Meteorologia

  • 24 SETEMBRO 2018
Tempo
22º
MIN 18º MÁX 26º

Edição

I Liga - Os lances mais polémicos do principal escalão

Mais vídeos

Uma Supertaça histórica: Simeone sorriu com 'página negra' de Lopetegui

Atlético de Madrid levou o troféu para 'casa' naquela que foi a primeira final internacional perdida pelo Real Madrid nos últimos 18 anos.

Uma Supertaça histórica: Simeone sorriu com 'página negra' de Lopetegui

O Atlético de Madrid arrancou da melhor maneira a temporada 2018/19, ao bater o Real Madrid por 4-2, num jogo impróprio por cardíacos, e conquistar a Supertaça Europeia.

Os colchoneros entraram a vencer, com um golo de Diego Costa logo aos 49 segundos, com o Real Madrid a operar a reviravolta, graças aos golos de Karim Benzema e Sergio Ramos (na marcação de uma grande penalidade).

Aos 79 minutos, Diego Costa voltou a fazer das suas e repôs a igualdade, atirando o jogo para o prolongamento, onde o vencedor da última edição da Liga Europa foi mais forte, chegando ao golo por intermédio de Saúl Ñíguez e Koke. 

Lopetegui escreve ‘página negra’

Um jogo intenso… e histórico. Isto porque o Real Madrid já não sabia o que era perder uma final internacional desde 2000, quando perdeu a Supertaça Europeia para o Galatasaray. Mário Jardel foi o herói dessa partida, ao assinar dois golos.

De lá para cá, os merengues venceram todas as finais internacionais em que participaram, o que lhes valeu um total de 13 troféus: cinco Liga dos Campeões, quatro Mundiais de Clubes e quatro Supertaças Europeias.

Uma estreia amarga para Julen Lopetegui, que se tornou no primeiro treinador do Real Madrid a sofrer quatro ou mais golos no seu primeiro jogo oficial desde 1948. O último a fazê-lo foi Michael Keeping, diante do Celta de Vigo.

Mas há mais. O emblema da capital espanhola não sofria quatro golos num só jogo desde novembro de 2015, quando foi goleado pelo Barcelona em pleno Santiago Bernabéu. Pouco tempo depois, Rafa Benítez deu lugar a Zinedine Zidane… e o resto é história.

Simeone cada vez mais histórico

Do outro lado da ‘barricada’, Diego Simeone aproveitou para se tornar numa figura cada vez mais incontornável da história do Atlético de Madrid.

Foi sob o seu comando que os colchoneros venceram, pela primeira vez na história, o Real Madrid numa eliminatória europeia, o que lhe valeu o seu sétimo título desde que chegou ao clube, a 27 de dezembro de 2011.

Curiosamente, o treinador argentino já conta, no currículo, com mais troféus internacionais do que domésticos: são já duas Supertaças Europeias e duas Ligas Europa, contra uma Liga espanhola, uma Taça do Rei e uma Supertaça espanhola.

Além disso, tornou-se apenas no oitavo treinador da história do futebol mundial a vencer a Supertaça Europeia por mais do que uma vez. Até agora, só Guardiola, Ancelotti (três conquistas), Goethals, Sacchi, Ferguson, Van Gaal e Zidane (duas conquistas) o tinham feito.

Aposte 20€ sem risco e ganhe 420€, como o Sporting vai estar a ganhar ao intervalo mas no fim o Braga vence o jogo!

Aposte 20€ sem risco e ganhe 78€, como o Benfica ganha ao Aves por 4-0, 5-0 ou 6-0!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório