Meteorologia

  • 24 ABRIL 2019
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 15º

Edição

Benfica - Não perca os últimos golos e lances polémicos

Mais vídeos

Trapattoni, Simão e Sokota conhecem a receita para derrotar croatas

Último confronto entre Benfica e Dinamo Zagreb aconteceu em novembro de 2004.

Trapattoni, Simão e Sokota conhecem a receita para derrotar croatas
Notícias ao Minuto

17:33 - 06/03/19 por Francisco Amaral Santos 

Desporto Análise

O Benfica defronta na quinta-feira o Dinamo Zagreb na Croácia, em jogo da 1.ª mão dos oitavos de final da Liga Europa. A história está do lado dos encarnados. Em três confrontos europeus, o Benfica venceu dois e empatou um, para além de ter marcado quatro golos e não ter sofrido nenhum. O último embate aconteceu em 2004, ou seja, há 15 anos. 

Desde então, muita coisa mudou. Na altura, na temporada 2004/05, o Benfica era orientado por Giovanni Trapattoni. O experiente treinador italiano esteve apenas uma época na Luz mas conseguiu vencer o campeonato. Na extinta Taça UEFA, o Benfica recebeu o Dinamo Zagreb no passado dia 25 de novembro de 2004. 

Trapattoni decidiu escalar um onze para esta partida que, para a maioria das pessoas, contou com caras bem conhecidas do mundo do futebol. Moreira, João Pereira, Luisão, Ricardo Rocha, Fyssas, Petit, Manuel Fernandes, Geovanni, Simão Sabrosa, Azar Karadas e Sokota foram os onze jogadores que alinharam de início numa partida que contou ainda com as participações de Paulo Almeida, Manuel dos Santos Bruno Aguiar

As águias acabaram por vencer o duelo europeu graças aos golos de Tomo Sokota, de cabeça, logo aos 10 minutos, e de Simão Sabrosa, aos 28 minutos, na cobrança de uma grande penalidade, que tinha assistido para o primeiro.

Sokota, curiosamente, também representou o Dinamo Zagreb antes de chegar ao Benfica. Foi lá que os encarnados o foram buscar. Como sinal de respeito perante o antigo clube, Sokota marcou, mas não festejou. 

Naquela altura, o avançado das águias era encarado com um dos melhores jogadores croatas da sua geração, mas em Portugal lidou com várias lesões que o impediram de chegar mais longe. Para além do Benfica, também jogou no FC Porto, antes de regressar, novamente, ao Dínamo. 

Destaque ainda para o do lado do Dinamo. Naquela equipa jogava um outro talento que prometia dar que falar. Lembra-se de Eduardo da Silva? O avançado croata, nascido no Brasil, era visto como um verdadeiro perigo à solta, mas, no Estádio da Luz, ficou em branco.

Anos mais tarde deu o salto até à Premier League para jogar no Arsenal. Na primeira época ao serviço dos gunners, Eduardo partiu a perna no duelo com o Birmingham City no dia 23 de fevereiro de 2008. 

Desde dessa altura, Eduardo nunca mais conseguiu recuperar as qualidades que tinha evidenciado até então e acabou por protagonizar uma carreira bem abaixo daquilo que se esperava. Atualmente ainda está no ativo, fazendo parte dos polacos do Legia Varsóvia, equipa que é orientada por Ricardo Sá Pinto.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório