Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2018
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 21º

Edição

Sporting - Não perca os últimos golos e lances polémicos

Mais vídeos

Comissão de Fiscalização 'chumba' orçamento dos leões para 2018/19

Órgão designado por Marta Soares garante que o orçamento pode "conduzir a um défice materialmente relevante."

Comissão de Fiscalização 'chumba' orçamento dos leões para 2018/19
Notícias ao Minuto

18:33 - 21/06/18 por Notícias Ao Minuto 

Desporto Decisão

A Comissão de Fiscalização do Sporting chumbou, esta quinta-feira, o orçamento para a próxima época. O órgão designado por Jaime Marta Soares garantiu que a aprovação seria "um cheque em branco para aumento de passivo."

A mesma Comissão, através de um comunicado enviado às redações, ressalvou ainda que o orçamento de Bruno de Carvalho pode "conduzir a um défice materialmente relevante com impacto imediato e significativo no passivo do clube."

"A ser aprovado, este orçamento constitui uma autorização à Direção para a sua execução que pode despoletar esse desequilíbrio com consequências muito negativas. A sua aprovação é um cheque em branco à Direção para aumento de passivo, agravado pelo facto de ser causado principalmente por despesas correntes. Do exposto e em face à quantidade e qualidade dos elementos apresentados, somos de parecer que o orçamento seja reprovado", pode ler-se.

Leia o comunicado na íntegra:

"A crise institucional no Sporting desencadeou-se após as agressões sofridas por vários elementos do plantel e da equipa técnica a 15 de maio, na Academia de Alcochete, levadas a cabo por cerca de 40 pessoas encapuzadas, dos quais 27 foram detidos e ficaram em prisão preventiva.

Na sequência das agressões, os futebolistas Rui Patrício, Daniel Podence, William Carvalho, Bruno Fernandes, Gelson Martins, Bas Dost, Ruben Ribeiro, Rodrigo Battaglia e Rafael Leão rescindiram os contratos de forma unilateral, alegando justa causa.

Depois destes acontecimentos, a maioria dos membros da Mesa da Assembleia Geral (MAG) e do Conselho Fiscal e Disciplinar (CFD) e parte da Direção apresentaram a sua demissão, defendendo que Bruno de Carvalho não tinha condições para permanecer no cargo.

Após duas reuniões dos órgãos sociais, o presidente demissionário da MAG, Jaime Marta Soares, marcou uma assembleia geral para votar a destituição do Conselho Diretivo (CD), a 23 de junho e criou uma Comissão de Fiscalização para evitar o vazio provocado pela demissão da maioria dos elementos do CFD.

O CD, que não reconhece legitimidade a esta decisão, criou uma Comissão Transitória da MAG, que, por sua vez, convocou uma AG ordinária para o dia 17 de junho, para aprovação do orçamento da época 2018/19, análise da situação do clube e para esclarecimento aos sócios e marcou uma AG eleitoral para a MAG e para o CFD para o dia 21 de julho.

Dando provimento a uma providência cautelar interposta pela MAG, o Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa considerou ilegal a comissão transitória da MAG nomeada pela direção do Sporting, bem como as reuniões magnas por esta marcadas."

Aposte 20€ sem risco e ganhe 420€, como o Sporting vai estar a ganhar ao intervalo mas no fim o Braga vence o jogo!

Aposte 20€ sem risco e ganhe 78€, como o Benfica ganha ao Aves por 4-0, 5-0 ou 6-0!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório