Meteorologia

  • 23 ABRIL 2019
Tempo
13º
MIN 11º MÁX 15º

Edição

Sporting - Não perca os últimos golos e lances polémicos

Mais vídeos

O campeão voltou... e a maldição de Conceição também

Sporting conquistou este sábado a sua segunda Taça da Liga, repetindo o feito da temporada passada.

O campeão voltou... e a maldição de Conceição também
Notícias ao Minuto

08:03 - 27/01/19 por Notícias Ao Minuto 

Desporto Taça da Liga

Não foi um espetáculo de futebol bem jogado, não foi. No entanto, emoção não faltou à final entre FC Porto e Sporting, que guardou os seus momentos mais palpitantes para o final. Depois de uma primeira parte bem disputada, muito faltosa e jogada com muito coração, o segundo tempo não foi muito diferente, mas contou com um maior domínio portista.

Domínio esse materializado aos 80 minutos por Fernando Andrade. O avançado lançado por Sérgio Conceição na segunda parte do encontro aproveitou uma defesa incompleta de Renan para inaugurar o marcador.

O Sporting foi atrás do resultado, procurou com todas as forças o caminho para a baliza de Vaná e foi com uma ‘ajuda’ de Óliver que o encontrou. O médio espanhol pontapeou a perna de Diaby e o árbitro do encontro certificou-se com o VAR que era grande penalidade. Bas Dost, mesmo em cima do apito final, provocou a loucura no Municipal de Braga e levou o jogo para o desempate de grandes penalidades, onde a sorte, como admitiu Keizer, acabou por sorrir ao Sporting.

Penáltis como talismã

Só Coates falhou para os leões no desempate das grandes penalidades. O Sporting voltou a vencer um jogo nos penáltis, depois de o fazer na meia-final frente ao Sp. Braga. Mas não é só.

Curiosamente, também no ano passado, a conquista da Taça da Liga se deu após… dois triunfos nas grandes penalidades. Em 2017/18, o Sporting derrotou o FC Porto (4-3, nas meias-finais) e o Vitória de Setúbal (5-4).

Renan, o novo herói

É incontornável não falarmos de um dos heróis do Sporting nesta Taça da Liga. Se os leões venceram os dois jogos nas grandes penalidades, muito devem a um nome: Renan Ribeiro. O guardião brasileiro substitui Rui Patrício como herói do Sporting na conquista deste troféu.

Se no ano passado foi o internacional português a brilhar, esta época foi o camisola 40 dos leões a brilhar. Na meia-final foi decisivo ao defender três grandes penalidades e nesta final frente ao FC Porto, Renan adivinhou o lado para o qual Hernâni rematou. No total foram quatro penáltis defendidos que valeram novo troféu ao Sporting.

Uma maldição de Conceição frente ao leão?

Está confirmado que o treinador do FC Porto não se dá bem em jogos de tudo ou nada frente ao Sporting. São já quatro os encontros que Sérgio Conceição perdeu frente aos leões. Em 2014/15 foi derrotado na final da Taça de Portugal, ainda como técnico do Sp. Braga.

Na temporada passada, mais duas derrotas com os verde e brancos em meias-finais: na Taça da Liga e na Taça de Portugal. E, por fim, esta final referente à temporada 2018/19, que constitui a terceira final perdida pelo FC Porto na Taça da Liga, depois de 2013 (frente ao Sp. Braga) e de 2010 (diante do Benfica).

Desde que Villas-Boas saiu do comando técnico dos dragões, o clube da Invicta não conquistou qualquer Taça Nacional. Nesse período, ou seja desde 2011, o FC Porto sagrou-se Campeão Nacional por três vezes e conquistou quatro Supertaças.

FC Porto vs. Sporting
56Posse de bola44
6Remates8
7Cantos1
19Faltas20
4Cartões amarelos7
0Cartões vermelhos0

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório