Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2019
Tempo
19º
MIN 11º MÁX 19º

Edição

SAD do Sporting estima não ter dinheiro em abril para despesas correntes

Antecipando estas insuficiências, o clube vai avançar com uma operação de titularização de créditos do contrato com a NOS. O alerta da SAD dos Leões consta no prospeto de admissão de negociação de 28 milhões de ações.

SAD do Sporting estima não ter dinheiro em abril para despesas correntes

A SAD do Sporting Clube de Portugal (SCP) anunciou, esta quarta-feira, que não vai ter dinheiro para pagar as despesas correntes em abril e, por isso, vai avançar com uma operação de titularização de créditos relativos ao contrato de cedência de direitos de transmissão televisivos celebrado com a NOS.

O alerta da SAD dos Leões consta no prospeto de admissão de negociação de 28 milhões de ações, enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). 

Na prática, os riscos identificados no prospeto apontam para a necessidade de o clube obter 65 milhões de euros, sendo que mais de metade deste valor terá de ser obtido até ao final de junho. No entanto, as insuficiências vão verificar-se já em abril.  

"À data do Prospeto, o fundo de maneio da Emitente [Sporting SAD] e os saldos de caixa e equivalentes de caixa não são suficientes para cobrir as suas necessidades de fundo de maneio nos próximos 12 meses (saldo entre os recebimentos e pagamentos de ativos e passivos correntes), necessidades estas que se estimam em cerca de 65 milhões de euros, dos quais 41 milhões de euros até 30 de junho de 2019. Estimamos que a insuficiência de recursos se manifeste no final de abril de 2019", pode ler-se. 

Perante estas dificuldades, a SAD do Sporting vai avançar com uma operação de titularização de créditos relativos ao contrato de cedência de direitos de transmissão televisivos celebrado com a NOS. Esta operação deverá ser concluída em março, um mês antes de quando se prevê a falta de dinheiro para pagar as despesas do dia-a-dia. A expectativa é que a "operação será bem sucedida". 

E se não for suficiente?

Nesse caso, a Sporting SAD já tem outras soluções em cima da mesa, entre as quais a obtenção de patrocínios relacionados com o estádio José de Alvalade ou da Academia Sporting, de acordo com o mesmo documento.

"A Emitente poderá ainda, nos próximos 12 meses, realizar novas operações de financiamento, nomeadamente financiamento bancário ou emissões obrigacionistas, e obter novos patrocínios relacionados com a equipa principal de futebol, o Estádio José Alvalade ou a Academia Sporting", pode ler-se. 

Não é novidade que o clube atravessa uma situação financeira complicada. Apesar de confiante na resolução, a SAD leonina não deixa, porém, de admitir que, em último caso, poderá "recorrer à venda de ativos, designadamente dos direitos económicos dos jogadores de futebol de modo a satisfazer eventuais necessidades de liquidez", admite. 

[Notícia atualizada com mais informação às 20h53]

Registe-se na Betano e aproveite o Bónus de 50% até 50€ no primeiro depósito! Jogue no Casino e ganhe Rodadas Grátis!

 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório