Meteorologia

  • 21 ABRIL 2019
Tempo
20º
MIN 20º MÁX 21º

Edição

Benfica equipara ataque a autocarro à invasão a Alcochete

Clube da Luz lamenta que a Liga "não tenha ainda dedicado uma palavra" a Bruno Simões.

Benfica equipara ataque a autocarro à invasão a Alcochete
Notícias ao Minuto

13:02 - 27/12/18 por Notícias Ao Minuto 

Desporto Reação

O Benfica voltou, esta quinta-feira, a lamentar o ataque de que o autocarro da Casa do clube em Barcelos foi alvo na noite do passado domingo, na A1, em Grijó-Gaia, após o triunfo por 6-2 sobre o Sporting de Braga.

Através da newsletter News Benfica, o clube da Luz lamenta que a Liga “não tenha ainda dedicado uma palavra” a Bruno Simões, adepto “que foi barbaramente atirado para uma cama do Hospital de Gaia”, após ter sido atingido por uma pedra.

“O que está em causa, nesta emboscada da A1, é de novo o crime organizado! Que se manifesta das mais variadas formas. Seja pelas ameaças aos árbitros e respetivas famílias, seja pelo cibercrime, seja por estes cobardes ataques a adeptos. E importa recordar que, nestas questões, a inércia das instituições é o melhor incentivo à cultura de ódio”, pode ler-se.

A terminar, o Benfica equipara este incidente “ao que se passou em Alcochete”, no passado mês de maio, quando cerca de 50 adeptos encapuçados invadiram o centro de treinos do Sporting e agrediram membros do plantel.

“Uma ação planeada e perpetrada intencionalmente para causar dano. Ou seja, está contemplada no artigo 3/1 da Lei 52/2003, de 22 de agosto, e enquadra-se no âmbito da verificação de elementos do crime de terrorismo. O que é que ainda falta para se travar esta gente?”, questiona.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório