Meteorologia

  • 22 JULHO 2019
Tempo
28º
MIN 21º MÁX 33º

Edição

Fonte: A chegada de Ronaldo, os elogios para Félix e a ausência de Ferro

José Fonte fez a antevisão à Liga das Nações, que decorre entre os dias 5 e 9 de junho.

Fonte: A chegada de Ronaldo, os elogios para Félix e a ausência de Ferro

José Fonte falou sobre a Liga das Nações. O jogador português comentou a chegada de Cristiano Ronaldo à concentração da equipa das quinas, deixou elogios a João Félix e ainda apontou a ausência de Ferro nos convocados. 

O que muda com a chegada de Ronaldo: A equipa fica completa agora. Coma chegada do Cristiano e do resto da equipa, podemos preparar normalmente o nosso primeiro jogo. O Cristiano, sendo o melhor do mundo, tê-lo aqui é sempre melhor. 

Chegada de João Félix à seleção: Da última vez que cá esteve, pareceu-me ser um rapaz muito confiante e seguro das suas capacidades. Depois de fazer uma grande época, é óbvio que ajuda sempre. Sendo esta seleção uma seleção que consegue facilitar a adaptação de qualquer jogador, sentiu-se à vontade. Será mais um para ajudar. 

Com Cristiano, o que muda na dinâmica do grupo: Ele é o nosso líder. Sendo o melhor jogador do mundo é sempre importante tê-lo connosco. Quando se está a preparar uma equipa, é sempre melhor ter cá toda a gente. Temos o grupo completo. 

Só há três centrais de raiz. Estava à espera de ter um central mais jovem, como o Ferro? O treinador é que fez essa escolha, sendo que o Danilo pode desempenhar essa função também. Há o facto de o Ferro não estar aqui, mas terá naturalmente o seu tempo na seleção, se o treinador assim o entender. Acho que estamos bem servidos, por agora. Vamos trabalhar para ajudar, como sempre, a nossa seleção. 

Titularidade: Se não tivesse essa ambição e essa mentalidade não valia de nada estar aqui presente. Agora, cabe ao treinador decidir quem joga. Aqui, na seleção, é importante estar para ajudar. Umas vezes como titular, outras como suplente. O importante é a nossa equipa ganhar. Se estou preparado para ser titular? Estou. Se quero? Muito. Acredito que posso. Mas o que o treinador decidir é o melhor para a equipa. 

Jogadores jovens: É excelente. Demonstra que em Portugal se está a trabalhar muito bem. Se algum vai chegar ao patamar do Cristiano? O Cristiano é um fenómeno, continua a ser. Mas temos outros jogadores com outro potencial. Para chegar ao patamar do Cristiano é preciso fazer 50 golos por época e isso não é fácil.

Suíça: Vai ser um jogo difícil, de certeza. Não só pelo Seferovic, é preciso ter atenção a todos os jogadores da seleção suíça. Esperamos um jogo difícil, uma equipa com muita qualidade e muito bem organizada. Vamos ter de estar ao nosso melhor nível. 

Portugal é favorito? São quatro equipas e todas têm muito mérito para estar nesta competição. Nas meias-finais não há favoritos. Somos candidatos, acreditamos que sim. Favoritos... Ninguém se pode considerar favorito nesta competição... 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório