Meteorologia

  • 19 NOVEMBRO 2019
Tempo
13º
MIN 8º MÁX 13º

Edição

"Sair do Benfica para o Atlético foi um passo atrás"

Antigo jogador das águias concede esta sexta-feira uma entrevista ao Mais Futebol onde aborda a sua saída do estádio da Luz.

"Sair do Benfica para o Atlético foi um passo atrás"
Notícias ao Minuto

09:17 - 17/05/19 por Notícias Ao Minuto 

Desporto Nico Gaitáin

Depois de várias temporadas a grande nível no Benfica, Nico Gaitán, futebolista argentino, deixou, em 2016, as águias para rumar ao Atlético Madrid. 

Com um passado de triunfos e muitos jogos nas pernas, a mudança de ares foi penosa para o jogador, que perdeu espaço como titular e teve dificuldades em mostrar o seu futebol.

Esta sexta-feira, em entrevista ao Mais Futebol, o extremo aborda esses tempos, lembrando as marcas da passagem da Luz e falando da experiência falhada no emblema colchonero.

"Seis anos de Benfica? Ganhei muitas vezes, perdi outras, dei sempre tudo. Se tivesse de escolher um momento com a camisola do Benfica… teria de ser o último jogo, a final da Taça da Liga em Coimbra [6-2 ao Marítimo, golo de Nico aos 77 minutos]. E escolho esse jogo porque entrei em campo sabendo já que seria o meu último pelo Benfica. Já tinha tudo feito para sair para o Atlético de Madrid. E tive muita sorte nesse jogo", começou por referir.

"Marquei um golo na última vez que toquei na bola ao serviço do Benfica. Despedi-me com esse golo, foi perfeito. Aconteceu assim", afiançou, falando depois da despedida. 

"Há coisas que não são explicáveis, só podem ser sentidas. Todos sentimos as coisas de forma diferente e eu gostaria de não ter sentido vontade de chorar. Passaram-me muitas coisas pela cabeça, imagens dos seis anos no clube, o que me tinha custado chegar até ali, o carinho que toda a gente sempre me deu. Lembrei-me dos problemas no início, por culpa do meu estilo de jogo. Mas é assim, com o tempo senti-me um membro da família do Benfica", continuou, antes de falar da sua passagem pelo Atlético.

"Muito difícil. Muito difícil… bem, joguei num grande clube, num grande campeonato, mas a verdade é que nunca antes tinha passado por isso [ser suplente]. Cresci como futebolista. Quando assinei pelo Atlético imaginei que as coisas se passassem de maneira diferente. Pensei que estava a dar um passo em frente e, ao não jogar, fui percebendo que era um passo atrás. Já passou, saí para a China, agora estou nos EUA e amanhã veremos", terminou sobre o tema.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório