Meteorologia

  • 19 JANEIRO 2019
Tempo
MIN 9º MÁX 9º

Edição

I Liga - Os melhores tentos apontados na última jornada

Mais vídeos

Dragão procurou história em Alvalade e... levou registo que queria apagar

Leões e dragões não foram além de um nulo. FC Porto já não vence em Alvalade há 14 jogos, ou seja, há uma década. Mathieu e Danilo foram as figuras do jogo, sem esquecer a maldição de Iker Casillas.

Notícias ao Minuto

08:09 - 13/01/19 por Francisco Amaral Santos 

Desporto Análise

O primeiro Clássico do futebol português em 2019 prometia ser um grande espetáculo de futebol... E até foi. Mas faltaram alguns dos ingredientes que certamente os adeptos esperariam ver no Estádio de Alvalade. Sim, falamos dos golos. Ou da falta deles. Sporting e FC Porto não foram além de um nulo (0-0), num jogo referente à 17.ª jornada da I Liga. 

A partida foi intensa, mas nem sempre bem jogada, tal como Sérgio Conceição admitiu após o final do jogo, e contou com vários recordes que, desta vez, não são muito favoráveis ao FC Porto. 

Os dragões viram terminado o avassalador registo de vitórias consecutivas. Foram 18 os triunfos somados mas, na tarde de sábado, ficaram à beira de fazer história, fruto de um leão que os soube parar e de um estádio que parece ter virado maldição... para Iker Casillas.

O guardião espanhol nunca conseguiu ganhar na casa do Sporting, num total de cinco jogos disputados. Um deles até foi serviço do Real Madrid, para a Liga dos Campeões, mas s restantes foram todos cumpridos com a camisola portista, claro está. 

Por falar em registos a que ninguém quer estar associado, o FC Porto já não vence em Alvalade desde da temporada 2008/09. Desde então, foram 14 jogos - para todas as competições - repartidos por dez épocas em que os azuis e brancos não conseguiram arrancar um só triunfo. Um recorde negativo que continua por quebrar. 

Danilo e Mathieu foram as figuras do jogo

Quem assistiu ao jogo sem pensar nos golos teve direito a um grande espetáculo proporcionado pelas duas equipas, sobretudo em termos táticos. No meio desta lição dada pelos dois treinadores, todavia, dois jogadores destacaram-se, a olhos vistos, dos restantes.

No Sporting, claro destaque para Mathieu. O central francês somou cortes atrás de cortes e anulou, quase por completo, o perigo criado por Moussa Marega. Nota ainda para as inúmeras vezes que Mathieu teve de fazer as vezes de Jefferson no corredor esquerdo. 

Do outro lado esteve um Danilo em alta rotação. Bem a recuar no momento ofensivo e melhor a destruir a construção do jogo adversário, Danilo esteve em todo o lado. Recuperou, rodou, jogou, passou e embalou. Uma exibição de mão cheia que apenas foi manchada por um problema físico já perto do apito final. O melhor Danilo parece estar de volta após uma grave lesão... e o futebol agradece. 

Números comprovam Clássico equilibrado 

A consulta dos dados estatísticos traduz quase na perfeição aquilo que se passou no relvado de Alvalade. Um jogo equilibrado, com oportunidades de golo de parte a parte e com... muitas faltas. O FC Porto teve mais bola, mas foi o Sporting quem rematou mais à baliza. No que diz respeito aos cartões amarelos, registou-se... um empate. 

SportingvsFC Porto
10Remates7
49%Posse de bola51%
23Faltas cometidas19
7Cantos3
4Cartões amarelos 4
0Cartões vermelhos0

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório