabermos que este é o carro mais vendido do mundo fez a Toyota dar o seu melhor na construção do mesmo.

Ao testar a versão mais potente do modelo conseguimos retirar grandes momentos. A Toyota colocou-nos à disposição três modos de condução – eco, confort e sport, para os adeptos de uma condução mais agressiva.

A condução é fluída, a comunicação condutor-automóvel é perfeita e a verdade é que este é realmente um veículo que nos dá prazer na condução. Os nipónicos construíram um carro para todos os gostos, para quem gosta de poupar e de para quem gosta de acelerar!

Isto porque, apesar de ter uma vitamina extra quando pisamos um pouco mais o acelerador, é também capaz de realizar consumos muito simpáticos, tendo em conta que temos à disposição 180 cv e 190 Nm de binário debaixo do nosso pé direito.

Sem grande atenção aos consumos fizemos uma média de 6.2 l/100, mas basta querer e facilmente o Corolla baixa para a fasquia dos 5 litros. No fundo, basta querer... É um carro com alma, mas que também anda com calma (e não é que rimou?)

Notícias ao Minuto© Notícias ao Minuto

Veredicto final...

Os europeus que se cuidem. A nova geração do Corolla está aí e é uma verdadeira ameaça à concorrência no seu segmento. O design está muito bem conseguido, as propostas híbridas vieram acrescentar valor, o interior bem desenhado com materiais de qualidade e a condução melhorada, com destaque para a direção muito leve e suave. Um modelo abragente, poupado e ao mesmo tempo arrojado. As melhorias no sistema de infoentretenimento ficam para a 13.ª geração. Nem tudo pode ser perfeito... Obrigado pelo teu regresso, Corolla!

Preços

Hatchback - 1.2T Active - Desde 21.299€

Hatchback - 1.8 Hybrid Active - Desde 25.990€

Hatchback - 2.0 Hybrid Dynamic Force - Desde 32.805€

Para consultar os preços de toda a gama Corolla - incluindo o Touring Sports (carrinha) e o Sedan, clique aqui.

Fique agora com a galeria de imagens que preparámos para si.

Registe-se na Betano e aproveite o Bónus de 50% até 50€ no primeiro depósito! Jogue no Casino e ganhe Rodadas Grátis!

 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório