Meteorologia

  • 21 MAIO 2019
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 17º

Edição

Benfica - Não perca os últimos golos e lances polémicos

Mais vídeos

Rui Vitória: "Nível exibicional? O que queremos é ganhar"

Técnico do Benfica fez a antevisão da partida com o Portimonense e sublinhou o grande objetivo da equipa.

Rui Vitória: "Nível exibicional? O que queremos é ganhar"
Notícias ao Minuto

17:10 - 01/01/19 por Notícias ao Minuto 

Desporto Acompanhamento

Poucas horas depois de entrar no novo ano, o Benfica já iniciou a 'operação' Portimonense. As águias deslocam-se esta quarta-feira ao Algarve para defrontar o conjunto de António Folha e, por isso, não há tempo para festejos prolongados. Esta tarde, Rui Vitória fez a antevisão da partida.

Antevisão: "Vamos encontrar uma equipa que está a fazer um excelente campeonato, que tem qualidade, bons jogadores, com qualidade técnica, e nós temos que interpretar bem. Mas isso não muda em nada aquilo que é a nossa visão do jogo. Nós vamos a Portimão para ganhar, queremos começar o ano a ganhar e  sabemos que temos um adversário que se vai apresentar com boa dinâmica, que sabe atacar, que tem um jogador na frente que tem estado a fazer golos, o Jackson. Depois tem o Nakajima, tem um meio-campo com boa qualidade, mas também sabemos que vamos para ganhar, com muitos benfiquistas a apoiar e queremos começar o ano a ganhar."

Contrariar as dificuldades: "O Benfica terá que se apresentar com uma grande concentração e uma boa dose de humildade. Porque isso é característico dos campeões e depois porque do outro lado estão jogadores de valia. Temos que estar com as antenas mais ligadas. Temos que ser uma equipa concentrada, humilde, trabalhadora e do ponto de vista coletivo temos que ser uma equipa agressiva. Temos que fazer várias nuances táticas diversificadas para que o adversário não se consiga estabilizar, atacando de várias formas. Mas é um bom campo para se jogar e acho que vai ser um jogo interessante de se seguir."

Nível exibicional: "Nós queremos ganhar, se possível jogando bem. Mas o que é isso jogar bem? É jogar bonito, é ter mais circulação de bola, é ser mais objetivo, o que é isso? As análises variam de pessoa para pessoa. O nosso propósito é ganhar. Queremos estar nestas quatro frentes de forma determinada e convicta e isso passa por vitórias. E essa questão de alternância exibicional acontece connosco e acontece com as outras equipas. O Benfica acabou a fase de grupos da Taça da Liga com sete pontos. O Sp. Braga fez nove, o FC Porto sete, o Sporting seis e o FC Porto passou por um golo e o Sporting passou em igualdade com o segundo e com o terceiro. O Sp. Braga é que acabou por fazer nove e até no segundo jogo com o Tondela teve mais dificuldades. Estes jogos da Taça da Liga foram assim, estes adversários tiveram dificuldades. Portanto, é genérico em todas as equipas. O que nós queremos é fazer bem as coisas e sempre que for possível ganhar jogando bem. Quando houver alguma dúvida, a equipa tem que ser concentrada, pragmática e objetiva, porque nesta altura o importante é somar pontos. Essa qualidade está cá e vai aparecendo."

Pedido para o novo ano: "Costumo fazer pedidos mas mais particulares, normalmente relacionados com a saúde e a família, que são importantes. Mas este é o ano em que queremos as reconquistas de vários títulos e isso começa a partir de amanhã. É o novo ano e começar a ganhar é importante para nós."

Reforços de inverno: "São só 12 pedidos, não é? Saúda, títulos e tal... É evidente que não peço isso, mas sabemos que estamos a trabalhar nisso. Não vamos fazer daqui um cavalo de batalha nem vamos estar todas as semanas a falar nisso. O que faremos serão ajustes de eventuais saídas ou entradas, não serão alterações de grande significado em termos numéricos. Muito mais do que entradas, serão estes ajustes entre entradas e saídas para que o plantel fique como eu quero."

Alterações na equipa: "Não, não vamos fazer gestão no sentido dessa gestão física. Vamos tomar decisões em função daquilo que o adversário nos pedir. Olhar para isso é olhar para uma sequência de jogos que temos tido. Já fizemos 30 jogos, no último mês fizemos oito, agora podemos fazer mais oito e os meus jogadores já estão avisados e preparados. A exigência é grande para nós e para os outros. Mas não vou fazer qualquer tipo de gestão. O jogo mais importante é este com o Portimonense."

Escassa utilização de alguns jogadores: "Nós não temos segundas linhas. Poderíamos estar aqui a analisar o porquê de se alterar a equipa quando as rotinas estavam estabelecidas ou se não se muda é porque não se muda. É sempre o copo meio cheio e meio vazio. A ideia é esta: Nós tínhamos um objetivo para ser alcançado e nós tínhamos que garantir aquilo que era melhor para aquele jogo. E os jogadores sabem isso. Havia jogadores que começaram por não jogar e agora têm jogado e outros que começaram a jogar e agora não. A vida é mesmo isto. Nós temos tantos jogos e o cavalo passa à porta de todos e muitas vezes é importante é os jogadores montarem esse cavalo e nós gostarmos da forma como eles montaram esse cavalo. Não tem a ver com questões de segunda linha. Assim que houver uma oportunidade ela é dada, o jogador corresponde e às vezes gosto e tiro ou não tiro. É assim... Nenhum jogador está excluído nem nenhum está constantemente dentro. É um princípio que temos aqui dentro."

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório