Meteorologia

  • 10 DEZEMBRO 2019
Tempo
15º
MIN 6º MÁX 15º

Edição

"Se aqui ficar vou fazer tudo para dar esse tão desejado campeonato"

Apesar de os 'leões' não vencerem a I Liga há 17 anos, o médio deixou palavras de gratidão ao plantel pelo esforço e dedicação ao longo da época, aludindo também à vitória na Taça da Liga, em janeiro.

"Se aqui ficar vou fazer tudo para dar esse tão desejado campeonato"

Bruno Fernandes voltou hoje a dizer que não sabe se vai permanecer no Sporting, contudo garantiu que ficando irá "fazer de tudo" para ajudar os 'leões' a sagrarem-se campeões nacionais de futebol na próxima temporada.

"Nunca chega, um jogador quer sempre mais, independentemente de sair ou não. Preferia ter ganho mais, preferia ter dado alegria aos adeptos de ganhar o campeonato que tanto ambicionam, não sei o que vai acontecer daqui para a frente. Se aqui ficar tudo vou fazer para dar esse tão desejado campeonato", declarou o internacional português, depois do Sporting ter conquistado a Taça de Portugal, batendo o FC Porto.

Apesar de os 'leões' não venceram a I Liga há 17 anos, o médio deixou palavras de gratidão ao plantel pelo esforço e dedicação ao longo da época, aludindo também à vitória na Taça da Liga, em janeiro.

"Dois objetivos foram conquistados, o terceiro não foi possível, que foi o campeonato. A equipa está de parabéns e estou muito orgulho deles. Estou muito satisfeito por todo o trabalho que eles fizeram", sublinhou.

Ainda sobre a possibilidade de deixar o clube no imediato, admitiu que existe interesse de clubes, mas nada em concreto.

"Não me sinto perto de nada. Se tivesse algo em mãos dizia, não tenho nada a esconder. Pelo que sei há interesse, mas entre haver interesse e chegar a acordo há uma grande diferença", esclareceu.

Quanto à conquista da 17.ª Taça de Portugal, nas grandes penalidades, por 5-4, depois de um empate a dois no prolongamento, Bruno Fernandes revelou que a equipa "acreditou até ao fim" e manifestou ainda agradecimento aos adeptos "fantásticos" que estiveram presentes no Estádio Nacional.

Com a decisão através das grandes penalidades, "lotaria" foi uma expressão recusada pelo médio para resumir o desfecho do encontro, justificando que é fruto do trabalho e do treino.

"Lotaria joga-se lá fora. Há que trabalhar, há mérito dos guarda-redes, é preciso saber bater. O Bas Dost falhou, mas é exímio a marcar. É trabalho, o Renan trabalhou e defendeu", concluiu.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório