Meteorologia

  • 20 ABRIL 2019
Tempo
19º
MIN 15º MÁX 22º

Edição

I Liga - Os lances mais polémicos do principal escalão

Mais vídeos

Kazuya: O corte mais belo da vida do antigo defesa

Sérgio Silva pendurou as botas em 2014 e dedicou-se a outro dos seus grandes talentos. Abriu uma barbearia e... brilhou ainda mais.

Kazuya: O corte mais belo da vida do antigo defesa
Notícias ao Minuto

08:15 - 19/03/19 por Fábio Aguiar 

Desporto Exclusivo

Terça-feira, 09h00, Rua das Caravelas, Cascais. É mais um dia normal na vida de Sérgio Silva, mais conhecido por Kazuya, o craque da bola que brilha... com os cortes. Não, não são os desarmes decisivos aos atacantes contrários, nem os alívios em cima da linha de golo. São mesmo cortes, no sentido literal da palavra, ou seja, cortes de cabelo. 

Serginho, como também chegou a ser tratado de forma carinhosa pela 'malta' do futebol, é um homem feliz. Aos 28 anos, é assim que ganha a vida, a 'transformar' pessoas... feias em bonitas. Apesar de ser uma brincadeira, obviamente, este é o lema do salão: 'Entras feio, sais bonito'.

Se dentro das quatro linhas ainda deu umas boas 'tesouradas', agora é bem mais certinho. A profissão assim o exige, até porque grande parte dos seu clientes são jogadores de futebol. Cinco anos depois de ter pendurado as botas, ao serviço do Sintrense, o antigo lateral garante que tomou a decisão mais correta. 

"Foram as lesões que me levaram a deixar o futebol. Foi uma sucessão e cheguei a um ponto em que já não aguentava. Tenho pena porque agora é mais fácil, mas não me arrependo de nada. Os miúdos agora têm a vida muito mais facilitada. As condições são ótimas, têm muito mais gente a vê-los, existem muito mais clubes e se não for num lado é no outro. É mais fácil, na minha opinião", começa por dizer o cabeleireiro, em entrevista exclusiva ao Desporto ao Minuto.

Este novo talento para além do futebol nasceu precisamente entre treinos e jogos. "Comecei a cortar em 2008... A mim, a amigos e a companheiros de equipa. Cortei o cabelo em todos os clubes onde joguei. Começou por brincadeira, mas cedo percebi que poderia ser um caminho. No início as pessoas não acreditavam muito no meu trabalho, pois não tinha salão, mas com o passar do tempo foram percebendo que tinha jeito", recorda, emocionado.

Em cinco anos muita coisa mudou. De um espaço humilde cedido por pessoas amigas do bairro, Serginho subiu a pulso. Trabalhou, muitas vezes, de noite e de dia. A prioridade de fazer a família feliz e, ao mesmo tempo, fazer crescer o negócio serviam de motivação constante para as alturas em que as coisas não corriam tão bem.

"Eu sempre disse que a minha vida não ia ser igual à forma em que cresci. Vim de uma família muito humilde, com fortes dificuldades, e meti na cabeça que não era aí que iria ficar. Queria ter uma vida diferente. Fui, então, para os Estados Unidos e sabia que quando voltasse tudo seria diferente. A primeira sensação foi complicada, mas a partir daí...", explica o ex-jogador, que atualmente tem um salão próprio e um café/restaurante que serve de complemento ao seu serviço. "As pessoas agora procuram o talento, quem faz bem o trabalho. Mas no início foi complicado. Só senti que as pessoas me procuravam quando o meu nome começou a crescer. Até lá....", acrescenta.

Notícias ao MinutoFredy [à esquerda] e Yazalde [à direita] também confiam no talento de Kazuya.© Fábio Aguiar

Anselmo Ralph: o primeiro cliente vip

O seu trajeto no futebol trouxe a Kazuya muitos amigos que rapidamente passaram também a clientes. No entanto, o primeiro 'vip' até nem foi nenhum jogador. Anselmo Ralph, esse mesmo, o cantor angolano. Apesar da famosa letra - 'Então agora não me toca...' -, o antigo lateral... tocou no cabelo e fez magia.  

"Foi engraçado porque na primeira vez que ele veio a Portugal recebi uma chamada de uma pessoa a perguntar se estaria interessado em cortar o cabelo ao Anselmo Raph. Na altura pensei logo que era uma brincadeira dos amigos ou algo do género e desliguei o telefone. Ligaram de novo, percebi que até poderia ser sério e fui. Mas ia naquela dúvida. 'Será que é alguém a gozar comigo?' Até hoje não sei quem foi. Isto foi em 2013", conta, antes de reviver o momento: "Quando cheguei lá e vi aquele portão a abrir, pensei: 'É mesmo real!' Depois disse que era o barbeiro, ele já sabia, mas nunca me disse quem lhe deu o número."

Daí para cá, Serginho e Anselmo desenvolveram uma forte relação pessoal e profissional e ainda hoje trabalham juntos. As histórias, essas, multiplicam-se. "Chegámos a estar a cortar nas escadas do jacuzzi, antes de um concerto em Cascais, noutra situação ia já a caminho do palco, eu atrás dele a dar os últimos retoques, e as pessoas, a tentarem chegar a ele, quase empurravam as baias de metal para cima de nós, em Setúbal ficámos sem GPS no meio do mato... Enfim. Agora é tudo muito mais calmo", atira, entre risos.

Notícias ao MinutoO cantor Anselmo Ralph foi o primeiro cliente vip do antigo lateral do Sintrense.© Fábio Aguiar

Espírito solidário levou-o a cortar cabelo aos sem abrigo

Paralelamente à sua atividade profissional, há cerca de cinco anos, Kazuya desenvolveu outro projeto. O espírito de missão anexado à solidariedade e ao bem pelo próximo levou-o a sair às ruas e a cortar o cabelo aos sem abrigo de forma gratuita, apenas pela realização pessoal e pelo prazer de ver o sorriso mais puro daqueles que tão poucas vezes o mostram.

"Ainda faço, mas não gosto de publicitar. É algo que faço com gosto, com prazer e com uma satisfação enorme. Na altura, recebi cento e tal mensagens por dia, tive 3 mil e tal partilhas nas redes sociais, fui às televisões, mas nunca foi com esse intuito. Simplesmente fazia algo para ajudar pessoas, nada mais."

Notícias ao MinutoJovem continua a sair do trabalho e a ir às ruas cuidar da imagem dos sem abrigo de forma gratuita.© Fábio Aguiar

Craques confiam no seu talento e deixam rasgados elogios

O alcunha de Kazuya nasceu bem cedo na vida de Serginho. "Era rebelde, tinha a mania que batia em todos, andava sempre aí a lutar, e um dia começaram-me a chamar por causa das sobrancelhas, que se parecem com as do Kazuya, a famosa personagem do Tekken", explica, entre gargalhadas. Mas não é de desporto de combate que se faz o dia-a-dia do barbeiro. Pelo seu estabelecimento passam muitos jogadores. Nomes como Bruno Varela, Fredy, Pedro Ró-Ró Correia, Abel Camará, entre outros, confiam no seu talento para... 'saírem bonitos'.

"Como homem e amigo é 10 estrelas, como pai é 1000 estrelas e como profissional não tenho palavras para descrever. É top! Uma pessoa fantástica e só lhe desejo o melhor, porque realmente merece", refere o campeão asiático, Pedro Ró-Ró Correia, atual jogador do  Al Sadd, do Qatar, à conversa com o nosso site.

Notícias ao MinutoPedro Ró-Ró Correia passou pelo salão pouco depois de conquistar a Taça da Ásia com a camisola da seleção do Qatar.© Fábio Aguiar

O dia em que 'sentou' Rivaldo e o sonho de alcançar... Cristiano Ronaldo

Atualmente, Kazuya sente-se realizado com a vida que leva. O futebol deu-lhe muito dentro de campo, mas agora, fora dele, entre tesouras e máquinas, dá-lhe muito mais. Aliás, até a possibilidade de cuidar da imagem de... Rivaldo. "Foi mais uma história engraçada. Um amigo chegou ao salão e disse-me que o Rivaldo estava hospedado no hotel onde ele trabalhava. Não acreditei de imediato, mas quando percebi que era verdade, lancei-me ao caminho. Ele tinha-me dito o número do quarto e fui lá entregar um cartão. Naquele momento não se mostrou interessado, mas mais tarde ligou-me e lá fui eu cortar-lhe o cabelo. Foi a primeira vez que me senti realmente feliz no trabalho", lembra, revelando, por fim, um sonho.

"Claro que o topo dos topos é cortar o cabelo ao 'bicho', ao maior: Cristiano Ronaldo. A vida ensinou-me a acreditar que tudo é possível e é assim que vou continuar a fazer. Se não for eu a fazê-lo, quem o fará por mim?".

Notícias ao MinutoO dia em que conheceu Rivaldo foi um dos mais marcantes para o barbeiro.© Fábio Aguiar

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório